SOBERANIA NACIONAL EM RISCO - O VERDADEIRO INTERESSE SOBRE A AMAZÔNIA – 24/04/2021 - Caminhando com o Mestre

Nosso Curso

LightBlog

NEWS

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

domingo, 25 de abril de 2021

SOBERANIA NACIONAL EM RISCO - O VERDADEIRO INTERESSE SOBRE A AMAZÔNIA – 24/04/2021

 


 

Saudações da Luz,

 

A invasão da peste chinesa foi um ato terrorista com uso de arma biológica contra a Nação e afeta gravemente a Lei de Segurança Nacional por atingir toda a sociedade e causar o genocídio de sua população, quebrar a economia do país e criar o caos social.

 

Qual a finalidade disso tudo?

 

A resposta já foi dita assim que o Presidente Jair Bolsonaro tomou posse em janeiro de 2019, que era a existência de uma conspiração para derrubá-lo do Governo Federal e fazer a tomada de Poder no Brasil. Os fatos antecedentes são graves a partir do atentado contra a vida do Capitão quando era candidato à Presidência da República ocorrido em 06/09/2018. Depois a declaração de um ex-Senador da República e ex-Presidente da República que conhece bem os bastidores ocultos da política brasileira foi bem clara: “Ele não dura seis meses no Governo!”.

 

E foi um Senador do Estado do Amapá que assumiu a Presidência do Senado Federal nos primeiros dois anos do mandado do Capitão e é também outro Senador do mesmo Estado que promoveu a abertura da CPI do Covid contra o Presidente da República, o mesmo Estado onde se elegeu o ex-Senador da República e também o ex-Presidente da República, que declarou a sentença de “morte” do Governo do Presidente Jair Bolsonaro. Isso é coincidência?

 

E os primeiros seis meses do Governo do Presidente Jair Bolsonaro foi literalmente um inferno, se lembrarmos dos incêndios criminosos na periferia da Amazônia que geraram notícias escandalosas propagadas pelas mídias de esquerda no país e no mundo inteiro. Sem falar que foi também no início do seu Governo que estourou a violência nos Estados do Pará, Ceará e em diversos outros Estados do Norte e Nordeste do Brasil. O que mais chama a atenção nos focos de incêndios criminosos nas áreas de mais destaque na região da Amazônia Brasileira é que ocorreu justamente no Estado do Pará. Qual a relação entre os Estados do Pará e do Amapá?

 

Os dois Estados são portas de entrada e saída do Rio Amazonas e a cidade de Macapá, capital do Estado do Amapá é o ponto estratégico e geopolítico da Foz da Bacia Amazônica por onde passa todas as embarcações que navegam ao longo do Rio Amazonas. E o Estado do Pará ocupa quase 1/3 da Amazônia Legal, sendo suficientes alguns focos de incêndios em sua jurisdição para alarmar o mundo inteiro com uma propaganda intencional de comprometer toda a Bacia Amazônica que inclui outras 8 nações além da fronteira brasileira na região.

 

Portanto, uma atenção detalhada nos movimentos que ocorrem nestes dois Estados da União e as ações perpetradas por parlamentares e políticos destes dois Estados somados com alguns políticos do Estado do Amazonas contra os interesses da Nação são evidenciadas nas centenas de processos judiciais em andamento e nos resultados das investigações e prisões realizadas pela Polícia Federal e o Ibama com fartos documentos que provam a formação de uma Organização Criminosa Internacional e de lavagem de dinheiro.

 

Diante do caos criado na Amazônia, o Capitão reagiu rapidamente e deslocou suas ações de combate usando todo o seu time na linha de ataque. Conseguiu quebrar as táticas do time adversário com jogadas surpreendentes e decisivas. A partir disso, o time do Capitão tomou conta do jogo. A Torcida dos Traidores da Pátria gritava em desespero ao ver seu time ser massacrado em campo. Muitas prisões começaram a ocorrer.

 

Diante da Violência nas regiões Norte e Nordeste, o Capitão enviou seu “tanque de guerra” pela direita do campo, e a Força Nacional conseguiu conter os ataques pela ala esquerda do Clube dos Vermelhos. Foram os primeiros minutos de grande pressão da Oposição contra a Seleção Nacional. O Capitão conseguiu mudar o jogo e passou a dominar o meio de campo tocando a bola e estudando a tática dos jogadores adversários.

 

Durante os primeiros vinte minutos de jogo, o Clube da Pátria (Seleção Nacional) conseguiu conter todos os ataques contra sua linha de defesa atuando em rápidos contra ataques desfechando dribles desconcertantes na defesa adversária que ficavam vermelhos de raiva. As jogadas desleais do time de Oposição eram praticadas a todo instante do jogo.

 

Mal o Capitão dominava uma bola, lá vinha a jogada rasteira por trás!

 

O primeiro tempo do jogo terminou com o placar de 4x3 para o time dos Traidores da Pátria.

 

Logo nos primeiros minutos de jogo do segundo tempo, o time do Capitão virou o placar para 5x4 num gol relâmpago com um chute magistral na bola lá do meio de campo.

 

Com a Seleção Nacional ameaçada pelos Dirigentes Internacionais na Questão da Amazônia, o Capitão enviou um Projeto do Governo Federal para a Cúpula de Líderes sobre o Clima que se reunia no dia 22/04/2022 (data do Descobrimento do Brasil), que ocorria nos EUA sob a condução do Presidente norte americano que já vinha fazendo ameaças de sanções contra o Brasil durante toda a sua campanha Presidencial em 2020. Como é do conhecimento da Torcida Verde Amarela, há sempre ações contra a nossa Soberania todas as vezes que o Partido Democrata de lá ganha uma eleição. O mais grave ocorreu em 1993 após o Impeachment do Presidente Collor e da vitória do Partido Democrata americano, quando uma força de Invasão militar norte americana foi enviada para as fronteiras de Roraima no norte do país.

 

Essa ação de agressão contra o Brasil na questão da Amazônia é comum, mas desta vez estavam indo para as vias de fato e aguardavam apenas que o Presidente empossado Itamar Franco assinasse o Decreto que instituía a Reserva Indígena na Serra Raposa do Sol para ser decretada uma Intervenção Internacional na Amazônia a partir da invasão da fronteira de Roraima com a Guiana. Este episódio desencadeou a reação das Forças Armadas Brasileiras na Operação Surumu de 1993 que dissuadiu os invasores estrangeiros de tentarem invadir o Brasil.


Demarcação de terras na Serra Raposa do Sol - Indígenas foram feridos por 
quererem continuar convivendo harmoniosamente com o povo branco, 
algo considerado ilegal pelo Presidente na época e pelo STF.


Demarcação de terras na Serra Raposa do Sol - Exército debate o risco à Soberania Nacional devido à demarcação de terras indígenas em zonas fronteiriças.


Operação Surumu - Operação das Forças Armadas Brasileira contra a tentativa de invasão de Roraima pelo Exército Americano (Estados Unidos) no ano de 1993.

 

As manobras militares da Operação Amazônia 2020 realizadas pelas Forças Armadas Brasileiras visavam conter e dissuadir qualquer plano de invasão estrangeira no Brasil e garantir a soberania Nacional sobre a Amazônia Brasileira, e foi realizado com grande sucesso, alcançando o seu êxito no campo militar demonstrando a capacidade dos Guerreiros da Nação em combater qualquer inimigo invasor.

 

Legenda: Em 2018 durante a Operação Brasil realizada pelo CAD a  visualização da área em destaque estava acessível pelo Google até o nível do solo. Porém, quando começou os incêndios criminosos na Amazônia em 2020 toda a visão desta área foi censurada pelo Google, levantando suspeitas de movimentos de tropas militares estrangeiras na região, fato constatado pelos comandantes do CAD através de visão remota. Fonte: Google Maps (acesso em: 22 de Abril de 2021).


O Presidente Jair Bolsonaro fez um pronunciamento diante da Cúpula de Líderes sobre o Clima 2021 do Projeto Governamental sobre o Clima, o Meio Ambiente e das ações contra o desmatamento da Floresta Amazônica, lembrando inclusive aos Líderes das Nações, as ações já feitas pelo Governo Brasileiro nas últimas décadas.

 

Na abertura do seu discurso o Presidente Jair Bolsonaro reforçou que “Historicamente, o Brasil é voz ativa na construção da Agenda Global. Renovo hoje, esta credencial respaldada tanto por nossas conquistas até aqui, quanto pelos compromissos que estamos prontos a assumir perante as gerações futuras. Como detentor da maior biodiversidade do planeta e potência agroambiental,” reafirmando que “o Brasil está na vanguarda do enfrentamento ao aquecimento global e nas discussões sobre as mudanças no clima, não se deve esquecer a causa maior do problema, a queima de combustíveis fósseis ao longo dos últimos dois séculos. O Brasil participou com menos de 1% das emissões históricas de gases de efeito estufa, mesmo sendo uma das maiores economias do mundo. No presente, respondemos por menos de 3% das emissões globais anuais.”

 

E prosseguiu:

 

“Contamos com uma das matrizes energéticas mais limpas com renovados investimentos na energia solar, eólica, hidráulica e biomassa. Somos pioneiros na difusão de biocombustíveis renováveis como etanol, fundamentais para a despoluição de nossos centros urbanos. No campo, promovemos uma revolução verde, a partir da ciência e inovação. Produzimos mais utilizando menos recursos o que faz da nossa agricultura uma das mais sustentáveis do planeta.”

 

E o Capitão afirmou:

 

“Temos orgulho de conservar 84% de nosso Bioma Amazônico e 12% da água doce da Terra. Como resultado somente nos últimos 15 anos, evitamos a emissão de mais de 7,8 bilhões de toneladas de carbono na atmosfera. A luz de nossas responsabilidades comuns, porém diferenciadas, continuamos a colaborar com os esforços mundiais contra a mudança do clima. Somos um dos poucos países em desenvolvimento a adotar e reafirmar uma NDC transversal e abrangente com metas absolutas de redução de emissões, inclusive para 2025 de 37% e de 40% até 2030.”

 

Dirigindo ao Presidente da Cúpula dos Líderes sobre o Clima, o Capitão continuou:

 

“Coincidimos, Senhor Presidente (Joe Biden), com o seu chamado ao estabelecimento de compromissos ambiciosos. Nesse sentido determinei que nossa neutralidade climática seja alcançada até 2050, antecipando em 10 anos a sinalização anterior. Entre as medidas necessárias para tanto, destaco aqui o compromisso de eliminar o desmatamento ilegal até 2030, com a plena e pronta aplicação do nosso Código Florestal. Com isso, reduziremos em quase 50% nossas emissões até esta data.”

 

Na sequência o Presidente Jair Bolsonaro alerta:

 

“Há que se reconhecer que será uma tarefa complexa. Medidas de comando e controle são parte da resposta. Apesar das limitações orçamentárias do Governo determinei o fortalecimento dos órgãos ambientais, duplicando os recursos destinados às ações de fiscalização. Mas, é preciso fazer mais, devemos enfrentar o desafio de melhorar a vida dos mais de 23 milhões de brasileiros que vivem na Amazônia, região mais rica do país em recursos naturais, mas que apresenta os piores índices de desenvolvimento urbano.”

 

“A solução”, segundo o Presidente Jair Bolsonaro, “desse paradoxo amazônico é condição essencial para o desenvolvimento sustentável da região. Devemos aprimorar a governança da Terra, bem como tornar realidade a bioeconomia valorizando efetivamente a floresta e a biodiversidade. Esse deve ser o esforço que contemple os interesses de todos os brasileiros, inclusive indígenas e comunidades tradicionais. Diante da magnitude dos obstáculos, inclusive financeiros, é fundamental poder contar com a contribuição de países, empresas, entidades e pessoas dispostas a atuar de maneira imediata, real e construtiva na solução desses problemas.”

 

Nesta parte do discurso o Presidente Jair Bolsonaro conclamou:

 

“Neste ano, a Comunidade Internacional terá oportunidade singular de cooperar com a construção de nosso futuro comum. A COP-26 terá como uma de suas principais missões a plena adoção dos mecanismos previstos nos Artigos 5º e 6º do Acordo de Paris. Os Mercados de Carbono são cruciais como fontes de recursos e investimentos para impulsionar a ação climática, tanto na área florestal quanto em outros relevantes setores da economia como indústria, geração de energia e manejos de resíduos. Da mesma forma, é preciso haver justa remuneração pelos serviços ambientais prestados por nossos Biomas ao planeta como forma de reconhecer o caráter econômico das atividades de conservação.”

 

E o Capitão reiterou:

 

“Estamos, reintero, abertos à cooperação internacional. Senhoras e Senhores, como todos reafirmamos em 1992 no Rio de Janeiro na Conferência presidida pelo Brasil, o direito ao desenvolvimento deve ser exercido de tal forma que a resposta equitativamente e de forma sustentável às necessidades ambientais e de desenvolvimento das gerações presentes e futuras.”

 

E finalizou:

 

“Com esse espírito de responsabilidade coletiva e destino comum, convido-os novamente a apoiar-nos nesta missão. Contem com o Brasil! Muito obrigado!”.

 

O discurso do Presidente Jair Bolsonaro na Cúpula de Líderes sobre o Clima agradou a todos de uma forma surpreendente, já que diante dos dados apresentados pelo Brasil, as mentiras divulgadas mundialmente ficaram evidentes e inibiu a pressão de Governos Estrangeiros que vinham acusando o Presidente Jair Bolsonaro de cometer crimes contra o Meio Ambiente no caso da devastação da floresta Amazônica com as queimadas e desmatamentos.

 

O que ficou comprovado são as ações do Brasil em preservar os seus Biomas e de manter um desenvolvimento sustentável de melhores resultados do que os países desenvolvidos. Quem já tem conhecimento do Código Florestal aplicado no Brasil verá que é um dos mais rígidos em todo o planeta.

 

Outro ponto importante para rebater a intenção declarada do Presidente americano Joe Biden de aplicar sanções contra o Brasil no caso da Amazônia, o Presidente Jair Bolsonaro lembrou sobre o Mercado de Carbono onde o Brasil possui uma imensa cota de créditos a receber em função da preservação do meio ambiente e de ter contribuído como o país que menos tem emitido gases de efeitos estufa.

 

É importante relembrar os fatos que marcaram a campanha nociva criada pela França e Alemanha contra o Brasil no caso da Amazônia, onde foi identificado que estes dois países são os maiores mercados consumidores das madeiras ilegais contrabandeadas da Amazônia, sendo por isso, co-responsáveis diretos pelo incentivo ao desmatamento na região.

 

Outra questão que está sendo motivo de uma sindicância ocorre no Senado Federal com a CPI das ONGs da Amazônia que foi aprovada em 2019 e deve começar ainda neste ano o trabalho, no qual as investigações da Polícia Federal estão trazendo uma série de escândalos envolvendo personalidades políticas, a existências de milhares de Organizações Não Governamentais como fachada para o roubo, tráfico de drogas, de armas e de pessoas, exploração sexual, além de contrabando de riquezas naturais da Amazônia e da atuação de organizações criminosas internacionais na Bacia Amazônica do Brasil.

 

Outro ponto de fundamental importância para as análises que devem ser levadas em conta no caso dos desmatamentos da floresta amazônica é o fato de países como a França e a Alemanha terem destruído suas próprias florestas ao longo dos séculos passados. Isso porque a população mundial saltou do final do século XIX para o final do século XX em quatros vezes passando de 1,5 bilhão para 6,1 bilhões de pessoas. 


Em decorrência disto, a falta de madeira para a construção de casas, de lenha para as lareiras durante o inverno e de carvão vegetal para as indústrias tem contribuído imensamente no desmatamento não apenas da floresta amazônica, mas também da África e da Oceania. Nas divulgações sobre o Caso da Amazônia culpa-se o Governo Brasileiro, mas não se aponta para onde vão as madeiras contrabandeadas do Brasil. Essa é outra questão que precisa ser colocada no prato da balança, como resposta à França e à Alemanha.

 

Enquanto conspiravam contra o Brasil, demonstrando o claro interesse econômico de culpar o Presidente Jair Bolsonaro e o seu Governo por crime ambiental contra o planeta, deu no que deu, o tiro saiu pela culatra e foi uma atuação do Capitão que chamou a atenção do mundo para a realidade da Questão da Amazônia.

 

Mapa - Demonstração dos Recursos Naturais da Amazônia - A Riqueza que desperta o interesse de países ao redor do Mundo. Fonte: Blog Ludoquímica por Wangner Lopes.



Bolsonaro mostrou a verdadeira face de quem realmente vem causando danos ambientais e contribuindo mais para as emissões de gases de efeito estufa no planeta. A proposta do Governo do Presidente Jair Bolsonaro é agora tema para debates em outro nível. De uma acusação de devedor, o Brasil se revelou o maior credor na Cúpula Climática do planeta.

 

Esta jogada foi um gol de placa para a Seleção Nacional: 6x4 para o time do Capitão. E nem chegamos à metade do jogo deste segundo tempo.

 

Bola pra frente Brasil!

Parabéns Capitão!

 

Em Luz e Amor,

Avante Brasil!

Deus está conosco!

Shima.

Namastê.


________


APOIE

* Você pode contribuir com nossos trabalhos adquirindo nossos livros, cursos, clicando nos banners promocionais, compartilhando nossos artigos e recomendando os nossos trabalhos aos seus amigos ou se possível, considere fazer uma doação.
Gratidão profunda.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

PODCAST

Instagram - Conheça o Instituto Portia

NOSSAS PUBLICAÇÕES

Artigos por Temas

#ShimaEUAPOIO (1) 12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) Agenda Globalista (10) Águias (13) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Amazon (1) Annunakis (7) Anti-Crísticos (6) Apocalipse (2) Arcanjo Miguel (7) Arcontes (1) Ashtar Sheran (19) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Blog (8) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (34) Bombojira (1) Brasil (40) Brava Gente News (1) Bushido (1) CAC (1) CAD (40) canalizações (115) Censura (2) Chama Violeta (2) Chamado (7) China (6) Chonan (3) Clã (3) Comando Ashtar (21) Comunismo (93) Conclave (4) Conspiração Alien (8) CPI (2) Cristo (5) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) DCM (1) Decreto (4) Dekassegui (1) Desarmamento (1) Despertar (9) Destino das Nações (1) Djwhal Khul (2) Draconianos (5) Dragões (11) Dragões Dourados (5) Dúvidas dos Leitores (12) Ebooks (1) ECA (1) eclipse (1) El Morya (3) Eleições (15) Era de Aquário (2) Ergs (1) Espanha (1) Estados Unidos (10) Estatuto Social (1) EuApoio (1) Europa (1) Eventos (2) explosões solares (2) Expurgo (3) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Felinos (1) Fraternidade Negra (1) Gaia (15) Gatos (1) GESARA (1) GFH (18) GM (3) Goiás (1) Governo Oculto (9) GPT (30) Grande Fraternidade Branca (4) Grande Reset (1) Greys (1) Guardiães da Luz (2) Guerreiros da Luz (21) HEMK (1) HEMM (1) Hospital Espiritual (1) Illuminati (2) Indonésia (1) Instituto Portia (4) Intervenção Divina (1) Israel (1) Japão (6) Jornalismo (2) Jornalistas (1) Kindle (1) Kwan Yin (8) Lady Portia (3) Lar de São Francisco (2) Lei do Retorno (3) Livros (1) Lord Maitreya (14) Lúcifer (1) maçonaria (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (16) Magos Negros (1) Maria Madalena (7) Mediunidade (4) Mestra Nada (34) Mestre Jesus (3) Mestre Kuthumi (1) Minhas reflexões (11) Monarquia (3) Morgs (2) Motociata (3) MPT (4) Não-Confederados (1) Nebadon (4) NESARA (1) Nibi (2) Nibiru (2) Nihon (1) Nova Era (2) ONGs (1) ONU (1) Operação Brasil (68) Operação Resgate (25) Orações (2) Orbs (1) OTAN (1) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (33) Pai Quirino (1) Pandemias/Epidemias (15) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (60) Plêiades (2) Pleiadianos (1) Portais de Luz (22) Portugal (4) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (7) Projeção da Consciência (8) Projeciologia (5) Projeto Comunista (53) Projeto Era de Aquário (1) Publicações (2) Putin (1) Rebelião Luciferiana (3) Reino Unido (1) Remote View (2) Reptilianos (2) Rússia (5) Saint Germain (15) Sananda Kumara (12) Sara Kali (3) Servidores da Luz (1) Shakti Revista (1) Shima (144) Shima&Ree (4) Sírius (1) Socialismo (63) Socialista (3) SP (1) Suécia (1) Taiwan (2) Taucetian (1) Taucetianos (1) Teia Crística (1) Telegram (1) Templos (1) TMD (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (7) Trabalho Escravo (1) Transição Planetária (93) Tribunal do Conselho Cármico (32) UK (1) Umbanda (1) Umbral (3) Universo (3) USAT (2) Venezuela (15) Vidas passadas (2) Visão Remota (7) Wesak (2) Xopatz (4)

Nosso Curso

LightBlog

Páginas