0



Saudações da Luz,

Falar deste personagem conhecido como Satã é reviver minha história ao longo da jornada aqui na Terra como também dos grandes embates ocorridos nas guerras cósmicas onde nos defrontamos em quase todas as batalhas. Desta forma, o que vou narrar aqui nada mais é do que a minha própria vivência onde a Luz tem encontrado em Satã o seu maior opositor.

Tenho encontrado ele nos últimos dois mil anos desde o evento na Palestina em que ele saiu vencedor. Nossos embates têm ocorrido na superfície deste planeta em infindáveis guerras travadas com muita destruição. Mas foi nesta vida atual que os encontros tem ocorrido de forma contundente.

Corria o ano de 2013 e havia iniciado os trabalhos da Grande Missão.

Estava sentado em frente do meu computador digitando um texto para publicação no blog Caminhando com o Mestre, quando senti uma forte irradiação vinda de fora de casa e quando olhei para a direção de onde vinha uma espécie de turbulência no ar, comecei a varrer toda a periferia umbralina com a visão do meu frontal, de onde se originava uma força energética de alto teor negativo.

Um extenso mar de capuzes negros se movia na escuridão da noite e imediatamente ouvi uma voz que soou irritante e agressiva:

- Venha para fora guerreiro, quero falar com você!

Senti meu corpo arrepiar quando identifiquei quem me chamava, era o próprio Satã.

Sai e me deparei com aquela imensa falange negra em volta dele, se movimentavam agressivamente, alguns urrando como hienas em busca de presas.

A minha segurança composta por legiões de guardiões se posicionou para uma grande batalha que se manifestava ali bem diante de nós. Pedi a todos que permanecessem imóveis e fui falar com Satã. Sem outra alternativa fez o desafio para um combate, mais precisamente para um duelo. Olhei novamente em volta e percebi a intenção por trás do desafio. Aceitei.

Então uma leva de luzes começou a voar nas duas direções e rebatiam nos escudos criados por nós a cada ataque. Quando ele jogava as bolas de luz contra mim meu escudo com blindagem dourada fazia as bolas de Satã explodir. Tudo ribombava em volta com tamanha violência dos impactos.
Ele vinha para cima com sua espada e as lâminas faiscavam como relâmpagos  ao se chocarem. Isto durou alguns minutos até que consegui atingi-lo.

Foi num movimento bem rápido, numa sequência de movimentos Sol e Lua, onde o oponente vê a Lua e num momento seguinte surge o Sol. Tem que ser preciso neste golpe, porque você usa o espaço da sombra como efeito magístico e isso causa um transe hipnótico de instantes, o suficiente para aplicar o efeito Sol e atingir o adversário que mal sabe de onde a espada surgiu e o atingiu. O corte foi profundo em diagonal da direita para esquerda de baixo para cima. Ferido, Satã se rendeu e devido ao potencial magístico usado neste duelo, o ferimento foi grave.

Neste momento vi no céu noturno um imenso portal se abrindo e a chegada de uma nave dourada muito reluzente, em seguida uma cascata de luzes douradas desceu sobre a turba amotinada que tinha ficado paralisada com a derrota do seu líder e não sabiam mais o que fazer. 

Portal estelar registrado em frente de casa na cidade de Águas Lindas de Goiás, GO - Brasil.
Foto: Arquivo pessoal. proibida a cópia e reprodução sem autorização do autor.

Sequência portal estelar registrado em frente de casa na cidade de Águas Lindas de Goiás, GO - Brasil.
Nota-se a saída de objeto semelhante a nave de dentro do mesmo com a função correspondente de uma nave prisão.
Foto: Arquivo pessoal. proibida a cópia e reprodução sem autorização do autor.


Foi dada a voz de prisão para todos os magos negros presentes ali e os mesmos foram conduzidos para a nave que em seguida se afastou desaparecendo por dentro daquele portal que se fechou instantaneamente.

Momento da rendição das falanges negras de Satã.
Foto: Arquivo pessoal. proibida a cópia e reprodução sem autorização do autor.


Por um bom tempo não tive mais notícias dele a não ser que no Umbral havia iniciado uma imensa rebelião sinalizando o início de uma nova guerra umbralina de proporções inimagináveis. Nesta época eu tinha recomeçado as Operações de Resgate ao mesmo tempo em que dei início a Operação Arrastão nos reinos umbralinos. Satã então declarou guerra aberta contra mim e a Grande Missão.

A Operação Arrastão tinha a finalidade de promover a limpeza nas primeiras faixas do Umbral aonde os resgates vinham sendo realizados pelas Unidades da GM, devido aos ataques dos trevosos contra os grupos que realizavam estas missões. Muitas prisões começaram a acontecer por todos os lados aos milhares e foram tomando proporções gigantescas a cada dia. As retaliações eram constantes e não davam um momento de folga sequer.

Ocorriam muitas baixas em nossas fileiras conforme as batalhas se alastravam por outros reinos. As quatro primeiras camadas umbralinas já estavam fervendo de tantos combates, mas era surpreendente os redutos que encontrávamos lá embaixo com celas, prisões, cárceres em câmaras ocultas dentro das cavernas e túneis. Quando encontramos os primeiros laboratórios de experiência humana, foram cenas estarrecedoras.

Jamais podíamos imaginar o tamanho das atrocidades e torturas que existia em locais onde se utilizavam tecnologias alienígenas negativas. Corpos dilacerados vivos se contorciam no chão, nos cantos imundos com dejetos que nos faziam vomitar mesmo estando em projeção. Um rio de sangue escorria pelos túneis níveis abaixo. Ouvir gritos de pavor, terror e pessoas chorando desesperadamente pedindo socorro era demais para nossas condições de resgates.

Rapidamente os resgates eram realizados e no mesmo no local o atendimento de emergência se iniciava, restaurar partes dos corpos dilacerados para aliviar a dor dilacerante de cada ser. Outras vezes somente era possível recolher pedaços dos corpos, pernas, braços, cabeças, colocar em sacos e colocar nas macas enquanto eram levadas pelas equipes de apoio para as naves. Foram cenas inesquecíveis e dramáticas.

Ao longo do tempo fomos entrando cada vez mais nos reinos inferiores e quando ultrapassamos o sexto reino umbralino, eu mesmo acreditei que ali era o limite da exploração humana, mas me enganei quando as forças alienígenas das raças reptilianas e draconianas também declararam a guerra contra nós da GM.

Nesta guerra houve o envolvimento direto do Governo Sinistro, um grande império da superfície que mantinha no Umbral a base de suas operações de domínio e escravização da humanidade terrestre. E quando este império draconiano declarou a guerra aberta de fato houve a necessidade de profissionalizar nossas operações a nível militar, já que eles eram uma potência no planeta.

O que antes eram apenas Operações de Resgate nos reinos umbralinos tomou a direção de uma guerra planetária e com o tempo se aprofundou para dezenas e centenas de reinos umbralinos que não conhecíamos aqui na Terra. Após uma sequência de derrotas decidi criar o Comando Águia Dourada, uma unidade de combate formada por pessoas conscientes, com coragem para enfrentar todos os níveis de combate e muita capacidade de projeção da consciência, já que esta guerra não ocorria aqui em cima na superfície mas nos subterrâneos umbralinos, cujo espaço ultrapassava a órbita terrestre em várias camadas, planos e níveis dimensionais.

Era como caçar uma agulha num imenso palheiro de dimensões quilométricas. Ainda por cima, repleto de armadilhas.

Como já conhecia a metodologia dos ataques e sabia a todo o momento que por trás de todas essas ondas negativas estava a condução de Satã buscava sempre acessar meus registros akáshicos para poder desvendar cada passo que ele dava em suas operações de guerra contra nós. Muitos dos nossos comandantes retornavam das batalhas extremamente feridos com danos graves em seus corpos sutis, mas tínhamos a Estação Cruz de Malta um hospital espiritual criado por nós, totalmente equipado, aparelhado e com suporte do Comando Ashtar e da Mãe Maria.

Para a Estação Cruz de Malta passamos a levar todos os resgatados onde eram feitas as triagens antes de serem encaminhados para as naves hospitais do Comando Ashtar. Nos procedimentos de cura e nas intervenções cirúrgicas espirituais começamos a descobrir diversos implantes, artefatos orgânicos, metálicos, nano robôs, microorganismos, vermes astrais como larvas, insectóides e outros mecanismos que afetavam diretamente o corpo físico de pessoas encarnadas alterando seus comportamentos, causando doenças e até a morte.

Uma das metodologias aplicadas pelas falanges de Satã já conhecia bem, por ter enfrentado estes tipos de ataques desde a minha juventude. É aquilo que chamo de “Cavalinhos”, uma forma de tomar a consciência alheia, quando está fragilizada e usar a pessoa para cometer atos que fogem da conduta humana. Dei essa denominação, pois é parecido ao ato de se montar em um cavalo e o conduzir para onde deseja. Esta técnica visa usar a pessoa para ocupar a pineal, como se ocupa o assento do motorista de um carro.

Enfrentei isso no plano físico de diversas maneiras. O local onde eles mais atuam são em hospitais e prontos socorros, pois conseguem encontrar “aparelhos” afinados com as energias deles que atuam como médicos e enfermeiros. É a parte mais tenebrosa das ações dos “cavalinhos”, pois causam danos muitas vezes irreparáveis num paciente que muitas vezes nem sabe da sua missão espiritual de vida. Mas Satã sabe... E sabe como inutilizar uma personalidade humana encarnada antes mesmo de começar a cumprir sua agenda espiritual no planeta. Ao longo da minha vida vi uma lista de vítimas que incluem os guerreiros que encarnaram comigo.


Quem é esse ser conhecido como Satã?


Foi uma das primeiras coisas que tive que fazer ao me deparar com ele novamente nesta vida: Investigar tudo o que fosse possível sobre ele. E nessas investigações consegui acessar os registros akáshicos de seu planeta original no Universo anticrístico. Confesso que era uma visão estarrecedora do processo de deterioração e desagregação dos corpos originais da raça de Satã.

O planeta dele foi inteiramente contaminado pelas próprias experiências genéticas e negativas perpetradas com os corpos de toda a raça que ao longo do tempo se consumiu no próprio vício e práticas sexuais que se tornaram promiscuas, exacerbadas e destrutivas. O que antes eram um corpo bem definido de uma raça do tipo reptiliano foi se deformando com os excessos dos desvios sexuais. A energia era altamente poderosa em termos de produção, expansão e consumo. Chegou ao ponto que não havia mais uma fonte de alimentação externa e passou-se a se consumir em si mesma.

Seres que andavam de forma ereta como nós passaram a rastejar pelo solo em busca de restos de dejetos das orgias sexuais que se espalhavam pelo solo e pelas fendas. Foram perdendo membros e adquirindo a forma do que hoje conhecemos como serpentes. Essas serpentes passaram a atuar e se movimentar com as consciências femininas formando uma geração de poderosas criaturas abomináveis. As consciências masculinas foram transladadas para os corpos da futura raça draconiana, criada como modelos de guerreiros que se parecem com fortes répteis praticamente indestrutíveis. Satã havia desenvolvido uma raça bélica através de experiências genéticas e usou até de genomas humanos desviados dos laboratórios para fins maléficos.

Sua ânsia e cobiça de poder superava qualquer bom senso ou discernimento. Não havia ética e nem moral em suas ações. Corromper aliados e parceiros eram uma arte sutil que surpreendia a todos após as descobertas que ocorriam somente depois de que Satã colocava todas as cartas na mesa. Os envolvidos no esquema tornavam-se reféns e os que reagiam eram executados ou extintos. Desta forma, Satã expandiu seus domínios criando impérios pela galáxia.

A técnica criada por Satã que trouxe mais poder para si foi um processo desenvolvido em laboratórios ocultos em orbes conquistados onde criava suas bases de operações para alcançar novos mundos longe da vigilância das Frotas Intergalácticas. Esta tecnologia se relacionava às capturas de consciências ou fragmentos delas, do qual aproveitava para utilizar em corpos com a finalidade de expansão de seu império. Cada uma dessas capturas abria uma brecha nas entidades encarnadas em vários mundos e orbes. A partir disso se iniciava o processo de controle mental e psíquico de mentes dos líderes, governantes e militares em qualquer orbe que se tornava alvo de sua conquista.


Como ocorre o processo de captura de consciência?


Para entender como funciona esta técnica é preciso visualizar como funciona o sistema de computadores com hardware e software, já que todo o universo manifestado abaixo da 8D é mental e holográfico. Tudo é uma criação computacional e somente as consciências são inseridas para participar desta experiência nos mundos inferiores da Criação. Acima da 8D há outro processo que é mental, por isso vamos analisar o processo então nos 4 mundos inferiores que vivemos atualmente, incluindo a 3D.

Você como uma entidade da raça humana tem uma consciência física que conduz o corpo carnal como veículo de manifestação. Um corpo de sensações cuja finalidade é reagir ao meio ambiente e daí produzir ações e reações que geram estímulos elétricos no cérebro e do cérebro para as diversas partes do corpo físico. Essa é a forma mais simples de entender todo o processo.

Pois bem, vamos refletir sobre as várias etapas da vida de uma pessoa em sua jornada na Terra e como se processa o seu desenvolvimento, crescimento e aprendizado. Tudo na vida é consciência. Ao se conscientizar de algo, o aprendizado é realizado, pois fica registrado na rede de neurônios e torna-se então o caminho interno com um mundo de novas possibilidades. Ocorre que as fases são divididas em infância, pré-adolescência, adolescência, juventude, vida adulta, meia idade, avançando até a condição de idoso.

Nesta experiência, há várias etapas marcantes na vida de cada indivíduo e então existem hiatos nas frequências vibratórias que ocasionam rupturas por motivos de choque, medo, acidentes ou situações emocionais fortes, positivas ou negativas. Uma criança normalmente grava no seu inconsciente um medo latente ocasionado, por exemplo, por uma queimadura. Vai ter medo do fogo até tomar consciência do que é o fogo e porque queima. Mas este medo ficou gravado no subconsciente e será essa a memória ancestral que ficará marcada na sua rede de neurônios.

Uma entidade maligna com acesso a esse registro tem a possibilidade de usar este evento que gera um choque ou medo quando esta criança estiver mais adulta e se for necessário captura uma parte da consciência dela. Então é feito uma análise do nível mais provável de ter sucesso nesta investida e cria-se um incêndio onde ela passa a vivenciar o evento da infância entrando em choque ou em uma espécie de transe tentando entender o que está ocorrendo.

Aquele incêndio desencadeia nela um processo estranho em que nem compreende bem o que acontece. Neste momento uma parte da consciência dela aflora pelo medo e então uma entidade maligna do umbral faz a captura imediata desta lembrança cuja energia é parte de sua consciência.

É como se você estivesse acessando um endereço na internet dentro de uma janela do navegador de internet e então deseja copiar algum item de uma determinada página. Basta selecionar e clicar para salvar e arquivar. É assim que ocorrem as capturas de consciência das pessoas. Eles acessam uma memória não importa qual, capturam e levam para o laboratório onde se inicia o processo de clonagem ou de controle mental e psíquico. Nesta captura, estes fragmentos de consciência contem uma parte da energia primordial daquela personalidade humana e facilmente poderá fazer a conexão com a parte matriz.

A partir daí se cria um sistema de emissão de ondas cerebrais cuja frequência é inserida na mesma banda de ressonância daquela pessoa e então ela passa a ouvir uma segunda voz que não sabe de onde vem. Essa voz é aquela do “diabinho” que a incentiva e motiva a fazer coisas e ações não corretas, primeiro de forma inocente, depois cada vez mais perigosa e comprometedora.

A tendência humana é compulsiva por natureza, pois a curiosidade é potencializada nestes ataques e interferências e se houver rasgos de egos e vaidades não controladas, a vítima se torna presa fácil para a manipulação através desta técnica umbralina.

Com o tempo este processo de dominação e manipulação se torna parte da vida da pessoa que acredita ser ela mesma e ponto. Certo ou errado sempre se justifica dessa forma. Acredita sinceramente que ela é assim, se ruim ou bom, a crença é potencializada pela dualidade da vida onde tudo é permitido e consentido. Por isso, a sensação de liberdade é uma busca inerente destas pessoas que estão escravizadas e não conhecem a origem deste drama. Os hologramas em sua mente são criados em laboratórios e ela passa a reagir aos estímulos deste sistema de controle mental.

Foi dessa forma que Satã conseguiu dominar mundos, civilizações e raças, implantando um sistema comum de controle das massas. Trazendo um regime que mais reflete seus interesses e a finalidade de expandir o seu universo na forma do regime comunista, para a expansão nivelando todas as formas de existência numa ação abaixo da linha crística, mantendo as consciências aprisionadas dentro do seu sistema de governo, dominação e escravização.

A manutenção dos seus impérios ocorre pelo trabalho contínuo dos povos nativos de cada orbe o qual ele imprime uma barreira de frequência onde a consciência 2D e 3D não pode ultrapassar ficando dessa forma aprisionada na malha ilusória.

Todas as tentativas de rebelião ou de auxílio às raças sob seus domínios gera reação imediata e destrutiva através de seus exércitos imperiais formados pelos draconianos que também utilizam outros exércitos formados por reptilianos guerreiros criados por Satã.

Na última batalha ele foi novamente vencido. Só que desta vez foi levado diretamente para o Conselho Sideral para julgamento. E foi um dos maiores julgamentos já realizados nas esferas superiores, assistido simultaneamente por todos os Universos existentes dentro Criação.

Foram então desvendadas as traições contra o Arcanjo Lúcifer e como Satã promoveu as guerras cósmicas para desestabilizar o Universo do Pai Micah. A sua investida aqui na Terra também ficou clara e como deixou inúmeras sementes revolucionárias plantadas neste orbe terrestre. A insistência de tomar este orbe terrestre da soberania do Pai Micah era a mesma de conquistar um troféu e seria a fase mais importante para o salto inconcebível de seu poder e consolidação de seus impérios intergalácticos.

Satã sabia do significado da Data Limite de 2019 e tinha o propósito de instalar uma parte do seu império aqui na Terra para no futuro requisitar o seu direito de disputar o domínio deste orbe como sua colônia. A guerra entre a Democracia e o Comunismo nada mais é do que essa disputa territorial entre os Impérios Negros de Satã contra as Forças Crísticas do Pai Micah.

A sua derrota em Barra do Garças encerrou esta era de Poder negativo neste Universo Local, por isso os regimes comunistas começam a ruir por todo o planeta e até que todas as forças anticrísticas sejam retiradas do orbe terrestre, o mundo vai assistir a verdade crística se manifestar em todos os recantos e em todas as camadas da sociedade humana.

O Governo Planetário da Terra decretou hoje dia 06/10/2018, que todas as portas onde se encontram o Mal estão cerradas.

O Reino da Luz e do Amor está instalado na Terra.

A partir de agora, o Ceifador fará a sua Colheita.

Inicia-se então a fase dos grandes eventos na Terra.

No Caos, nada acontece sem que o Pai saiba.

E no Caos a Criação se faz.

Assim seja e está feito e selado!

Em Luz e Amor,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

(*) No último artigo desta série será feito uma grande revelação. 
E será publicado na segunda feira.



Postar um comentário

 
Top