0

Ilustração: "Light VS Dark" by doneplay in DevianArt.

artigo atualizado em 08/09/2018 às 18h BR

Saudações da Luz,

Tinha planejado fazer uma Live no dia da nossa Independência, dia 07/09, para falarmos sobre o momento atual... Esta mudança que vem ocorrendo, em que a nação brasileira está decidindo o futuro do país e da sociedade.

Mas também fui pego de surpresa com o atentado perpetrado contra um dos candidatos que está na liderança das pesquisas eleitorais. Um grave atentado.

Assim que soube do ocorrido (estava retornando do trabalho), acionei o CAD para uma ação de emergência. E começamos a atuar (Umbral) no socorro da vítima, pois como sabem, antes de tudo somos uma unidade de resgate e cura.

Um ponto fundamental para entender as ações do CAD é compreender que somos uma unidade que atua como o Samu ou o Corpo de Bombeiros, temos que ser rápidos e precisos. Um resgate no nível umbralino é extremamente perigoso, principalmente quando envolve entidades humanas de importância para a luz e um propósito divino.

Também é importante saber que além de sermos servidores da Luz, estamos encarnados como qualquer ser humano na face deste planeta e com todas as limitações que o veículo físico coloca sobre uma consciência neste mundo da forma. A diferença é que somos (CAD) pessoas com uma missão específica dentro da humanidade que encarnamos. Somos guerreiros.

O Comando Águia Dourada (CAD) é uma unidade ligada diretamente ao Comando Ashtar como é do conhecimento dos meus leitores pois muito já falei deste comando estelar. Portanto, gostaria que entendessem que não interferimos no livre arbítrio e nem nas escolhas pessoais de qualquer entidade humana encarnada.

Após atuarmos no resgate, onde a segurança é a nossa prioridade e o nosso dever, iniciamos as investigações e se necessário fazemos as detenções dos responsáveis pelos danos que causam na raça humana. A realidade existencial do Umbral ainda é desconhecida por algumas pessoas que habitam a superfície do orbe terrestre.

O caso do atentado teve prioridade máxima pela reação nacional que poderia ocorrer que poderia ser negativa se não fosse realizada a contenção de todas as interferências malignas que atuam no mundo umbralino. Há anos já venho falando do que ocorre nos bastidores umbralinos da política brasileira, e como um cidadão brasileiro, tenho a minha consciência sobre o dever a ser cumprido.

Como é dito no campo da espiritualidade: quanto maior o conhecimento, maior é a responsabilidade. E sei que não posso me omitir diante da ameaça contra o Plano Divino do Pai Micah, que tem no Brasil, um dos grandes alicerces para a promoção da Paz na Terra, por isso este nosso país é continuamente envolvido em questões de conflitos que não condizem com a natureza do cidadão brasileiro. E todos nós sabemos, o brasileiro é um ser pacífico por sua natureza espiritual, ancestral e missionária.

Nos últimos artigos, revelei quem são os “inimigos” da raça humana na Terra. E como eles jogam as pessoas umas contra as outras (vide a Live sobre Hipnose Coletiva) e nações contra nações, simplesmente para manter o poder de dominação sobre a própria raça humana. Relatei as ocorrências e vitórias do CAD sobre essas interferências que não condizem com o nosso propósito como raça humana.

O que são essas raças e qual delas tem mais poder aparente de dominação?

Há raças superiores alienígenas não confederadas e extremamente negativas  que possuem um QI tão elevado que nos consideram criaturas insignificantes, assim como algumas pessoas sentem em relação, por exemplo, a uma barata. Compreendem?
Elas não pertencem ao Universo do Pai Micah.

Uma das raças que predominou aqui na Terra foi a draconiana e até criaram um império na superfície, dominando grande parte da humanidade por séculos. Tem sido esta raça a mentora de diversas guerras, conflitos e destruições em nosso planeta.

Inclusive, na Live que mencionei, comentei a forma como atuam.

Eles já perpetram os mais vis atos contra a raça humana. Sem compaixão e Sem escrúpulos, usam-nos conforme seus interesses. Já destruíram várias civilizações em outros quadrantes da nossa galáxia, muitas raças foram dizimadas por eles.

A regra é simples: o poder pelo poder.

E nesta regra, a identificação e a revelação de quem são, como atuam e onde estão.

É com esta raça draconiana que o CAD tem enfrentado nos últimos 6 anos. Isto porque eles estão enraizados nas consciências humanas e também possuem bases intraterrenas bem protegidas e quase inacessíveis.

Agora devem estar perguntando: Como o CAD tem conseguido vencer esta raça em muitas batalhas?

Porque não estamos em guerra contra eles somente nos últimos anos... Este é um conflito que se estende há mais de 458 milhões de anos, mas nos últimos 400 mil anos estamos em confrontos diretos e, mais especificamente, nos últimos 28 mil anos estou pessoalmente envolvido nesta guerra aberta contra a raça draconiana em nosso orbe terrestre.

Eles destruíram a Atlântida e também são co-responsáveis pela destruição de um orbe planetário onde eu vivia com a Corujinha há milhões de anos atrás.

Não tenho a sina de um guerreiro por acaso. Foi construída ao longo das batalhas que travei com essa raça draconiana e seus aliados. Da mesma forma como eles já sabem da minha encarnação nesta vida atual, também sei quem são e onde estão e o que vem fazendo com a humanidade. Quando digo “humanidade atual” é esta civilização humana que renasceu das cinzas literalmente, após o que restou das explosões solares na época da raça lemuriana.

Não é fácil lidar com eles e muito menos combatê-los, mais difícil ainda é vencê-los.

Da mesma forma que temos a Hierarquia Espiritual da Luz, da Frota Intergaláctica Confederada, dos Conselhos Siderais, dos Governos Centrais dentro deste nosso Universo Local, eles também tem a sua contraparte, a oposição. Temos na verdade uma imensa e infinita Sociedade Cósmica e Universal rica em vida, abundância e também em conflitos. Isso ocorre porque são experiências e aprendizados. Nada existe sem um propósito divino.

Se olharmos pela nossa visão humana, sabemos que somos uma sociedade em plena combustão, susceptível a todo o momento por mudanças e transformações. Temos várias raças e culturas diferentes. E nisso, há muitos interesses em jogo dentro de uma política planetária. Assim é  embaixo quanto em cima, nos mundos interdimensionais. Não é apenas a 3D que tem seus problemas e conflitos.

Não tem como tapar o sol com uma peneira. Discernir entre a realidade e a ilusão é possível quando a consciência se predispõe a essa busca e não se deixa levar pela maré e onda da massa humana que ainda está manipulada por estas forças alienígenas negativas.

E para o CAD vencer esta força que teima em escravizar a raça humana, temos que ter ciência e o conhecimento de quem são e como atuam.

Foram criados de uma forma diferente da raça humana e tem uma sociedade formada por outros conceitos e crenças, onde seus valores são medidos pela força e poder de dominação. Não acreditam na existência de um Pai Criador, embora tenham um. Somente aceitam a ciência, a tecnologia e a política de dominação.

Assim se expandiram pelas galáxias e universos locais.

A Terra é um orbe especial e até único diante de toda a Criação. Incrível? Sim, mas é a realidade que temos que compreender. Houve e há uma razão para isso. E nós, que estamos fazendo esta jornada neste planeta azul, já sabíamos disto muito antes de iniciarmos a aventura humana aqui.

O interesse universal, intergaláctico e até racial pela Terra se relaciona principalmente à riqueza que há neste orbe, gerando cobiça por toda essa imensidão cósmica. A essência energética, primordial e criacional que há neste orbe é raríssima dentro da própria Criação. Para uma expansão cósmica e intergaláctica temos todos os recursos necessários para qualquer raça interplanetária, incluindo os minérios, alimentos e energia para abastecer as frotas estelares soltas no espaço.

A posição estratégica da Terra no Braço de Órion também. Estamos num ponto da Via Láctea que permite saltos quânticos através de Portais Estelares que não existem com tanta abundância neste ponto onde a Terra está inserida. Daqui se vai para qualquer ponto deste e de outros Universos Locais. Isso tem sido possível porque inúmeras raças intergalácticas vieram a esse orbe fazer suas experiências e criações, criando várias matizes de civilizações a partir deste laboratório terrestre.

E a raça draconiana, tema do nosso assunto aqui é uma dessas raças que habitaram o orbe terrestre por milhões de anos. Por isso muitos deles ainda consideram este planeta como uma de suas colônias, na visão destes, a raça é como um “gado” que lhe fornece alimento e mão de obra. Foram estas as situações encontradas pelo CAD nas operações de resgate no mundo umbralino.

O Umbral não é apenas um mundo existencial (Astral), mas o acesso a outros mundos interdimensionais tanto negativos (anticrísticos) quanto positivos (crísticos) dentro deste Superuniverso do Pai Micah. O mundo da forma (plano físico) é como uma caixa fechada e selada. O Umbral é um multiuniverso.

O Umbral é uma criação de mentes elevadas, criada por Avatares e Kumaras.

É como você olhar para um ovo dentro de um imenso reservatório de água. O ovo é o nosso mundo material e a sua casca, seria a barreira que nos impede de ver o ambiente em volta cercado por água que é o mundo umbralino. O mesmo material que criou este ovo é tão líquido quanto a água do ambiente “externo” que se cristalizou e formou o ovo. Este foi o processo da materialização da Terra também.

O que ocorre no nosso Universo Manifestado nada mais é do que a realidade vista dentro de um reservatório de água, onde há infinitos ovos imersos. Cada um destes reservatórios é uma galáxia.

Com essa visão, é possível compreender que cada raça interplanetária além da humana tem seu próprio modelo de sociedade.

A raça draconiana fez experiências na Terra com a intenção também de implantar o seu modelo de sociedade. Sabe qual?

Para muitas consciências humanas é um choque. Mas este modelo de sociedade é conhecido no nosso mundo da forma como o sistema comunista. É assim que eles vivem, conduzem e dominam a própria raça. É o modelo que deu certo para eles. Basta perceber de um ângulo com visão imparcial sobre o processo de criação, que pelo arquétipo primordial da raça draconiana é o modelo ideal e mais adequado para a expansão deles.

Esta raça é formada por ovíparos criados em laboratórios. Há um comando mental, como ocorre, por exemplo, no reino das formigas. Há uma rainha que mantêm todo o formigueiro em ordem e controle. Há operários, guerreiros e servidores. Tudo é dividido em classes. Mas todos seguem uma mesma “cartilha” e um mesmo comando que é único e inquestionável, a rainha.

Desde que o CAD passou a enfrentar a raça draconiana, anos atrás, passei muito tempo estudando um formigueiro que tinha lá na escola, vendo, observando e analisando seu comportamento, habitat e métodos de produção, abastecimento e proteção com as ações das formigas-guerreiras. E foi um aprendizado único para futuras operações do CAD, pois tem sido dessa forma a atuação dos guerreiros draconianos contra as operações do CAD e nas batalhas fa semelhança de atuação foi perceptível nos campos de batalha.

Atuavam nos modelos utilizados pelas forças comunistas da antiga União Soviética.

Todos os exércitos de reptilianos tinham comandantes acima deles, da mesma raça. Com esse conhecimento, o Alto Comando do CAD não teve dúvidas... Todas as vitórias contra os exércitos e comandos draconianos foram vencidas quando o centro de comando deles foram capturados. Nas batalhas aéreas e de campo, bastava localizar e identificar a estação de comando, abater ou aprisionar. Toda a batalha terminava com a rendição em massa. 

Assim como é na sociedade humana é na sociedade cósmica e universal. Se aqui na Terra temos governantes de nações e comandantes militares, lá em cima também há. Como também há interesses políticos e comerciais neste jogo cósmico. O sistema financeiro e econômico tanto da Terra como da Galáxia estão interligados por interesses de comércio, conquista e expansão. Tal como ocorre no orbe terrestre, a questão da superpopulação, também ocorre em outros orbes planetários.

A raça draconiana e reptiliana aumentam vertiginosamente. Encontramos nos subterrâneos imensos ninhos repletos de ovos tanto de draconianos como de reptilianos. Apenas uma câmara destes ninhos tem mais ovos do que há em todas as maternidades dos hospitais. Daqui da Terra são levados para outras colônias nesta galáxia. Há tantos laboratórios lá embaixo que é impossível de se calcular, são inúmeras raças intergalácticas que se envolveram neste projeto Terra.

Não é apenas a produção de espécies que chama a atenção deles, mas também a forma como vão viver socialmente como comunidades ou civilizações. Há essa preocupação básica com eles. Se também decidiram no passado colonizar a Terra, então como poderiam viver no meio da raça humana, numa sociedade humana, sendo que as nossas características primordiais diferem completamente da deles?

Em outros orbes dizimaram a raça humana inteira. Quando reagiram, os dracos simplesmente extinguiram a vida explodindo o referido orbe. É assim que atuam. Há inúmeras moradas no universo. Percebe a forma que pensam?

A bomba atômica e de hidrogênio são criações deles.

Como uma espécie de formigueiro são resistentes, guerreiros... Os operários são apenas uma casta para servir, trabalhar e abastecer todo o formigueiro. Enquanto isso, a expansão deste formigueiro cresce e se expande por toda a região onde se instalam. Observe como é um formigueiro... Quando eles crescem o que fazem?

Os draconianos são seres altamente mentais, não tem emoções como a raça humana. O corpo emocional humano é uma criação única. Por isso, eles tem total falta de escrúpulo... Compaixão e misericórdia, não faz parte do dicionários deles. São assim mesmo e parte da sua natureza criativa. O instinto de sobrevivência e perpetuação da espécie é a única segurança que possuem. Todo o resto é o efeito destas ações.

Poder pelo poder. Esta é a lei... O mais forte impera.

O medo é uma energia criada por eles e disseminada por onde quer que estejam ou vão. Impõe o poder e o domínio pelo medo. Reagiu, é destruído. Quando se diz que um exército humano atua como “draconiano”, essa expressão é análoga a metodologia praticada por esta raça onde a força é bruta, contundente e destrutiva... Fulminante.

Orgulho e ego forte são características desta raça que criou um dos maiores impérios intergalácticos dentro do Universo Local. Sabem como manter uma raça inteira submissa e alienada diante de seus atos. Sabem como distrair e dividir, usam as rebeliões colocando uns contra outros, fazendo com que a própria raça nativa se destrua.

Levam mais de 50% de toda a nossa riqueza e corrompem diversos governos do planeta para esta finalidade. Para expansão da raça necessitam de alimentos, energia e minérios para abastecer e sustentar sua frota intergaláctica. Todos os orbes que são mantidos sobre controle deles tem uma cota de tributo. Caso não paguem ou não cumpram o acordo, destroem nações inteiras e o seu povo em uma retaliação em massa. Criam guerras intermináveis para manter a produção das energias que mais gostam: dor e sofrimento que geram uma massa inesgotável de ectoplasma para alimentá-los.

Se uma entidade humana pensante (lembra que costumo incentivar a prática do 'pensar'?) conseguir desvendar esta verdade, é capaz de entender todos os acontecimentos na história da humanidade, as razões e motivos que causaram tantas devastações e destruições de civilizações promissoras.

Enquanto a raça humana fizer o jogo deles de se manter presa pelo plexo solar (lado 2, o emocional), jamais poderá atingir a capacidade intelectual, o pensar com sabedoria, pois eles atuam pelo poder e nível mental elevado, enquanto a maioria da humanidade mal consegue usar 10% de seu cérebro, usando apenas parte do cérebro, a mais instintiva (o que chamamos de cérebro reptiliano) que tem a função apenas de manter as atividades físicas e reprodutoras do ser humano.

Quem tiver dúvida, olhe em volta e reflita sobre o que ocorre no ambiente... Olhe a sociedade e o mundo. O que vê?

A experiência de implantar o comunismo na sociedade humana nunca deu certo. Não é da nossa natureza e nem do nosso propósito como raça criada neste Universo do Pai Micah. Somos uma raça diferente com propósito também diferente. É o que costumo referenciar como o "Plano Divino do Pai Micah", que é o nosso plano de voo e contém o que se espera da nossa evolução como raça humana.

A raça humana é crística, enquanto a raça draconiana é considerada anticrística justamente porque nega a existência de seu Pai Criador, dos outros Filhos Paradisíacos e do Plano Divino. São energias opostas e conflitantes dentro do contexto de uma sociedade intergaláctica. Imagina então todo mundo vivendo sob esta influência no orbe terrestre?

O fator negativo ou positivo depende do ângulo de vista de cada raça em si. O que para eles é certo e correto... Para nós não é, percebe? Isto muda conforme a posição em que se está diante da experiência vivida. Esta é a verdade inerente de cada um. Por isto há tantos conflitos na sociedade humana. Não é uma questão de ser (somos humanos) e sim de estar (condição) onde a experiência humana entra em conflito com a experiência draconiana.

Mas como eles influenciam e interferem na sociedade humana da Terra?

Essa investigação, análise e estudos foram feitas pelo Alto Comando do CAD desde o seu início quando durante as operações de resgate nos deparamos com laboratórios draconianos que mantinham a espécie humana como cobaia, prisioneira e servindo como fonte de alimentação nos subterrâneos da crosta terrestre.

Encontramos verdadeiros redutos repletos de humanos aterrorizados que eram mantidos em cativeiro.

Como pode uma entidade humana ao se deparar com chocante realidade, aceitar esta situação?

Ainda mais descobrir a quantidade de raças alienígenas negativas e não confederadas envolvidas nestas operações de controle e dominação da raça humana?

O mais difícil foi descobrir como mantinham o domínio na superfície, atuando na política, economia e sistema financeiro global. Nem tudo era um mar de rosas, mas o próprio inferno em que a raça humana estava vivendo e sequer percebia. Bastava olhar para o mundo e ver a grande ilusão, mentira e enganação. Tudo criado holograficamente para manter as consciências aprisionadas, servindo como escravas deste império draconiano.

O comunismo é uma experiência que tem como objetivo implantar a sociedade draconiana neste planeta. Servindo-se de corpos humanos.

A mais dura realidade que o CAD descobriu em janeiro de 2015 e que mencionei no livro “A Batalha de Nibi” onde um plano sinistro foi desvendado e que seria colocado em ação em poucos anos. Isto ocorreu há 3 anos e meio. Por isso também, o CAD, a GM e o NA foram alvos de ataques e tentativas de destruição. As batalhas e guerras umbralinas começaram contra todas as raças alienígenas não confederadas negativas, quando elas declararam guerra contra nós.

Não havia entidades humanas despertas e conscientes no nível dos comandantes do CAD que estivessem dispostas a fazer frente a eles. Assim, eles nos consideraram um grupo rebelde e deram ordens para executar a nossa extinção. Outros comandos terrestres com nível de consciência do CAD foram abatidos ou desistiram ou se dispersaram em poucos. É difícil se manter enfrentando combates  contínuo ao longo de um ano inteiro. A resistência humana e a fé são decisivas nestas batalhas.

E eles sabiam disto. Conhecem a fraqueza humana como ninguém, pois foram eles que as criaram de forma a congelar a ação humana.

Como eles fracassaram na criação do Estado Comunista na Europa, vieram para a América Latina onde iniciaram um plano de ação, logo após a Queda do Muro de Berlin. Sem um estado comunista não podem se manifestar no plano físico e nem dominar de vez a raça humana no planeta. E foi o que fizeram. Transferiram seus planos sinistros para este lado do planeta. A dominação se faz através do corpo sutil, emocional e depois mental.

Quem conhece os 7 pecados capitais irá perceber que essas tendências foram criadas no passado remoto da humanidade, que ocasionou a prisão das consciêncisa nas armadilhas da vida. Todas as condutas éticas e morais são facilmente desviadas a partir da ativação destas tendências na personalidade humana. E o caminho é pelo plexo solar. Quando estudamos a existência dos 7 principais chacras do corpo humano, é possível entender como é feita a manipulação da consciência humana na Terra. É científico.

Querem um exemplo do método mais utilizado atualmente com os nossos adolescentes?

Vejam o som e ritmo das músicas que eles tocam, ouvem e curtem. Deixe o corpo sereno e e ouça o ritmo da música ou da balada. Qual dos chacras mais vibra intensamente?

Temos 3 chacras superiores (laríngeo, frontal e coronário), 1 intermediário (cardíaco) e 3 inferiores (plexo, esplênico e básico). O processo evolutivo de uma entidade humana é medido pela vibração consoante do chackra em sua existência. Onde o pensamento estiver é onde estará. Aqui o sinal da alma para o ponto evolutivo da personalidade humana: cada chacra tem um significado e um simbolismo.

Ao manter uma entidade humana com a consciência aprisionada nos 3 chacras inferiores é possível realizar a dominação sobre a personalidade humana e assim, mais facilmente ela se torna escrava de si mesma, potencializando as ações draconianas de domínio da espécie, aprisionando-os num patamar mais primitivo, instintivo. Ou seja, a função é nos manter no patamar inferior do reino animal. Por isso a violência, os conflitos e atos considerados desumanos ocorrem com tanta notoriedade na nossa sociedade.

Destruir qualquer ação que eleve a raça humana para níveis superiores além do plexo solar é motivo para uma retaliação draconiana. E isso não é pura imaginação. É fato. O obituário humano está repleto de registros daqueles que “se rebelaram” contra o sistema draco.


Fatos de suma importância para a nação brasileira tomar ciência, repensar suas escolhas e definir o futuro promissor para o Brasil se refere ao ato de pesquisar, estudar e analisar sobre a criação e fundação do Foro de São Paulo em 1990 e também compreender o que é na realidade a Ursal, cujo planejamento de instalação do poder comunista/socialista em quase todo o mapa da América do Sul e Caribe foi quase totalmente conquistado conforme traçado este plano sinistro.



Também é decisivo entender os acontecimentos que levaram a UNE (União Nacional dos Estudantes) a influir decisivamente na implantação do comunismo nas escolas entre os adolescentes e depois no ensino superior. E para aprofundar no assunto sobre as ocorrências que antecederam a Intervenção Militar em 1964 é necessário o entendimento e estudo sobre a Guerra Fria instaurada após o final da Segunda Guerra Mundial.

A nação brasileira começou a perceber este plano sinistro sem mesmo conhecer a verdade por trás dos bastidores, ao sentir na própria pele a destruição de todas as estruturas morais, éticas e civilizadas da nossa sociedade nos últimos anos. A sociedade brasileira percebeu diante de si um impasse, o fim da cultura e tradição nacional e a implantação de um programa internacional de domínio sem fronteiras.

A reação da sociedade brasileira tem sido forte e determinada, colocando fim a este ciclo de destruição.

Por isso, o atentado contra um candidato na véspera da data da nossa Independência tem outro fator fundamental e gravíssimo. Destruir uma opção de sair deste mergulho insano do comunismo draconiano, pela vias legais e constitucionais do pais.

Há muito venho revelando que a raça humana vai cerrar a porta onde mora o mal. Os conflitos não são entre pessoas e sim no nível da consciência.

A descoberta feita pelo CAD em janeiro de 2015 se relacionava ao domínio da raça humana a partir de um grupo que seria criado por eles a partir da captura de um dos fragmentos de suas consciências, estas seriam depois substituídas pela consciências destes draconianos. Teríamos na Terra ou na região onde atuassem, verdadeiros exércitos de “zumbis” que seguiam a uma ordem de comando, sem vontade própria pois suas consciências originais haviam sido retiradas.

Fizeram um catálogo mundial a partir da codificação em forma numérica de todos os pontos fragilizados nos corpos físicos de pessoas humanas e com isso puderam criar as brechas fundamentais para unir essas frequências com o centro operacional deles. Um trabalho realizado por cientistas reptilianos ao longo dos anos criando uma frente imensa de alistamento “voluntário”.

Um método básico era simplesmente criar uma segunda voz clonada na mente das pessoas, fazendo-as pensar que elas eram seus próprios pensamentos ou então a dos seus mentores espirituais. Com essa conquista individual, começaram a doutriná-las durante o sono, levando-as para receberem novos implantes nos laboratórios onde se faziam alterações no campo da psique e da emoção.

Inúmeras pessoas mudaram suas vidas, relacionamentos, atividades profissionais e até espirituais de forma até radical. A maioria passou a ter conflitos internos intensos, pois o desvio de conduta era visível. Os conflitos nas relações interpessoais foram se tornando cada vez mais evidentes. A primeira armadilha foi criar campos de batalhas. Separar essas consciências criadas e jogá-las umas contra as outras. Testaram os limites e a capacidade de resistência humana até destruí-la por completo.

O sentimento inerente de amor ao próximo, o valor da família, da convivência pacífica foi fortemente afetado. Começou a doutrinação draconiana para a implantação do comunismo na América Latina. Os draconianos não aceitaram o fato de que a Terra tinha se libertado e estava sob a intervenção direta do Pai Micah, assim se fizeram as batalhas contra o CAD. E conforme a Luz ia vencendo e penetrando nas consciências humanas, os resgates também eram realizados junto com o Comando Ashtar e iam surgindo as retaliações de todos os lados.

O fracasso do plano sinistro draconiano é visível em todos os países onde tentaram implantá-lo. A dor e o sofrimento é um rastro de destruição por onde passaram. Assistir a tudo isto é lamentável, triste e doloroso. Mas foram escolhas de pessoas que pelo livre arbítrio decidiram seguir este caminho. Nenhuma Hierarquia Espiritual da luz pode interferir nesta questão humana. Por isso, os alertas que foram passados nos núcleos dos Trabalhadores da Luz se relacionavam ao que iria ocorrer e estava ocorrendo no plano físico após a vitória da Luz no mundo umbralino.

As máscaras iriam cair. E a verdade crística seria a tônica desta nova realidade no mundo.

O ataque contra um candidato que se opôs ao domínio estrangeiro e alienígena não confederado no Brasil é uma retaliação pela ocorrência de um novo fracasso neste plano sinistro draconiano. Por isso, o CAD foi chamado para intervir e atuar nesta missão de contenção e resgate.

Foram 17 ondas de ataques contra o NA e contra o CAD desde a publicação do último artigo aqui no blog Caminhando com o Mestre (“Independência do Brasil – O Resgate da Nação”). O incêndio do Museu Nacional e o atentado contra um candidato à Presidência do nosso país têm outros interesses muito além do conhecimento do cidadão brasileiro. Foi uma ação orquestrada no mundo umbralino.

Basta olhar nas grandes mídias e perceber o tamanho da censura sobre o ocorrido em ambos os casos.

O que queremos para o nosso Brasil?

Em Luz e Amor,
Paz Brasil!
Shima.
Namastê.

(*) É importante frisar as diferenças entre o comunismo draconiano e a sociedade humana, muitas vezes confusas onde se insere outras vertentes como socialismo e fascismo.

A sociedade humana é simples e prática. Assim foi no passado remoto e funciona em outros orbes planetários. A base e a célula mater da sociedade humana é a família. A hierarquia na sociedade segue os mesmos princípios. No caso da Terra no passado era uma sociedade matriarcal, mas há em outros orbes crísticos, a sociedade patriarcal. Tudo depende de cada orbe ou ambiente onde se desenvolve uma raça humana. A educação principia na infância através da experiência materna. A sabedoria ancestral rege o conhecimento através da vivência do clã (família).

No caso do comunismo, o Estado atua diretamente na formação e condução de uma nação. Há uma padronização em toda a estrutura da sociedade. Há um comando central onde a família não exerce o seu predomínio e sim o Estado. É comum ter apenas 3 níveis de estruturas dentro do comunismo draconiano: A elite governante, o exército e o operário. A classe mais baixa da pirâmide serve apenas para a produção dos bens de consumo ou da riqueza que a elite necessita para se manter no poder. A força militar é o ponto do equilíbrio e da imposição do domínio sobre os mais fracos.

Já o socialismo tem causado muita dúvida sobre o seu real valor como um sistema social. Ela diverge sim do comunismo porque é voltado mais para a sociedade de um Estado do que a parte econômica. Embora seja dito o contrário, o socialismo é um estágio mais avançado do comunismo, porque na verdade envolve o crescimento econômico, o poderio militar e a superpopulação de uma nação ou raça. Lidar com este último fator é decisivo para manter o poder do Estado. Então, cria-se o socialismo para manter o povo da base da pirâmide mais confortável e não gere rebeliões destrutivas dentro da própria raça, o que faria desintegrar o Estado.


Outra vertente é o fascismo, no qual o Estado é representado por um lider cujo carisma tende a representar uma sociedade patriarcal, onde o povo de uma nação é considerado como um filho, uma raça única, uma única família. O Estado e o líder tornam-se uma só representação. É uma das experiências que também não deu certo no mundo e nem no passado da nossa história. O nazifascismo foi uma destas tristes experiências. É uma sociedade que se aplica bem nas raças intergalácticas, onde o líder é reconhecido como o Pai Criador de sua raça.

O capitalismo é outro caso de conflitos, porque o Estado é mantido por interesses econômicos que geram outros efeitos colaterais para uma sociedade. Embora seja extremamente positivo em termos de crescimento econômico, desenvolvimento de uma civilização e até de relações internacionais, o capitalismo não cria valores humanos, mas pessoas focadas em valores materiais, pois desde a infância uma criança é ensinada e preparada para competir no mundo e nunca se integrar e interagir como um verdadeiro ser da raça humana.

Ou seja, se tivermos uma sociedade consciente cristã, colaborativa, fraternal e unida, podemos ter na família a célula mater da sociedade, considerando nosso Pai Criador e nossa Mãe Divina do plano espiritual como os verdadeiros regentes desta nação. desta forma, a solidariedade, o conhecimento e a verdade são os pilares fundamentais da nova sociedade planetária.


Neste contexto, um sistema de governo capitalista fraterno permitiria uma evolução consciente, integrada e dentro dos pilares do que se espera neste período de transição planetária até que o Amor divino se restabeleça integralmente na Terra e o poder consciente da vontade divina crie as novas estruturas da sociedade humana da nova Terra.

Leia mais:

HIPNOSE COLETIVA – ONDAS MENTAIS E UMBRAL



Para reflexão:

Postar um comentário

 
Top