UMBANDA – A Religião Genuinamente Brasileira – 15/11/2018 - Caminhando com o Mestre

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

NEWS

Home Top Ad

LightBlog

Post Top Ad

LightBlog

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

UMBANDA – A Religião Genuinamente Brasileira – 15/11/2018




15 de Novembro, Dia da Umbanda


MENSAGEM DA MESTRA NADA


"Saudações Filhos,


Quando todos perceberem que temos a mesma fé e manifestação, a Hierarquia Divina poderá consagrar nos tempos atuais a descoberta da verdade crística.
Reconhecemos na Umbanda de hoje, na Aumpram de outrora, o caminho mais fiel que conduz a verdade crística.

Isto se deve ao fato de todos poderem atuar na mesma seara por amor, com a responsabilidade, comprometimento e benevolência misericordiosa.
Aos médiuns que atuam nesta lei se façam presentes e usem o embasamento do conhecimento Universal como o estandarte para o amor divino consciente.

Que suas mãos sejam os cálices da Espiritualidade e que o seu compromisso com a Lei Divina Universal guie os seus passos.
Que os Orixás atuem na sua coroa e você seja o canal da manifestação primordial realizada.

Hoje manifesto meu pedido para que a Lei se faça, se integre e restabeleça neste orbe a verdade crística. E que todos aqueles que dissoarem desta verdade sigam seus passos em uma nova Jornada.
Que Orixá Exu se integre a sua morada.

Eu Sou Nada".

Canal: Renata Zimmermann
Mensagem recebida em 15/11/2018 às 15:51h.




Saudações da Luz,

Comemoramos hoje o Dia da Umbanda e não poderia deixar de falar sobre esta Entidade Espiritual que carrega na ancestralidade a história, os registros e os alicerces que criaram inúmeras religiões no passado remoto tanto do Oriente quanto do Ocidente. Nos tempos atuais é preciso manter a mente aberta quando se aborda temas espirituais porque sem essa atitude fica incompreensível a visão sobre a nossa origem neste orbe terrestre.

A Umbanda é considerada uma Religião porque tem a função de Unir o Humano e o Divino no Homem. Ela não pode ser catalogada como seita ou igreja e nem um templo, pois a Umbanda é conhecimento e ciência sagrada com sua origem nos tempos primordiais da Raça Humana neste planeta. Portanto, está além da imaginação das pessoas encarnadas neste plano terreno, porque a sua fonte original é a própria Criação e seus Instrutores se assentam nas Linhagens Sagradas do Pai Primordial, a Fonte Que Tudo É.

É preciso que a sociedade se mantenha afastada da margem da discriminação e da rotulagem sobre o que desconhecem, principalmente quando o assunto se relaciona à religião. Cada pessoa tem sua própria crença pessoal e coletiva e é parte da nossa jornada aqui na Terra o aprendizado sobre a nossa espiritualidade e o estudo sobre as origens cósmicas e universais. O processo de evolução da alma humana tem vários caminhos e apenas uma direção: Deus.

A Umbanda difere muito do Candomblé (matriz africana) e do Kardecismo (espiritismo) e tem sua estrutura fundamental ancorada na ancestralidade brasileira, pois o seu fundador Caboclo das Sete Encruzilhadas foi em uma de suas encarnações, o padre jesuíta italiano Gabriel Malagrita que teve uma vida missionária no Norte e Nordeste brasileiro no período colonial do Brasil entre 1721 a 1754, quando a capital era a cidade de Salvador.

O seu contato com os indígenas na época teve um propósito divino, o seu retorno e o contato direto com os remanescentes de uma civilização milenar que existiu num passado remoto em terras brasileiras e era ligada diretamente ao continente atlante. Desencarnado após a sua morte na fogueira da Inquisição, retornou ao Brasil onde deu continuidade à sua missão no resgate da ancestralidade da nação brasileira através do plano espiritual, atuando na Umbanda como o Caboclo das Sete Encruzilhadas.

No passado, o Caboclo das Sete Encruzilhadas foi um dos Grandes Sacerdotes dos Templos Sagrados do Império Divino que existiu no coração deste solo sagrado. Um dos erros na tradução antiga durante a fase do descobrimento desta terra tupiniquim foi a interpretação sobre um nome que foi pronunciado pelos indígenas quando perguntado pelos portugueses sobre onde estavam e que foi respondido: “Baratzil”. Como os indígenas apontavam na direção ampla do horizonte, a visão dos navegantes apenas viam as árvores abundantes em volta e então a confusão se estabeleceu na mente dos primeiros colonizadores.

Na Era Atlante, as terras ao sul do Grande Continente da Atlântida eram conhecidas como Baratzil, que depois das catástrofes e as inundações, este Império se fragmentou em pequenos reinos cujos habitantes sobreviveram e vieram a formar sobre as ruínas antigas os impérios Incas, Maias e outras nações que originaram as tribos indígenas da Amazônia. Por isso desde aquela época até os dias atuais, o Brasil mantém a mesma egrégora em seu nome da antiga civilização sagrada que foi a maior que existiu nesta Humanidade terrestre.

Na Umbanda há um manancial de estudos e conhecimentos ancestrais que podem ser acessados por pesquisadores, estudiosos, esotéricos e espiritualistas universais, pois em seu acervo há uma série de livros, incluindo os que foram psicografados pelo médium Rubens Saraceni que aborda a Ciência Sagrada, base da criação de muitas religiões da Humanidade. Entre estes destaco dois em especial: a “Gênese Divina de Umbanda Sagrada” e “Doutrina e Teologia de Umbanda Sagrada” (publicações da Ed. Madras), que poderão contribuir imensamente no conhecimento desta religião que é única no mundo e original do Brasil.

Romper as crenças limitantes impostas na época Medieval durante o período negro da Inquisição e suas consequências e efeitos danosos nas religiões antigas é importante para a expansão da nossa consciência atual e no resgate da nossa ancestralidade. Toda crença religiosa parte de apenas um principio: a existência e a onipotência de Deus, nosso Pai Criador.

Então, todos os caminhos levam a Deus. Essa é a verdade.

A Umbanda é reconhecida como uma Religião de origem nacional e tem na data de hoje, 15 de Novembro, o seu Dia de Comemoração no nosso calendário oficial, conforme o Decreto-Lei nº 12.644, de 16 de maio de 2012:

Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos

LEI Nº 12.644, DE 16 DE MAIO DE 2012.
           
Institui o Dia Nacional da Umbanda.

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

          Art.1º    Fica instituído o Dia Nacional da Umbanda, que será comemorado, anualmente, em 15 de novembro.

Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 16 de maio de 2012; 191o da Independência e 124o da República.

DILMA ROUSSEFF
Anna Maria Buarque de Hollanda
Luiza Helena de Bairros

Este texto não substitui o publicado no DOU de 17.5.2012


E como todas as religiões, crenças e templos há a garantia constitucional para a sua existência em território nacional:

Inciso VI do Artigo 5 da Constituição Federal de 1988

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
VI - e inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;




Deixo aqui alguns links relacionados sobre este artigo, com temas já publicados no Blog Caminhando com o Mestre sobre o assunto:

A Umbanda e a Nova Era

Os Missionários da Nova Era

Como Será a Religião da Nova Era

Os Médiuns da Nova Era

Mensagem de Mestra Nada para a Nova Era

O Fim da Transição Planetária

A Construção da Nova Era

Todos São Médiuns

Exus - Os Guardiães da Humanidade


Permaneçam na Paz em Cristo!
Em Luz e Amor,
Shima.
Namastê.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE...

PODCAST

Artigos por Temas

12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) Águias (11) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Annunakis (1) Anti-Crísticos (4) Apocalipse (2) Arcanjo Miguel (5) Ashtar Sheran (16) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Blog (5) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (2) Bombojira (1) Brasil (5) Brava Gente News (1) CAD (16) canalizações (88) Censura (2) Chamado (7) China (2) Chonan (3) Clã (2) Comando Ashtar (15) Comunismo (32) Conclave (4) Conspiração Alien (4) Cristo (4) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) Decreto (2) Despertar (8) Djwhal Khul (1) Draconianos (3) Dragões (4) Dragões Dourados (3) Dúvidas dos Leitores (4) eclipse (1) El Morya (3) explosões solares (2) Expurgo (2) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Gaia (4) GFH (7) GM (2) Goiás (1) Governo Oculto (9) GPT (12) Grande Fraternidade Branca (4) Guardiães da Luz (2) Guerreiros da Luz (15) Instituto Portia (2) Japão (2) Jornalismo (1) Kwan Yin (7) Lady Portia (3) Lei do Retorno (1) Lord Maitreya (12) Lúcifer (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (14) Maria Madalena (5) Mediunidade (4) Mestra Nada (23) Mestre Jesus (1) Minhas reflexões (7) Monarquia (2) Não-Confederados (1) Nebadon (1) Nibi (1) Nibiru (1) Operação Brasil (20) Operação Resgate (22) Orbs (1) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (22) Pai Quirino (1) Pandemias/Epidemias (5) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (45) Plêiades (2) Portais de Luz (21) Portugal (1) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (2) Projeção da Consciência (4) Projeciologia (2) Projeto Comunista (4) Publicações (1) Rebelião Luciferiana (1) Remote View (2) Rússia (1) Saint Germain (9) Sananda Kumara (7) Sara Kali (3) Servidores da Luz (1) Shakti Revista (1) Shima (141) Shima&Ree (3) Socialismo (5) Teia Crística (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (4) Transição Planetária (58) Tribunal do Conselho Cármico (22) Umbanda (1) Umbral (2) Universo (2) Venezuela (15) Vidas passadas (2) Visão Remota (4) Xopatz (1)

Post Bottom Ad

LightBlog

Páginas