13 DE MAIO – HOMENAGEM AO DIA DOS PRETOS VELHOS – 13/05/2020 - Caminhando com o Mestre

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

NEWS

Home Top Ad

LightBlog

Post Top Ad

LightBlog

Ouça o Artigo, Aperte o Play

quarta-feira, 13 de maio de 2020

13 DE MAIO – HOMENAGEM AO DIA DOS PRETOS VELHOS – 13/05/2020




Saudações da Luz,

O meu conhecimento sobre a Magia Sagrada ligada ao Povo de Aruanda começou na minha infância através do meu pai, o "Seu" Mauro como era conhecido em vida. Na verdade, o meu pai biológico foi meu primeiro mestre aqui no plano físico que despertou em mim a curiosidade sobre o mundo espiritual. Sua estante na sala era repleta de livros sobre a ciência oculta, esoterismo, kardecismo, astrologia, enfim os títulos das publicações abrangiam um leque imenso de conhecimento sobre a espiritualidade. Cresci literalmente no meio desta riqueza imensurável.

O meu pai era um industrial e mantinha um quadro de funcionários com mais de 100 pessoas além de uma equipe de mais de 30 vendedores autônomos. Na época em Brasília nos anos 60 e 70 a vida não era fácil e a concorrência desleal. O que eu mais presenciava eram despachos de macumba direcionados para a fábrica e contra o meu pai. E essas ações negativas faziam parte do nosso cotidiano. Via meu pai lidar com isso usando do seu conhecimento oriental para reverter essas magias. Sempre ouvia do meu pai as explicações e esclarecimentos sobre todas as ocorrências.

Mas foi em meados da década de 70 que passei a conhecer um terreiro, um centro espírita onde passei a ter contatos com os Pretos Velhos. Desde então, acumulei meio século de vivências ao lado destes incríveis conselheiros, ouvintes e curadores. Assisti e participei diretamente de muitos trabalhos e passei a conhecer as outras entidades que atuam na Umbanda e no Candomblé. Aprendi a entender o funcionamento de cada tenda e a existência de cada hierarquia ligada a uma Mãe de Santo ou Pai de Santo. A minha curiosidade crescente era saciada sentado num banquinho diante da figura inesquecível de um Preto Velho.

O que eles falavam, acontecia. O que revelavam se confirmava tempos depois. O ponto revelador era a condição ligada ao nosso livre arbítrio que norteava todas as orientações e instruções por parte dos Pretos Velhos. Eles mostravam a direção e cabia a cada um seguir ou não o caminho. A forma carinhosa, alegre e muito amorosa marcavam estes encontros mágicos com os queridos Pretos Velhos. Só a presença deles já criava o clima de esperança e fé.

Depois de passar por uma sequência de Iniciações junto com a Corujinha dirigida pelo Povo de Aruanda fundamos a nossa Tenda que atua através do Templo da Manifestação Divina (TMD) desde o ano de 2016. Os encontros de trabalho são diários e os atendimentos espirituais são realizados dia e noite no plano espiritual. Os atendimentos fraternos no plano físico continuam a ser feitos, mas é preciso agendar as consultas.

Durante cerca de 10 anos, na década de 80, o meu aprendizado foi ao lado de uma Mãe de Santo que tinha um centro espírita em Taguatinga, DF e com ela aprendi o significado da disciplina espiritual, o respeito aos rituais e um dos maiores treinamentos sobre como caminhar no Umbral. Foi através dela que reencontrei uma entidade que passou a ser o meu guia e instrutor pessoal e também, o meu protetor tornando-se um espírito guardião daquela época até os dias atuais. E a partir do momento que ele decretou o fim de toda e qualquer magia negra contra mim, nunca mais fui alvo deste tipo de despacho maligno. Foi com essa Mãe de Santo que conheci os efeitos da Lei do Retorno e foi um dos maiores aprendizados que obtive junto à sua Hierarquia.

Antes de partir para o Japão, tive um último encontro com a Mãe de Santo e ela me disse: “Filho, siga o velhinho de olhos puxados!”. O olhar dela expressava um profundo mistério como se via o meu futuro. Ela se referia àquele que seria o meu mentor espiritual do outro lado do planeta, o Meishu-Sama.

Foi durante as atividades da GM (Grande Missão) e no meio da guerra umbralina comandando o CAD que conheci a Corujinha, isso em junho de 2015. Foi quando o Exu Sr. Tranca Rua das Almas a trouxe para participar e se integrar à GM. Esse reencontro com a Corujinha foi marcado por muitos sinais de avisos, previsões e orientações. Com a Corujinha se juntava à GM uma imensa Hierarquia do Povo de Aruanda que passou a fazer parte das nossas atividades diárias. E nessa chegada veio também o Povo do Oriente.

E ontem a noite, conversando com a Corujinha sobre o tema a ser publicado em homenagem ao Dia dos Pretos Velhos, recebemos a visita do Pai João de Aruanda que estava muito feliz e com sua alegria deixou uma mensagem aos leitores do Blog Caminhando com o Mestre.


A PROTEÇÃO ATRAVÉS DO PODER DA FÉ
Pai João de Aruanda


Em Luz e Amor,
Paz em Cristo!
Shima e Ree.
Saravá!

Veja também - Artigo mencionado:
O APOCALIPSE – A ARMA BIOLÓGICA ANTICRÍSTICA  X O PODER DA FÉ – 11/05/2020
https://www.ernesto-shimabuko.com/2020/05/13-de-maio-homenagem-ao-dia-dos-pretos.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

LightBlog

Páginas