TRIBUNAL DO CONSELHO CÁRMICO – A LEI E A JUSTIÇA DIVINA – 27/06/2019 - Caminhando com o Mestre

CURSO

LightBlog

NEWS

Home Top Ad

LightBlog

Post Top Ad

quinta-feira, 27 de junho de 2019

TRIBUNAL DO CONSELHO CÁRMICO – A LEI E A JUSTIÇA DIVINA – 27/06/2019



Saudações da Luz,

O Terceiro Encontro Trimestral de 2019 do Tribunal do Conselho Cármico (TCC) ocorrerá agora no final do mês, dia 30 de junho, e se manterão reunidos durante todo o mês de julho para a realização de uma avaliação do último trimestre que envolveu uma série de denúncias, investigações e julgamentos já realizados pelos membros que integram o TCC.

É importante frisar que o TCC tem na sua jurisdição as ações que envolvem as atuais entidades humanas encarnadas bem como todas as Emanações de Vida presentes no orbe terrestre. No caso de uma entidade humana, a sua reencarnação no plano físico da 3D somente é autorizada e permitida de acordo com a Lei da Causa e Efeito, do Contrato Cármico e da Agenda de Vida do indivíduo.

No processo evolutivo da raça humana na Terra em seu estágio atual, a Humanidade Terrestre está sob a tutela do TCC que tem a guarda de todas as personalidades físicas encarnadas cedidas por suas Consciências Superiores (Eus Superiores) conforme o que foi determinado no Conclave do TCC de 2012. A partir desta tutela, cabe ao TCC a decisão sobre o destino final de cada consciência física encarnada em sua jornada terrena.

Após o desencarne, cada personalidade recebe o seu veredito que é executado imediatamente de acordo com o seu mérito ou demérito. Vários são os destinos finais no estágio atual que envolve o expurgo planetário conforme já mencionei em vários artigos sobre este assunto.

Neste 3º Encontro que acontecerá durante todo o mês de julho teremos a análise em especial das condutas dos Tribunais Terrestres em relação aos casos relacionados à Justiça dos Homens que vem sendo amplamente violadas e desviadas de seus propósitos originais e constitucionais, acarretando uma dívida cármica coletiva em um nível alarmante frente à Sociedade Cósmica e Universal.

O interesse da Hierarquia Espiritual da Terra em relação aos julgamentos e vereditos aplicados no âmbito terrestre por personalidades humanas que estão ocupando os cargos de magistrados, bem como, os que exercem a advocacia, advém dos desvios de condutas e a quebra da ética moral e do juramento feito e registrado no Livro da Vida que consta no TCC.

Neste caso, que envolve diretamente a Justiça Terrestre na aplicação da Lei e da Ordem Constitucional ficou caracterizado que está ocorrendo este desvio de conduta além do nível alarmante da corrupção dentro do âmbito judicial terrestre com destaque para os casos no Brasil.

Por mais absurda que possa parecer tudo o que acontece no plano da manifestação física é acompanhado diretamente pelo TCC no plano espiritual, já que as entidades humanas encarnam no plano físico com um propósito já predeterminado pelo mesmo e o não cumprimento acarreta as dívidas cármicas que são verificadas através dos julgamentos periódicos nestas reuniões trimestrais do TCC.

Durante a jornada física, a entidade encarnada pode sofrer sanções ou interferências em sua vida diária de acordo com o que foi estabelecido em sua agenda pré-encarnacional, que podem ser avisos, alertas e em casos extremos podem ocorrer dificuldades e provações, além das oportunidades de aprendizado. Doenças e mortes podem significar a retirada da entidade encarnada do plano físico por determinação do TCC.

Enquanto a Justiça dos Homens tem uma limitação no plano da existência física, que condiciona seus efeitos, a Justiça Divina trabalha nas causas e na pré-existência humana na Terra. Se apenas o TCC pode permitir uma encarnação terrestre, então está apto também para promover a retirada desta mesma entidade do orbe terrestre se assim for o veredito dos membros que integram o referido TCC.

Como em todos os Tribunais Terrestres há os Magistrados, os Procuradores, o Ministério Público, os Advogados, os Oficiais de Justiça e a Polícia, também existem todos estes departamentos que integram o Tribunal do Conselho Cármico e é do conhecimento de muitos a existência dos Anjos dos Registros e do Guardião dos Pergaminhos que acompanham a vida de cada cidadão planetário.

Para as consciências físicas encarnadas o entendimento sobre as Normas e Protocolos que regem a Lei e a Ordem Divina no planeta Terra pode ser complexo, mas elas existem e são eficazes em seus detalhes e precisão. Não há como ocultar nenhuma sombra onde a Luz prevalece. E a Luz da Verdade é única no TCC. Estar na presença de um membro do TCC por si só, já desnuda a alma humana, imagina estar na posição de réu e ser julgado por crimes e danos contra a Humanidade?


Como ocorre a aplicação da Lei e da Justiça Divina na Terra?

Quem nunca ouviu falar do Arcanjo Miguel?

Quem nunca viu a Espada de Luz do Arcanjo Miguel?

Quem nunca sentiu a presença dos Falangeiros de Miguel?

As Milícias Celestes do Arcanjo Miguel são conhecidas entre nós como os Falangeiros de Miguel ou mais especificamente podemos dizer que são conhecidos como as Falanges dos Exus Guardiões.

Exatamente isso, os Exus.

São essas entidades que atuam no Umbral até no nível do Plano Físico, aplicando a Lei e a Ordem Divina. São os Executores da Lei Divina.

Cada entidade humana encarnada e até desencarnada tem um Exu da Lei do seu lado.

Em cada casa, em cada rua, em cada esquina, em cada bairro e até em cada cidade há um Exu Guardião vigilante 24 horas, dia e noite. Pode ser no Umbral ou no Físico.

Os Exus e as Bombojiras possuem a autoridade da Lei Primordial da Criação para se manifestar até no plano físico se for necessária a sua atuação. Nenhuma força terrena, espiritual ou divina carrega essa missão específica destinada aos Exus e Bombojiras de Lei e da Ordem estabelecida pela Fonte Que Tudo É.

Enquanto uma entidade humana encarnada tem a visão limitada a apenas uma existência carnal, um Exu de Lei o acompanha por várias encarnações durante milênios em sua jornada terrena. Tem o registro e o acesso akáshico de uma pessoa de quem foi incumbido de auxiliar. Nenhum pensamento, sentimento, emoção, atitude ou conduta escapa desta vigilância. Tudo é registrado.

Então, toda a pessoa na vida física de alguma forma em qualquer circunstância está amparada por um Exu de Lei seja na aplicação da Justiça Divina ainda em vida ou na Lei do Retorno quando são necessários a realização de ajustes, conforme os danos causados visando o restabelecimento do equilíbrio, em qualquer nível de ação em que tenham ocorridos danos contra um ser dentro da Criação.

Por isso, ao desencarnar no plano físico a pessoa que tem carmas negativos passa pelo Umbral onde os Exus de Lei aplicam a Justiça Divina antes que esta entidade humana possa ter uma nova oportunidade de voltar a reencarnar. O Exu da Lei atua também como um “carceireiro” e nesta função a liberação do condenado do Umbral ocorre por mérito, esforço e vontade. Por isso, um Exu da Lei é também um protetor, amparador e guardião.

Em caso de audiência diante do TCC cabe ao Exu da Lei buscar o réu ou a entidade humana que está sendo investigada ou que precisa ser ouvida em depoimento. Pode ser uma pessoa encarnada ou não. Todos os chamados para prestar algum esclarecimento, ser ouvido em julgamento é imediatamente levado ao TCC por um Exu da Lei. A Ordem de Busca e Apreensão também é realizada pelos Falangeiros de Miguel em qualquer situação ou necessidade.

Até quando há necessidade de provas físicas para os Tribunais Terrestres são os Exus de Lei que promovem a materialização, ou seja, o encontro destas provas dentro da Lei e da Ordem Divina e ajudam os peritos, os policiais, os investigadores a terem acesso aos documentos e fatos (testemunhas) que geram as provas judiciais junto às Instâncias jurídicas terrestres.

Desde que a Intervenção Divina foi decretada no Brasil, a Verdade vem aflorando perante toda a sociedade brasileira. Os escândalos, denúncias e documentações são trazidos à tona pelos Exus de Lei que vem atuando de acordo com a determinação do TCC.

E é nessa situação que o 3º Encontro Trimestral do TCC vai debater, julgar e promover o veredito sobre o comportamento e atuação da Justiça dos Homens.

Não será um julgamento da Humanidade e sim dos Tribunais Terrestres e dos envolvidos na aplicação da Justiça terrestre sobre a aplicação da Lei e da Ordem Divina.

O TCC já ouviu todos os Magistrados e os Homens da Lei do plano terrestre já foram convocados e apresentados aos membros do TCC através de suas consciências espirituais com a presença de seus mentores e guias espirituais e todos foram ouvidos. Isso vinha acontecendo deste o Julgamento ocorrido em julho de 2018 no TCC.

O veredito será pronunciado agora em julho de 2019.

No caso de penalidades será uma ação rigorosa diante do fato de estarem relacionadas a Tribunais Terrestres que tem a função perante a Hierarquia Espiritual da Terra de representar a Lei e a Ordem Divina na Terra.

Este será um dos maiores julgamentos já realizados pelos Tribunais Siderais em um orbe planetário.

O Planeta Azul novamente será palco de um acontecimento cósmico e universal.

E acreditem, pode a Justiça dos Homens falhar, mas a de Deus nunca falha.

Assim é e está escrito!

As Milícias Celestiais do Arcanjo Miguel estão a postos.

A Lei será aplicada.

Em Luz e Amor,
Paz na Terra!
Shima.
Namastê.

(*) A GFH (Grande Fraternidade Humana da Terra) participa em seu 12º Encontro Trimestral junto ao TCC (desde outubro/2016), quando foi Consagrada e Reconhecida como Entidade Espiritual representativa da Raça Humana na Terra. A GFH tem assento e voto durante as Reuniões do Tribunal do Conselho Cármico.


Saiba mais:

CONSELHO CÁRMICO – DATA LIMITE E O EXPURGO PLANETÁRIO - 02/04/2019
https://www.ernesto-shimabuko.com/2019/04/conselho-carmico-data-limite-e-o.html

GPT - ENCAMINHAMENTO DE PEDIDO AO TPT - 13/05/2019

http://www.ernesto-shimabuko.com/2019/05/gpt-encaminhamento-de-pedido-ao-tpt.html

ESPECIAL TRIBUNAL DO CONSELHO CÁRMICO
https://www.ernesto-shimabuko.com/p/especial-tribunal-do-conselho-carmico.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

LightBlog

Páginas