0



Saudações da Luz,


DRAGÕES NEGROS, DRACONIANOS E REPTILIANOS NEGATIVOS:
Como Atuam na Ocupação dos Corpos Humanos

A maior parte das experiências realizadas pelas raças alienígenas negativas foi executada através dos Dragões Negros, Draconianos e Reptilianos negativos em níveis alarmantes com a raça humana terrestre, sendo que os Anunnakis fizeram outras alterações no DNA humano para limitar a capacidade de reação ou rebeldia por parte da raça humana contra seus interesses coloniais. Mas os mentores e a inteligência maior por trás dos bastidores foram as entidades da raça Xopatz que possuem um alto conhecimento sobre a Criação e desenvolveram tecnologias capazes de criar seus próprios projetos de expansão e domínio de outras raças. Outras raças alienígenas negativas participaram em conjunto com esse grupo principal, temos os Insectóides em destaque devido ao tipo de experiências realizadas com a raça humana.

Todas essas raças não confederadas são consideradas predadoras e como no Universo do Pai Micah, a raça humana prevalece dentro da sua Criação, foi a mais visada pela cobiça, ambição e fome destes predadores. Sim, a raça humana também é alimento para eles. Da mesma forma como os humanos da Terra se alimentam de carne do reino animal, a raça humana foi inserida na cadeia alimentar destes predadores cósmicos. Basta relembrar o que ocorria na era dos Dinossauros, quando um Tiranossauro Rex capturava um humano.

No estudo da ciência oculta, a Teosofia é capaz de esclarecer como ocorre o processo de renascimento da entidade humana neste planeta. No ocultismo (conhecimento universal), o acesso aos mistérios e segredos da Criação é revelado. É esse conhecimento que a maioria da humanidade não busca conhecer, por isso fica à mercê daqueles que mantêm a raça humana escravizada por tantos milênios. Assim como os Mestres da Luz tem esse conhecimento, também as entidades negativas como os Magos Negros e as raças alienígenas tem o mesmo conhecimento.

O despertar da humanidade passa pela fase do autoconhecimento individual onde a busca de suas raízes ancestrais e primordiais deve ser o objetivo maior da sua estadia numa encarnação terrena. Sem esse conhecimento e aprendizado, ficará preso à Roda de Samsara (ciclo de reencarnações), vivendo no mundo ilusório e seguindo o caminho da escravidão. Esse caminho tem sido a Queda da Humanidade.

A personalidade humana foi endeusada assim como o veículo que se manifesta, esquecendo-se do seu propósito divino de aprendizado e a razão da sua experiência humana na Terra. Nisso, os predadores conseguem conduzir a manada para onde desejarem e fazer o que querem com as entidades  encarnadas no orbe terrestre.


O Olho de Hórus


A verdade sobre o símbolo do Olho de Hórus revela a existência da glândula pineal, que se observado atentamente e colocado num corte lateral torna-se semelhante a esta imagem mística e oculta.

A consciência física é como um pequeno grão de ervilha, pequeno e esférico. É uma centelha divina ancorada e inserida dentro da glândula pineal onde passa a atuar como um “motorista” que dirige o veículo. Todo o sistema nervoso é como uma rede de terminais, onde as informações fluem idênticas às redes de correntes elétricas. As leituras das sensações externas (sensores espalhados pelo veículo) são interpretadas no computador de bordo da massa cinzenta, onde as redes de neurônios processam todas as informações e as retransmitem para a glândula pineal onde a consciência física toma as decisões ou reage automaticamente como um feedback.

É diferente do que ocorre na Câmara Secreta do chackra cardíaco onde a Chama Trina funciona como se fosse a “bateria” do carro. Sem a bateria, o motorista não pode ligar e nem funcionar o veículo. Por isso o sistema de Chackras é fundamental para a existência de qualquer emanação de Vida. O entendimento sobre os chackras inferiores e os superiores revela em que patamar evolutivo se encontra uma entidade humana. É o uso constante do circuito eletrônico que fará o veículo se movimentar de acordo com o sensor mais utilizado pelo motorista. Aqui o alerta aos motoristas sobre a essência contida na bateria.

Os três chackras superiores são manifestações da alma e os três inferiores sinalizam a atuação da personalidade humana encarnada. A alma é sua consciência superior e espiritual.

Este conhecimento sagrado e oculto foi varrido da memória da humanidade e substituído por crenças alicerçadas em religiões com finalidade de manter os fiéis aprisionados numa determinada egrégora separativista. E religião se difere muito da filosofia. Da mesma maneira que Budismo não é igreja e nem o Cristianismo. As religiões foram criadas por essas raças alienígenas negativas para dominar os povos conquistados em suas colônias intergaláxias.

Pois na criação não crística, as raças alienígenas negativas não tem conexão com seus Pais Criadores e seguem apenas os líderes e governantes. Estas raças em sua maioria são ovíparas e portanto sem laços afetivos com a genitora, como as formigas seguem apenas as ordens da Rainha. São criações bem diferentes da raça humana criada no Universo do Pai Micah que no processo evolutivo é capaz de se conectar diretamente com a própria Fonte Criadora. Ser crístico é estar conectado com sua própria essência primordial.

A forma como ocorre a dominação de uma entidade humana por esses predadores cósmicos é através do controle da glândula pineal, ocupando o lugar do motorista do veículo. Primeiro é feito o arrombamento da porta (brecha) e depois a retirada do motorista do lugar, ocupando-se o assento para dirigir o carro. Este procedimento é fácil quando o motorista é descuidado, sem consciência do perigo nas ruas está mais distraído com outras coisas do que com sua própria segurança, então o sequestro ocorre.

A partir deste ponto, a consciência humana é levada para um laboratório onde fica aprisionada e passa a sofrer experiências aterradoras ou aceita fazer acordos de prestação de serviços, tornando-se assim um novo cúmplice na parceria de crimes contra a humanidade. Assim surgem os contratos cármicos. E, em algum ponto de sua encarnação pode ocorrer a troca de motoristas, já que o veículo sofreu modificações para uso em determinados ambientes conforme as intenções do novo aliado que passa a conduzir o veículo. Neste ponto, ocorre aquilo que denominamos de mudança de personalidade caracterizada pelo desvio de conduta ética e moral.

Por serem predadores, os instintos animalescos são predominantes.

É possível identificar estas criaturas num veículo humano pelas atitudes. São ardilosas, seduzem e dão o bote. São como serpentes maliciosas e traiçoeiras. São répteis no verdadeiro sentido da expressão, pois seus ancestrais nada mais são do que os Dragões Negros,  Draconianos e até Reptilianos negativos.

O sequestro das consciências físicas para fins maléficos ocorre em sua maioria durante o sono, quando a entidade humana se projeta no corpo astral e por afinidade vai para o Umbral denso tendo a consciência capturada. A descida no Umbral denso acontece, pois a pessoa por algum motivo se conectou por desejo de vingança, raiva ou ódio. Pode ser também (a maioria dos casos) por instintos sexuais reprimidos ou desejos compulsivos. E nessa sede e fome vão saciar durante a noite depois de entrar no sono profundo, os desejos que alimentaram durante o dia.

E lá há uma horda de falanges malignas à espreita da vítima.

Outro caso de captura de consciência decorre de acordos conscientes, quando o individuo humano alimenta a ambição desmedida e a cobiça alheia, e passa a fazer planos maquiavélicos para alcançar o alvo do seu desejo. Neste ponto, a conexão com os alienígenas negativos ou magos negros acontece por afinidade e a conexão ocorre imediatamente. A brecha surge por um dos sentidos, o auditivo. Aqui a intervenção externa umbralina ocorre por aquela segunda voz que potencializa os desejos e cobiças, alimentando dia e noite esse desejo até que isso se transforme em vontade própria. Aí começa a negociar a obtenção deste poder em troca de alguma coisa. É o famoso “pacto com o diabo” que acontece por trás dos bastidores ocultos.

Este tipo de pacto não se rompe nem com a morte física. É como um pacto de sangue, magístico e negativo. Este é o caminho da magia negra, onde muitas entidades humanas se perdem e causam os atos mais perversos contra outra consciência humana encarnada. Neste ponto de involução, ocorre a troca do motorista do veículo. Os casos de corrupções, de violências animalescas, de ações contrárias aos princípios da raça humana surgem destes pactos.

O sequestro de consciências inocentes acontece, pois essas pessoas não acreditam na maldade destas raças alienígenas negativas e nem na sua existência. Os predadores são comumente chamados de espíritos do mal ou de diabo. Como são ardilosos e sedutores criam armadilhas através de encantos magísticos ou se fazem passar por pessoas bondosas e bem quistas. As amarrações que mais aprisionam são as amorosas, onde juras de amor são feitas sem discernimento, criando contratos cármicos que ultrapassam vidas e vidas.

A cobrança em vidas futuras destes contratos sempre vem com “juros e correção monetária”, torna-se impagáveis, ocasionando fins trágicos em uma determinada encarnação. No desencarne ocorre a captura desta consciência e assim criam o “Cavalo de Tróia”, inserindo nesta consciência uma parte da entidade maligna, que numa nova reencarnação passa a atuar como co-piloto do motorista oficial do veículo.

O aborto é um dos meios mais produtivos na expansão das raças alienígenas negativas, pois usam as consciências infantis inocentes capturadas para criar as sementes de ocupação de corpos físicos nas encarnações futuras. Usando tecnologia criam em laboratórios clones perfeitos destas consciências infantis e as desenvolvem implantando uma série de implantes negativos para poderem atuar no plano físico, quando reencarnarem. As verdadeiras consciências, vítimas destes abortos ficam aprisionadas em cápsulas e guardadas pela “eternidade” nestes laboratórios.

Os laboratórios dos Dragões Negros, dos Draconianos e dos Reptilianos negativos, nos subterrâneos umbralinos da Terra foram desmantelados pelas Operações de Resgate do Comando Ashtar e pelo CAD – Comando Águia Dourada nas investidas que fizemos nos reinos umbralinos.

Na superfície ainda há milhões de indivíduos encarnados que se tornaram humanos híbridos devido a esta intervenção alienígena negativa e é preciso aguardar o desencarne individual de cada um, para dar o destino final após a análise do Tribunal do Conselho Cármico.

----

A incredulidade das pessoas diante da publicação sobre os Alienígenas Negativos e os Não Confederados vem despertando tanta curiosidade como a negação dos fatos

Ninguém é daqui da Terra. Apenas os corpos carnais são constituídos de matéria densa deste orbe a partir dos elementos básicos que constituem os princípios da Criação em determinado ponto do Universo. Enquanto houver a negação da vida além da matéria física fica difícil a compreensão sobre aquilo que denominamos de “veículo” da consciência (alma).

É certa a aplicação do método de domínio da humanidade pelas raças alienígenas negativas que alcançam seus objetivos com a cumplicidade, a aceitação e até a omissão da sociedade. Não levar a sério estes alertas que vem sendo difundido por vários canais pelo planeta inteiro é o mesmo que querer tapar o sol com a peneira.

Nenhuma entidade humana encarnada na Terra nasceu aqui, pois sua origem vem das estrelas, de outros orbes. Aqui, apenas renascem para uma experiência humana, não importa se em missão ou para um aprendizado. O orbe terrestre é um caso raríssimo de experiências galácticas e cósmicas, porque apenas aqui houve a experiência com várias espécies e raças tão diferentes quanto antagônicas dentro da Criação.

É normal apenas duas raças fazerem uma experiência num mesmo orbe. A partir disso, é exceção. Por isso digo sempre que estamos num planeta laboratório e que, agora foi finalizado todos os tipos de experiências autorizadas e não autorizadas, conforme a determinação divina do Decreto da Fonte Primordial.

A forma simples de compreender esse processo pela ótica humana terrena é ver o resultado que ocorre dentro dos laboratórios de experiências com animais e quando um teste foi reprovado, o procedimento correto para evitar uma possível contaminação, é incinerar os corpos destas cobaias. Este é um processo extremo conforme o tipo da experiência realizada e conforme o grau do fracasso, o projeto é cancelado e o laboratório fechado.

Na Criação ocorrem duas etapas, como se fosse um processo respiratório, a expiração e a inspiração. No momento da Expiração, a Fonte Que Tudo É expande a sua energia dentro da Criação e todos os Filhos Paradisíacos nesta etapa criam seus Projetos, é o momento da expansão de todos os Universos como o raiar de um novo dia. Ao final da tarde vem a etapa da Inspiração quando a Fonte Que Tudo É, recolhe para Si Mesmo a energia transformada da qual irá separar o que é bom e criativo daquilo que é destrutivo, sem proveito algum.

As boas sementes serão enviadas na próxima etapa da Expiração.

Portanto, o significado importante do que vem ocorrendo com o Decreto da Fonte Primordial é que o Pai Primordial decidiu iniciar a etapa da Inspiração.

Neste processo cada Pai Criador (Filho Paradisíaco) faz a separação preliminar do que vai permanecer com Ele e o que não servir, simplesmente devolve na corrente da Inspiração, por isso há o procedimento da Separação do Joio e do Trigo antes da Grande Colheita terminar, porque na Inspiração ocorre aquilo que conhecemos como Juizo Final, a queima do Joio.

Por uso do livre arbítrio a maioria escolheu esse caminho.

Os que foram na sua inocência desviados por uso de magia negra, terão de volta a sua essência primordial refeita, enquanto seus algozes já tem a pena capital como veredito final.

Assim se processa o julgamento da humanidade terrestre e também das raças alienígenas negativas e não confederadas.

Cumpre-se o que foi determinado no Decreto da Fonte Primordial.

Em Luz e Amor,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

Leia também:
Portal 11-11-11 e o Resgate de Consciências
http://www.ernesto-shimabuko.com/2018/11/portal-11-11-11-e-o-resgate-de.html

Postar um comentário

 
Top