7 ANO ATRÁS... A HISTÓRIA DE UM EX-DEKASSEGUI - Caminhando com o Mestre

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

NEWS

Home Top Ad

LightBlog

Post Top Ad

LightBlog

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

terça-feira, 27 de setembro de 2016

7 ANO ATRÁS... A HISTÓRIA DE UM EX-DEKASSEGUI



Minhas reflexões - Hoje, a grande realização pessoal


Saudações queridas águias!!!
2009 - O ano do meu retorno a Brasília

Depois de 19 anos fora de Brasília, retornei definitivamente para minha cidade onde cresci desde a infância, após o meu retorno do Japão, passei 3 anos vivendo a "Síndrome do Dekassegui", um sintoma ocasionado pela longa ausência da terra natal.

Este período de "escuridão" foi narrado nos meus artigos "As pedras do caminho" neste blog Caminhando com o Mestre.

Voltando ao assunto sobre o meu retorno ao Brasil...

"SÍNDROME DA VOLTA (*)


Uma situação muito conhecida dentro da comunidade nipônica é a "Síndrome do Dekassegui". Ocorre quando se retorna após muitos anos trabalhando no Japão e encontra uma série de dificuldades na readaptação em solo brasileiro.

Este acontecimento acarreta várias consequências porque envolve o lado emocional, psicológico e mental de quem retorna ao convívio familiar.

Sente que os laços afetivos sofreram profundas mudanças, o meio em que vivia anteriormente encontra-se totalmente transformado. Este novo quadro que surge choca de imediato.

Sem o apoio familiar - que não consegue perceber o choque - o dekassegui entra num processo de conflito interior que se não for detectado a tempo pode levar o indivíduo a um estado de desequilíbrio.

O fato de se sentir "fora do ar", pode promover pânico a qualquer sinal de desconforto, ocasionando insegurança. Começa então a sentir saudades do Japão e da "segurança" cristalizada em sua mente.

A história que se repete todo ano é mais ou menos parecida com as imagens gravadas numa filmadora, como aquelas que são gravadas quando algum membro familiar vai partir para outro país e registra cenas da sua vida antes da viagem.

Encontros com amigos, festas com familiares, passeios pelos lugares preferidos, a cidade, o bairro, a rua, a vizinhança, os colegas de trabalho. Vai gravando tudo para poder matar a saudade quando estiver longe de casa.

No dia da viagem registra tudo... Cada abraço, cada beijo é gravado com carinho. Lágrimas e sorrisos. Despedida marcada pela emoção... Promessas e juras. O compromisso da volta e a certeza da vitória.

Na hora de embarcar a filmadora é desligada. As imagens são levadas juntas como tesouros únicos. Lembranças daqueles que ama... colírio para os olhos marejados, um bálsamo para aliviar a ausência dos entes queridos.

Por anos fica na expectativa da volta, ansiando contar tudo o que viu e viveu. Guarda cada momento para poder relatar com detalhes. Alegrias e tristezas, marcadas a "ferro e fogo" num país cheio de contrastes.

Chega o dia de voltar para casa. Deixa para trás um longo rastro num país que no início parecia estranho mas que depois tornara-se a sua segunda casa. Um lugar para se guardar no álbum de recordações.

Habituou-se àquela gente, ao modo de vida, à tradição milenar... Uma sociedade de primeiro mundo, com alta tecnologia. Fez novos amigos, criou laços afetivos que trazem uma nova dor: a partida, novamente.

Mas tem que partir. Voltar ao antigo lar... Com lágrimas e sorrisos faz a viagem de volta esperando rever todos os entes queridos e "velhos" amigos. Guarda ainda na lembrança aquele dia em que partiu para o Japão.

Atravessa metade do planeta ansioso pelo reencontro. A saudade bate forte no peito. Desembarca no aeroporto de São Paulo. A emoção da volta o domina, mas fica aquele vazio: "Onde estão todos?!".

Seu subconsciente grava cada instante. O tempo nublado, frio e úmido. O vento gelado faz o seu corpo tremer. Seus ossos chacoalham. Faz esforço para manter as pernas firmes. Sua memória viaja no tempo. Passaram-se dezesseis anos!

Antes, várias tentativas para o retorno já haviam sido feitas em vão. Sempre a mesma imposição: "É melhor você ficar aí no Japão, aqui no Brasil está ruim!". A única vez que conseguiu voltar ao país de origem, permaneceu por um ano e meio.

Sentia-se cansado dos longos anos vivendo num país longínquo, ao completar meio século de vida, deseja recomeçar uma nova vida em sua terra natal. A aposentadoria torna-se uma das principais preocupações.

Durante três anos, enfrentou desafios, conflitos e decepções. Superou a crise de identidade que abateu muitos dekasseguis que retornaram ao Brasil. Passou por situações constrangedoras... Mesmo a notícia de uma doença não o abalou, preferiu viver!

No fim deste período de readaptação a sua filmadora pode finalmente ser religada. Com vontade e coragem consegue transpor a ponte sobre o vácuo que a distância e o tempo havia criado entre ele e aqueles a quem amava.

Do outro lado da ponte reencontra... a família... os amigos... sonho e ideais!

Shima
22/11/2009"

(*) Esta fase marcou o meu retorno definitivo à Brasília, desde que fui para o Japão em 1990.

HOJE, 7 ANOS DEPOIS... ANO DE 2016


Uma aventura marcada por dramas e incríveis momentos de realização, permeado por vitórias conquistadas em todas as frentes onde um homem é capaz de se desafiar... assim fiz.

A incompreensão marcou esta fase. Há que se ter o conhecimento sobre a espiritualidade humana para entender ao alguns pontos que marcam os passos de um peregrino da Luz.

A caminhada não é um "mar de rosas" como sempre repito. Paralelo a estas situações mantive o bom senso, o código Bushido que carrego comigo, uma bagagem de vida adquirida ao longo de 16 anos vividos no Japão: Sim, sou um guerreiro!

O que passei me faz sorrir... as lições de vida foram um grande aprendizado que agora, posso dizer com segurança que sou um homem realizado.

De 2009 até o início de 2012 permaneci firme, confiando no tempo como o melhor remédio para uma situação muito difícil contada nos artigos que chamei de "Caminho das pedras". Durante 3 anos desenvolvi a prática da confiança e da fé, quando tudo estava contra mim, até a minha família devido à minha espiritualidade aflorada.

Depois de um bom tempo em que tive que passar por análises de médicos e psiquiatras,  fui considerado uma pessoa normal, capaz e lúcida... Pude então recomeçar com força total. Durante toda esta trajetória fiz um processo de reinserção na sociedade que até então não havia conseguido devido à "Síndrome do Dekassegui". Durante este período fiz uma reciclagem profissional e cursos de especialização para retornar ao mercado de trabalho.

Logo que recebi a alta médica, passei num concurso público e mudei para a cidade de Águas Lindas de Goiás, onde passei a ser um servidor público, exercendo as minhas atividades numa escola municipal. Por 3 anos desenvolvi todos os potenciais e aptidões profissionais, realizando sonhos e ideais. Foi nesse período e nessa cidade goiana que criei a GM (Grande Missão), que seria a minha maior realização espiritual desde o meu retorno do Japão.

Pois foi no Japão que realizei a mais completa peregrinação espiritual que uma pessoa é capaz de vivenciar. Por 16 anos percorri todos os santuários sagrados, estudei, pesquisei e desenvolvi novos métodos de cura e vivência para o nosso despertar consciencial, além de receber os ensinamentos e revelações sobre a nossa evolução, ascensão e propósito divino na Terra.


A REALIZAÇÃO DE UM SONHO: GFH...


2016 - Foto atual, sete anos depois...
Foi realmente um período intenso, de plena expansão da consciência seguido de vários testes e aprendizados. Agora, vivendo aqui em Barra do Garças, Mato Grosso, posso concluir diversas fases do meu desenvolvimento espiritual através da concretização de sonhos, ideais e projetos.

Depois de 3 anos em atividades com a GM, tendo criado diversos grupos de estudos e trabalho, chego ao ponto onde realizaram-se as mais surpreendentes manifestações de despertar, conscientização e revelações sobre a nossa jornada espiritual na Terra, ao lado de outras águias. 
                                                                      



A GFH - Grande Fraternidade Humana da Terra é uma dessas realizações da qual me preenche de infinita alegria, com um sentimento de gratidão a todos os mestres, mentores, guias e guardiães espirituais que me conduziram a este caminho de Luz, Sabedoria e muito Amor. Essa organização social funciona como uma ONG e tem o propósito de criar uma nova consciência: Um cidadão universal, onde a fraternidade humana é o objetivo principal de relacionamento da raça humana entre si e com todos os seres manifestados.

A busca pela paz é um dos nossos projetos sustentado pela MPT (Missão Paz na Terra) desenvolvido pela GFH em todos os setores da sociedade. Esta é a nossa Bandeira Crística.

Aqui em Barra do Garças, MT, vamos iniciar uma nova jornada colocando em prática o "Projeto Terra" criado para manifestar em nosso mundo o Plano Divino destinado à Humanidade terrestre, uma civilização altamente espiritualizada, mediante a promoção de crescimento individual, expansão do amor divino e da prática das corretas relações humanas.

É um desafio? Sim, um grande desafio que necessita de uma imensa "mão de obra" pois este Projeto Terra é para todos participarem, voluntariamente e com o espírito fraterno de amor ao próximo. A filosofia é "ser Amor", nada mais do que isso é necessário.

Então, corações amados...

Após estes últimos 7 anos, posso afirmar com toda a certeza de que estamos no caminho certo, quando apenas este Amor vibra e ressoa em nosso coração, nos conduzindo na direção do bem, da verdade e da beleza que inebria uma alma divina em sua essência. Os anjos de Luz são vocês, que anseiam e lutam para sustentar a Luz em nosso planeta, em cada vida e em cada ambiente onde se manifestam.

Os alicerces da Obra de Solidariedade Universal começam por cada um de nós. A Paz sim, é possível, mas antes, vamos limpar o terreno para que a transição planetária seja plena em amor. Essa é a transição: a época que estamos vivendo agora.

Vamos nos preparar, compreendendo o aqui e agora!

Uma nova vida... uma nova era!

Somos Luz... somos Amor!

Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE...

PODCAST

Artigos por Temas

12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) Águias (11) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Annunakis (1) Anti-Crísticos (4) Apocalipse (2) Arcanjo Miguel (5) Ashtar Sheran (16) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Blog (5) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (2) Bombojira (1) Brasil (5) Brava Gente News (1) CAD (16) canalizações (88) Censura (2) Chamado (7) China (2) Chonan (3) Clã (2) Comando Ashtar (15) Comunismo (32) Conclave (4) Conspiração Alien (4) Cristo (4) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) Decreto (2) Despertar (8) Djwhal Khul (1) Draconianos (3) Dragões (4) Dragões Dourados (3) Dúvidas dos Leitores (4) eclipse (1) El Morya (3) explosões solares (2) Expurgo (2) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Gaia (4) GFH (7) GM (2) Goiás (1) Governo Oculto (9) GPT (12) Grande Fraternidade Branca (4) Guardiães da Luz (2) Guerreiros da Luz (15) Instituto Portia (2) Japão (2) Jornalismo (1) Kwan Yin (7) Lady Portia (3) Lei do Retorno (1) Lord Maitreya (12) Lúcifer (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (14) Maria Madalena (5) Mediunidade (4) Mestra Nada (23) Mestre Jesus (1) Minhas reflexões (7) Monarquia (2) Não-Confederados (1) Nebadon (1) Nibi (1) Nibiru (1) Operação Brasil (20) Operação Resgate (22) Orbs (1) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (22) Pai Quirino (1) Pandemias/Epidemias (5) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (45) Plêiades (2) Portais de Luz (21) Portugal (1) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (2) Projeção da Consciência (4) Projeciologia (2) Projeto Comunista (4) Publicações (1) Rebelião Luciferiana (1) Remote View (2) Rússia (1) Saint Germain (9) Sananda Kumara (7) Sara Kali (3) Servidores da Luz (1) Shakti Revista (1) Shima (141) Shima&Ree (3) Socialismo (5) Teia Crística (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (4) Transição Planetária (58) Tribunal do Conselho Cármico (22) Umbanda (1) Umbral (2) Universo (2) Venezuela (15) Vidas passadas (2) Visão Remota (4) Xopatz (1)

Post Bottom Ad

LightBlog

Páginas