0

AS AÇÕES NOS MUNDOS INFERIORES


Saudações da Luz, queridas Águias!

Há muito já alertamos sobre os eventos e as mudanças que ocorreriam aqui na Terra como em todo o Sistema Solar, nos planos sutis e principalmente no físico. Os mundos inferiores são realidades criadas para a experiência da alma humana e coexistem simultaneamente nos planos etérico, mental, astral e físico.

Através da manifestação consciencial, cada entidade humana faz a sua jornada neste orbe terrestre vestindo em cada plano um corpo cada vez mais densificado, sendo o mais material, o corpo carnal, que é o corpo de sensações, onde todas as experiências são registradas a partir do plano físico. Cada uma das vestimentas nestes planos de existência tem sua função que ressoa com os pensamentos, emoções e atos realizados na vida diária.

Cada caminho é uma experiência. Uma leva ao medo e a outra ao amor. Apenas a consciência desta dualidade torna compreensível o processo de caminhar. E ter o conhecimento sobre o significado da Lei do Livre Arbítrio já é um passo imenso para entender o que ocorre no mundo atual.

Nos últimos anos um grande trabalho vem sendo feito para o despertar planetário com o objetivo de preparação para as mudanças que ocorreriam em toda a Criação e as operações de resgates promovidas pelo Comando Ashtar tem esse propósito, porque seria desta forma que todos os Filhos da Luz enviados a este planeta poderiam ajudar neste processo que agora ocorre no planeta, no Sistema Solar, em toda a Galáxia e envolve todo o nosso Universo.

Muitas informações ao longo do tempo falaram em resgate da humanidade através das naves estelares sem se dar conta que o processo de resgate já havia começado.

A Grande Operação de Resgate tem sido o despertar da consciência e os alertas, chamados, e orientações feitas pelo Comando Ashtar estavam sendo direcionadas neste sentido e objetivo. Os chamados foram uma das etapas dos resgates e a maioria não atendeu e nisso, fizeram suas escolhas por livre vontade. Cada chamado do Comando Ashtar tinha o propósito não só do resgate em si, mas também do início das preparações e treinamentos para os eventos que agora começam a ocorrer neste orbe terrestre.

Em seu amor pela Humanidade, o comandante Ashtar tem atuado em todas as frentes e nos mundos internos – astral, mental e principalmente nas camadas mais densas conhecidos como Umbral onde residiam as maiores forças contra o Plano Divino do Pai Micah.

Nos reinos inferiores do Umbral tem sido realizadas as maiores operações de resgate da história humana desde a sua criação. Muitas guerras e batalhas ocorreram lá embaixo. E muitas baixas ocorreram ao longo deste tempo. Hoje, a maioria dos reinos já foi limpa, purificada e reurbanizada. E dezenas de bilhões de entidades humanas, não humanas e alienígenas foram retiradas, banidas ou remanejadas para outros orbes.

Para quem acompanha os meus artigos, sabem que no Umbral é onde a maioria dos desencarnados passam a sua existência após a morte física, ficando muitas vezes neste mundo por séculos e milênios, presos em suas dores e sofrimentos que adquiriram durante o encarne. Se o globo terrestre é imenso para uma entidade encarnada, imagine a dimensão do umbral terrestre que ultrapassa o Cinturão de Asteróides deste Sistema Solar.

Aí se tem uma idéia da dificuldade das operações resgate feitas pelo Comando Ashtar. Encontrar uma consciência humana é muito mais complexo do que encontrar uma agulha num palheiro. Ainda mais que os reinos umbralinos ultrapassam 150 reinados, ou seja, é como se fossem mais de 150 superfícies do plano físico terrestre. Por isso denominamos essas regiões de camadas umbralinas ou reinos inferiores.

Se é difícil encontrar uma pessoa no meio de mais de 7 bilhões de encarnados, imagina então procurá-la em cada recanto deste planeta... compreende?

É como tentar achar um vagalume com sua luz apagada no fundo do oceano!

Nas operações executadas pelo CAD (Comando Águia Dourada) junto com o Comando Ashtar temos como missão, o rastreio e localização de desaparecidos, muitos deles há milhares de anos. Destes em muitos casos encontramos apenas as centelhas divinas, pois seus corpos já não existem mais. Nos registros do CAD, constam o resgate de bilhões de entidades humanas realizados nas profundezas umbralinas.

Através destas operações temos acesso à história do nosso passado e das civilizações que existiram durante incontáveis períodos remotos. E auxiliam a desvendar o momento atual da Humanidade, do nosso planeta e do Sistema Solar.

Nos últimos meses deste ano nossas ações nestas operações resgates se intensificaram após cada explosão solar, que ocasionou a retirada de milhões de entidades humanas, assim como o auxílio a outros seres interdimensionais e estelares que atuam na missão crística.

Os Efeitos das Explosões Solares



Imagem do LASCO C2 mostrando algumas explosões solares ocorridas na madrugada e manhã de hoje, dia 21/10/2017.
Fonte: Apollo 11. Acesso em 21/10/2017 às 09:44h BR (GMT -3)


A situação tem se agravado com as novas explosões solares ocorridas nas últimas semana, conforme divulguei nos meus artigos e Lives, com o intuito de alertar e promover a conscientização sobre os cuidados e ações preventivas que devem ser tomados neste período turbulento que o Sol está apresentando.

As Ejeções da Massa Coronal (EMC) são carregadas de plasma e radiação ultravioleta que ao atingir a superfície da Terra, podem ocasionar danos físicos e psíquicos. Em outros artigos comentei sobre os sintomas e sensações que ocasionam e a forma de prevenção.

Minha função nestes 12 anos de trabalho é a conscientização das pessoas neste caminho de descobertas sobre a sua missão espiritual no planeta. Quebrar paradigmas é um dos métodos que utilizo para desenvolver em cada um, a arte do pensar e de discernir. Sair do casulo é a meta.

Como foi dito semanas atrás, estamos entrando na fase em que o nosso Astro Rei está com sua face explosiva voltada para a Terra, assim devemos tomar precauções ao se expor ao Sol hoje e nos próximos dias. A exposição direta é prejudicial e causa transtornos físicos, emocionais, psíquicos e até mentais. Cuide-se para evitar danos. Os cuidados médicos podem ser necessários nesta fase.

Os efeitos das explosões solares costumam ocasionar alteração na pressão arterial, taquicardia, enjôo, vômito e distúrbios intestinais além de uma sensação de deslocamento dos corpos sutis que dá a impressão de que há algo dentro da cabeça se mexendo ou causando uma pressão, além de produzir uma sensação de deslocamento, lapsos de memória, sensação de emergência que se reflete numa ansiedade e até mesmo prostração como se nada fizesse sentido, como uma depressão, ou seja, agitação mental com taquicardia, seguido de desânimo (como numa depressão) e prostração do corpo físico.

Perceba que neste caso é como se ocorresse uma depressão oriunda de excesso de atividade mental e dos corpos, uma sobrecarga que ocasiona sintomas e sensações tão distintos em curto espaço de tempo. Os chackras, principalmente o coronário e o frontal são afetados diretamente pelas altas vibrações emanadas do Sol.

A sensação de “não pertencimento” ao local onde se está e também o de sentir como estar num lugar de “não tempo” é outro dos sintomas e sensações que decorrem destes eventos solares. A razão disto ocorre pelo fato das mudanças atômicas nas moléculas do nosso corpo físico que são originadas pelas transformações no núcleo solar e tudo o que ocorre no Sol, afeta diretamente toda a vida existencial no nosso Sistema Solar.

A nossa atmosfera tende a mudar de forma drástica em várias regiões do planeta e é possível que ao longo do tempo, essas regiões se alternem em altas temperaturas como se fossem o deserto do Saara, onde se existia um clima temperado e termos períodos de mini era glacial com frio e nevascas intensas em regiões onde isto não existia. É preciso entender que estamos vivendo sobre um corpo planetário que também tem vida e Gaia também é afetado por estas explosões solares.

Como nós, humanos, a amada Gaia tende a ter reações físicas quando seu corpo sofre bombardeios diários com as explosões solares. Bastam comparar o tamanho do nosso orbe terrestre em relação ao Sol e a curta distância que nos separa de apenas 150 milhões de quilômetros. O impacto na Terra destas EMC  vem numa velocidade incrível.

Estar atento já é uma atitude consciente. Pesquisar e estudar sobre os últimos acontecimentos é tão importante quanto fundamental para entender a realidade que o nosso planeta está vivendo. Muitas sondas da Nasa foram desligadas e são justamente as que poderiam acompanhar o que vem ocorrendo com o Sol, assim não podem transmitir novas informações. Somente as sondas opostas a estas explosões podem registrar, como aconteceu hoje.

O Comando Ashtar bem como o Comando Supremo Estelar tem se ocupado de ações preventivas e de proteção tanto ao orbe terrestre como de outros planetas do Sistema Solar, mas como mencionei em um dos meus artigos, o caso sério relaciona-se à ressonância dessas EMC que se explodem nos escudos criados pelos comandos das Hierarquias Espirituais, podendo afetar nossos corpos sutis através da vibração e radiação.

Um dos problemas são os efeitos diretos que acabam desencadeando alterações climáticas, erupções vulcânicas, terremotos e o maior percausto de todos é a interrupção do fornecimento de energia elétrica que pode ocasionar um colapso mundial, por isto temos tido a atenção especial do Comando Ashtar neste caso das explosões solares. Há muitas usinas nucleares em atividade no planeta e todas precisam da refrigeração para se manter segura.


Sobre uma possível guerra nuclear

Outro grande alerta que vem sendo publicado nos meus textos refere-se a crise na Coréia do Norte onde a maior parte da humanidade ainda não se deu conta.

É preciso que as ações humanas sejam na busca da solução consciente pela paz mundial e pelo equilíbrio das diferenças que existem nesta diversidade de raças coexistindo num mesmo habitat planetário. A gravidade ocorre pelo fato de já estarmos sob os efeitos de uma série de bombardeios externos a nível solar e ainda por cima, temos a crise no nível de relacionamentos humanos que pode desencadear uma hecatombe nuclear.

Busquem no diálogo, na compreensão e sobretudo na prática do amor crístico o entendimento e a paz que são necessárias nesta crise no extremo oriente. Ainda temos muitas personalidades humanas que acreditam na solução do caso de forma pacífica. Lembre-se que somos todos filhos de Deus e irmãos aqui neste planeta. Não há porque destruir uma família humana e planetária por questões de interesse oculto e disputa de poder.

Fortaleça os laços da fraternidade humana e apoie os líderes que buscam a solução na paz e na compreensão das diferenças que existem em nossa humanidade. E quando a dúvida persistir e a falta da esperança mergulhar suas consciências na escuridão, olhe para o céu... olhe para as estrelas!

Há lá no espaço cósmico algo muito maior para se pensar e refletir...

É o Cinturão de Asteróides que fica entre Marte e Júpiter. Um dia, aquelas incontáveis rochas foi um planeta lindo e próspero que reinava em sua mais plena harmonia diante da Criação. Era o diamante neste Sistema Solar com seus habitantes vivendo a grandeza de co-Criar junto às Hierarquias Espirituais e Celestiais.

Este planeta majestoso e tão promissor é apenas uma lembrança remota do que já foi e existiu. Olhar para este imenso cinturão que gira em torno do Sol é o motivo de tanta teimosia da minha parte em alertar cada águia que está encarnada neste orbe terrestre. E estamos aqui para evitar que tudo se repita novamente aqui neste planeta azul que passamos a amar e querer ajudar.

Este Cinturão de Asteróides passou a existir após uma hecatombe nuclear.

E não podemos deixar que outro cinturão de asteróides seja criado na 3ª órbita solar.

Eu sou um dos que vieram deste planeta que existiu na 5ª órbita solar.

E é com profundo amor que peço a cada alma humana, a cada consciência encarnada que é hora de sentarmos à mesa e conversarmos como uma grande família humana e resolver os nossos problemas de forma amorosa, serena e humilde. Com amor, tudo é possível. Não julgue. Apenas ame!




Gratidão profunda
Em Luz e Amor!
Shima.
Paz em Cristo!

(*) A questão das explosões solares estão relacionados ao nosso Salto Quântico Galáctico e Universal, já mencionados em artigos sobre o tema. O Sol apenas sabe que o momento chegou e sente os efeitos deste grande evento cósmico.


Saiba mais:

.







Postar um comentário

 
Top