0
Registro das Bolhas de Luz - primeira foto (24/08/2012)

Foi em 24 de Agosto de 2012 que tudo começou...
Primeiramente vieram as Bolhas de Luz, depois as Sondas e então as Naves...

Foi uma descoberta surpreendente que mudou toda a minha vida... inclusive a minha missão espiritual!


27/12/2017 - Praça da Matriz, Barra do Garças/MT



Ontem a Ree e eu resolvemos dar uma volta para respirar um pouco.

E tivemos a alegria de poder registrar as Bolhas de Luz que chamo de “Escoltas” porque estão presentes em todos os lugares e ambientes que estamos. Já as registramos em milhares de fotos e vídeos em diversos cenários. Fui testemunha de muitos combates que estas “Sondas” luminosas enfrentam quando surgem as “sondas negras”.

Quando as “Escuras” chegam ou aparecem, as Bolhas de Luz fazem um movimento de se chocar contra elas e assim instantaneamente, as bolhas negras se desintegram. É bem simples... são rápidas e se movimentam de forma que quebram qualquer lógica física. Como na velocidade da luz, param de repente e mudam de direção em ângulos que seriam impossíveis de ser executados, mas os realizam de forma bem natural.

Há as pequenas, outras minúsculas, do tamanho de uma bola de golfes ou até 9 metros de diâmetro, foram estas que consegui registrar no decorrer dos anos. Suas várias cores que identificam as Legiões ou Comandos a qual pertencem. Consegui registrar momentos em que estas pequenas sondas se abrem e vários seres surgem lá de dentro. Algumas Bolhas são de Legiões de Arcanjos e Anjos... Divinas! Outras são da Frota do Comando Ashtar.

Seres Interdimensionais também fazem parte desta Legião de Luz. Muitos destes seres tem a função de realizar limpeza energética no ambiente ou na atmosfera, queimam as toxinas das nuvens negativas emanadas pelas pessoas. De acordo com as cores, potencializam as energias benéficas e amorosas criando um campo energético que acabam formando novas egrégoras de Luz.

Estar com estas Bolhas de Luz é participar da sinfonia da Criação e sentir os reinos elementais, dévicos e angélicos em pleno movimento, trabalho e dispensação de força crística. É sentir-se banhado pela própria Fonte Primordial.

E foram essas as sensações que senti junto à Corujinha ontem à noite na Praça da Matriz, aqui em Barra do Garças/MT.

Mais uma vez, pudemos testemunhar que não estamos sós, mas sempre muito bem acompanhados pelas Hierarquias da Luz.




Em Luz e Amor,
Gratidão Profunda.
Shima e Ree.

Namastê.

Postar um comentário

 
Top