MEIO AMBIENTE – OPERAÇÕES DO CAD NA PROTEÇÃO DE GAIA – 05/06/2021 - Caminhando com o Mestre

Nosso Curso

LightBlog

NEWS

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

sábado, 5 de junho de 2021

MEIO AMBIENTE – OPERAÇÕES DO CAD NA PROTEÇÃO DE GAIA – 05/06/2021

 

 

Saudações da Luz,

 

Dia Mundial do Meio Ambiente.

 

Falar do meio ambiente sem mencionar a amada Gaia, o espírito planetário da Terra seria o mesmo que informar sobre uma alta personalidade mundial sem citar o seu nome. E Gaia é o nome da entidade oriunda do Logos Planetário que ocupa o corpo físico do nosso planeta, da mesma forma que nós como personalidade humana vivemos dentro de um corpo carnal e somos identificados por um nome.

 

Gaia conduz o seu corpo, como um veículo cósmico, sendo neste caso, uma imensa Nave Mãe a percorrer o espaço de um quadrante da Via Láctea junto com o Sol e os outros planetas deste Sistema Solar.

 

Então no dia de hoje que é dedicado ao corpo de Gaia, vamos narrar um pouco da história do CAD em suas operações de resgate e cura, sendo este procedimento realizado justamente no orbe terrestre, desde o seu centro onde está o Grande Cristal de Gaia, o Coração de Gaia, passando pelo magma, pelos subterrâneos da crosta terrestre, mergulhando nos imensos abismos das zonas abissais nos fundos dos oceanos, percorrendo mares, lagos, rios e se embrenhando nas florestas, matas, montanhas e vales.

 

Da superfície da Terra, vamos voando pela atmosfera camada por camada até alcançar os campos eletromagnéticos além do horizonte, fora da órbita terrestre, cobrindo todos os campos áuricos dos corpos sutis de Gaia. Sabia que Gaia também tem os planos sutis como nós humanos? E suas consciências tem o mesmo padrão da Criação Universal semelhante ao da Humanidade?

 

Já imaginaram comparar o corpo físico de Gaia como o nosso corpo humano feito de carne e osso? O nosso corpo físico não é composto por 70% de água? E Gaia não tem o seu corpo coberto por 70% também de água? É coincidência?  Não. Esta constituição física do ser humano como também de um planeta segue o mesmo sistema criacional e evolucional. Aí fica então o questionamento: Por que Gaia não poderia ter um corpo físico, um corpo astral, um corpo etérico e um corpo mental também? Já pensou sobre isso?

 

Pois é, a nossa visão limitada num espaço tempo linear entre o nascimento e a morte que dura cerca 85 anos em média, como poderia entender um ser planetário que já tem mais de dois bilhões de anos? Quantas vidas passadas, nós já vivemos neste orbe terrestre? E em cada uma de nossas passagens o que fizemos com a Terra? O corpo de Gaia não é a nossa casa? O nosso Lar?

 

Imaginemos uma ferida num corpo humano onde as bactérias e micróbios se alastram pelo interior da pele e vão se alojar na carne se alimentando de nossas células, sangue e carne. Se não houver o tratamento adequado, essa infecção pode se agravar e tornar-se um câncer, um cancro e até gangrenar sendo necessário até um procedimento de amputação ou de extirpação de algum órgão interno.

 

Você já imaginou acender um fósforo e passar o fogo sobre os pelos do corpo? O que sentiria?

 

Lembram-se daquelas bombinhas usadas nas festas juninas com cabeça de fósforo que causam um efeito explosivo que até doía dentro do ouvido? Imagine agora se pegar um desses pequenos explosivos e colocar bem amarrado no braço ou na perna e acendê-lo, o que vai sentir? Que dano vai causar no corpo? Dói tanto que poderia jorrar lágrimas, com urros de dor, concorda? Isso se não dilacerasse a carne, correto?

 

Pois bem, então como fica o corpo de Gaia com tantas explosões subterrâneas de artefatos nucleares?

 

Como Gaia sente em seu corpo quando toneladas de dinamites são enfiadas dentro da sua “carne” para explodir montanhas de onde são retirados os ingredientes minerais do seu próprio corpo?

 

Já pensaram se na sua corrente sanguínea fossem jogados resíduos tóxicos ou injetados substâncias nocivas? Como estão os rios, os lagos, as nascentes e os mares que nutrem o corpo de Gaia?

 

Essas são as reflexões que trago no dia de hoje em homenagem à Gaia, nossa amada Mãe Terra.

 

 

 

As missões do CAD na Terra

 

 

As operações de resgate realizadas pelo CAD tanto no plano físico como no umbral se revestem de muitos preparativos, estudos, análises e planejamentos. Cada missão tem uma particularidade. São detalhes que fazem a diferença no sucesso ou no fracasso de uma missão.

 

Como foi dito acima, se bactérias e micróbios causam danos no corpo humano, então, as entidades desencarnadas que desconhecem sua realidade espiritual após a morte física, ficam soltas lá embaixo no umbral, se alimentando de tudo que possui energia, ectoplasma, devorando tudo o que encontra pelo caminho, como verdadeiras larvas astrais.

 

Os danos no meio ambiente umbralino são devastadores e muito maiores do que se observa no mundo da superfície. E ficam séculos e séculos lá embaixo devorando o corpo de Gaia sem ter a noção do mal que é causado e o que reflete no plano físico. Logo após a realização das operações de resgate são iniciados os procedimentos de limpeza da área onde foram realizadas as operações e em seguida são executadas ações de descontaminação. Instalações nocivas aos órgãos internos de Gaia são demolidas, retiradas e então é iniciada a restauração do ambiente com a ajuda dos seres Elementais que participam de todas as nossas operações junto a Gaia.

 

As explosões nucleares são de alta periculosidade, então temos que usar equipamentos de tecnologia extraterrestre e roupas especiais, além de sermos monitorados a todo tempo para não ocorrer falhas nestes procedimentos que incluem a retirada do artefato, da ogiva, do reator e de todos os mecanismos que geram a radiação atômica e nuclear. Nestas operações que realizamos junto com o Comando Ashtar há o risco de contaminação e de vazamentos radioativos que podem contaminar toda a equipe de campo.

 

As operações realizadas com o submarino nuclear russo, o Kursk, as usinas de Chernobyl, de Three Mile Island e de Fukushima, além dos resgates das vítimas das explosões atômicas de Hiroshima e Nagazaki foram as mais dramáticas e complexas de serem realizadas, demandando anos de trabalhos de limpeza, contenção e isolamento de áreas e regiões em grande escala.

 

No resgate de vítimas de radiação atômica, temos uma visão aterradora, cada membro da equipe de resgate tem que ter habilidades específicas para cuidar de cada indivíduo resgatado, imagine como se estende este trabalho considerando as centenas de milhares de pessoas que há lá no umbral, onde é possível ver os vermes atômicos dilacerando o corpo da vítima. Este “invasor atômico” prolifera-se instantaneamente pelo corpo astral consumindo todo o interior, deixando a vítima enlouquecida de dor ao assistir uma onda de vermes comendo pedaço por pedaço do seu próprio corpo.

 

Os procedimentos de cura são delicados, já nos primeiros socorros, pois isso é tão necessário como no plano físico, quando há a necessidade de se fazer uma intervenção cirúrgica imediata no próprio local de resgate onde está ocorrendo uma grande catástrofe. Assim também é no caso dessas vítimas destas radiações atômicas. O uso da chama violeta é fundamental nestes processos, pois há que se “dissolver” os vermes atômicos, queimá-los e, em seguida, agir rápido na limpeza e cauterização, caso contrário a proliferação recomeça e todo um trabalho tem que ser refeito novamente. O caso de Hiroshima e Nagazaki foram exemplos de situações como essa.

 

O resgate das vítimas de Hiroshima foi realizado em diversas fases, uma em 1986 por uma equipe de apoio do Comando Ashtar formado por pessoas encarnadas e depois através do CAD em etapas posteriores com os remanescentes que foram encontrados em refúgios profundos do umbral. O processo de resgate das vítimas de Nagasaki foram concluídos somente agora em março deste ano com a atuação direta do Lord Maitreya. Muitas dessas dificuldades decorreram que no caso dos japoneses, o temor profundo contra os ocidentais ficavam estampados nos rostos das vítimas, pois estavam cientes de quem tinha jogado as bombas sobre eles.

 

Então, muitas vezes nestas operações tive que usar o meu corpo astral do período medieval como um samurai e isso facilitava a entrada nos redutos subterrâneos, nas cavernas, entranhas dos vales, nas matas e todos os locais onde estavam escondidos os japoneses vitimados pelas explosões atômicas. A forma como eram encontrados era chocante e fazia a alma chorar. Estavam dilacerados, faltavam pedaços dos corpos, outros ainda se arrastavam no solo gemendo de dor e pedindo socorro. Não tinha como ficar insensível a tudo isso. Mas não se podia deixar se envolver pela emoção, ainda mais neste plano umbralino, era necessário que a ação da equipe fosse rápida, executando os resgates imediatamente com amor, compaixão e muita doação.

 

Eliminar os vermes atômicos que ainda devoravam os corpos, restaurar os corpos das vítimas no próprio local de resgate foi uma tarefa dolorosa, mas aumentava a confiança deles e uns ajudavam aos outros trazendo sempre mais pessoas até nós. Muitos ainda procuravam seus parentes desaparecidos. Davam os nomes e lá íamos na busca de cada um deles. As naves hospitais ficaram lotadas e as triagens foram feitas instantaneamente encaminhando caso a caso para as diversas naves espalhadas por toda a região.

 

Assim foram as operações realizadas para o resgate das vítimas dos acidentes das usinas nucleares. A de Fukushima me marcou muito porque morei lá e conheço bem como é o arquipélago que fica à beira de uma zona abissal. Uma imensa operação foi realizada pelo Comando Ashtar para a contenção da radiação que vazava e inundava o subsolo e poderia contaminar o oceano, a fauna marinha e também afetar os lençóis freáticos. Uma grande cúpula de contenção foi criada imediatamente em toda a região de Fukushima para evitar que a radiação se espalhasse pelo ar.

 

Os procedimentos em cada operação de resgate, de cura e de contenção são realizados por várias equipes formadas por milhões de membros do Comando Ashtar, são usados equipamentos de tecnologia ainda desconhecida pela humanidade. Os casos de explosões de testes nucleares são os mais críticos nestas operações, pois uma imensa barreira parecida com muralha de concreto é instalada em volta de toda a área da explosão para evitar rachaduras e a abertura de fendas na crosta terrestre, o que poderia rachar todo o planeta numa reação em cadeia.

 

Assisti muitas vezes o Cmte Ashtar Sheran usar sua própria Nave para bloquear o magma que se soltava por uma dessas fendas causadas por uma explosão nuclear. Se ocorresse o vazamento do magma, cidades inteiras seriam engolidas pelo fogo. É como começar uma rachadura numa parede de um prédio e ver ela se alastrar por toda a estrutura, podendo causar o desabamento de todo o edifício. Assim é com a crosta terrestre. Há imensos veios de fendas que se interligam nos subterrâneos e uma onda de explosão nuclear ressoa por baixo como as cordas de um violão fazendo desmoronar blocos de rochas e fragilizando toda a superfície, já que a crosta terrestre se move sobre o magma e é unida por fendas que formam as placas tectônicas.

 

Seria o mesmo que assistir uma placa de gelo no pólo norte flutuando no mar se partir e começar a rachar no meio, assim também é a crosta terrestre.

 

Durante os grandes incêndios florestais, as equipes do Comando Ashtar e o CAD têm atuado de diversas formas, e o primeiro grupo é o de resgate de animais silvestres que recebem toda a atenção e cuidados para não terem suas consciências marcadas pelo trauma com as mortes violentas. Essas consciências são resgatadas antes mesmo do animal ser queimado, ele é imediatamente adormecido nas naves para não presenciarem a transição da passagem do plano físico para o espiritual.

 

Os incêndios criminosos são os mais complexos para se lidar porque é um ato consciente, planejado e disseminado por livre arbítrio e, quando se combate um ponto, surge outro criado por ação humana. Muitos membros que integram a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros, a Cruz Vermelha e a Segurança Pública são Águias encarnadas e membros do Comando Ashtar na Terra.

 

 

As Águias Guerreiras do CAD

  

Outra atividade do CAD é a de busca e salvamento quando recebemos um pedido de ajuda via comunicação remota e utilizamos o CCI (Centro de Comunicação e Inteligência) do CAD para promover a localização dos locais onde estão os desaparecidos. Muitos resgates na floresta Amazônica resultaram em êxito, principalmente no campo militar.

 

Cada operação de resgate no qual o CAD participa ou promove poderia ser contada em um livro, são tantos detalhes, ocorrências, obstáculos e dificuldades naturais para conseguir atuar em dois níveis dimensionais, um físico e outro astral, onde está a maior parte das entidades humanas que habitam o planeta Terra.



 

Somos cinco comandantes, cada um especializado na área onde atua no plano físico, o que faz muita a diferença nas operações realizadas pelo CAD, transformando a intenção da missão, em uma ação operacional em campo.

 

A Cmte Isa (citada como cmte Vic em nossos livros) e o Cmte Ric (citado como cmte Tank em nossos livros) são de Portugal. Ambos são exímios especialistas na detecção e monitoramento de ações de Eventos Naturais para a promoção de ações de Alerta, Contenção e Segurança da população.

 

O Cmte Ron (citado como cmte Lime em nossos livros) é Engenheiro Civil e atua no controle de tráfego de uma grande capital brasileira, área estratégica para a Segurança nacional.


A Cmte Ree é Bióloga especializada em fauna e flora, bem como, no uso de tecnologias para o gerenciamento ambiental e gestão de Cidades. Desenvolveu pesquisas com fauna ameaçada de extinção na área de bem-estar animal e enriquecimento ambiental e, como voluntária, efetuou diversos resgates de fauna silvestre e doméstica oriunda do tráfico de animais silvestres e da fiscalização de maus tratos a animais domésticos, realizada em parceria com o Ministério Público.

 

E eu, Cmte Shima, como Jornalista desenvolvo o meu trabalho na área de inteligência, investigação, pesquisa e análise de dados em Segurança Pública, Segurança Nacional e Geopolítica Internacional, além de ser Instrutor em Visão Remota e Projeção da Consciência.

 



NOVO RECORDE DO BLOG CAMINHANDO COM O MESTRE

 

A Nova Marca: 1.500.000 acessos (1 Milhão e 500 Mil leituras)

 

Com imensa alegria informo aos meus leitores que o Blog Caminhando com o Mestre atingiu hoje, dia 05/06/2021 às 05:50h da manhã deste sábado (horário de Brasília), o novo recorde de 1.500.000 (um milhão e quinhentos mil acessos).

 



 

Sendo um site exclusivo para a publicação de artigos relacionados à Grande Missão que vem sendo divulgados aqui no Blog desde o ano de 2011, temos no gráfico acima a caminhada progressiva etapa por etapa do resultado diante dos leitores que cobrem todo o planeta nos cinco continentes.

 

São 121 países e centenas de cidades onde o Blog Caminhando com o Mestre é acessado pelos leitores e seguidores.

 

É importante ressaltar que não são publicados artigos externos de outros autores e nem compartilhados links de artigos ou publicações que não sejam da minha autoria ou da Rênata Zîmmermann. E que deste trabalho que desenvolvemos juntos já foram publicados 11 livros que fazem parte do acervo da Editora Instituto Portia, além da SHAKTI Revista, todos oriundos da Grande Missão.

 

Estamos praticamente em todos os países difundindo a Bandeira Crística nos últimos 6 anos, quando o Blog Caminhando com o Mestre ultrapassou as fronteiras do Brasil e de Portugal no ano de 2015, numa expansão progressiva realizada pelas atividades e ações da GM, do CAD e da GFH.

 

 

Legenda: Mapa Mundi - Os pontinhos vermelhos são cidades e locais onde o Blog Caminhando com o Mestre é acessado.


 

Legenda: O Blog Caminhando com o Mestre nas cidades e capitais do Brasil

 

Legenda: Cidades na Europa que acessam o Blog Caminhando com o Mestre

 

Legenda: América do Norte e Caribe onde acessam o Blog Caminhando com o Mestre

 


 Legenda: Cidades da América do Sul

 


 Legenda: O Blog Caminhando com o Mestre na Ásia

  

Legenda: Nossa presença na Oceania

  

Legenda: E o Blog Caminhando com o Mestre na África e Oriente Médio

 


Legenda: Os Pontos Focais de Luz no Brasil

 

 

 

Legenda: As Muralhas de Luz do Brasil 1


 

Legenda: As Muralhas de Luz do Brasil 2

 

A  expansão da Ala Portuguesa

No caso dos Pontos Focais de Luz é preciso salientar que cada pessoa que acessa e faz a leitura de um dos artigos do Blog Caminhando com o Mestre, entra em conexão direta com seu Eu Superior e assim Ele ou a Deusa do leitor(a) se torna um potencial de Luz a irradiar à sua volta e no ambiente. De acordo com as instruções de Mestra Nada o que antes era potencializado por mil, atualmente em função da intervenção de cada Eu Superior, a Luz é potencializada por um milhão. Essa atuação contribui para potencializar a Teia Crística que envolve todo o planeta.


Com todo amor eu e a Ree agradecemos aos cmtes do CAD por todos esses anos e éons juntos, ao Comando Ashtar e toda a Hierarquia Espiritual da Luz que nos guia e protege e em especial, a você amigo leitor e amiga leitora que nos acompanha há tantos anos, pelo carinho, apoio e divulgação dos nossos trabalhos.


Em luz e amor,

Gratidão profunda,

Shima e Ree.

Paz em Cristo.

Namastê.



_______

APOIE

* Você pode contribuir com nossos trabalhos adquirindo nossos livros, cursos, clicando nos banners promocionais, compartilhando nossos artigos e recomendando os nossos trabalhos aos seus amigos ou se possível, considere fazer uma doação.
Gratidão profunda.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

PODCAST

Instagram - Conheça o Instituto Portia

NOSSAS PUBLICAÇÕES

Artigos por Temas

12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) Agenda Globalista (9) Águias (13) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Annunakis (5) Anti-Crísticos (5) Apocalipse (2) Arcanjo Miguel (7) Ashtar Sheran (17) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Blog (7) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (19) Bombojira (1) Brasil (27) Brava Gente News (1) Bushido (1) CAD (35) canalizações (103) Censura (2) Chama Violeta (2) Chamado (7) China (2) Chonan (3) Clã (3) Comando Ashtar (18) Comunismo (66) Conclave (4) Conspiração Alien (7) CPI (2) Cristo (5) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) DCM (1) Decreto (2) Dekassegui (1) Despertar (9) Djwhal Khul (2) Draconianos (4) Dragões (10) Dragões Dourados (4) Dúvidas dos Leitores (8) ECA (1) eclipse (1) El Morya (3) Eleições (15) Era de Aquário (2) Estados Unidos (10) Estatuto Social (1) Eventos (2) explosões solares (2) Expurgo (2) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Felinos (1) Fraternidade Negra (1) Gaia (6) GFH (18) GM (2) Goiás (1) Governo Oculto (9) GPT (23) Grande Fraternidade Branca (4) Guardiães da Luz (2) Guerreiros da Luz (18) HEMM (1) Instituto Portia (3) Intervenção Divina (1) Israel (1) Japão (4) Jornalismo (1) Kwan Yin (7) Lady Portia (3) Lei do Retorno (3) Lord Maitreya (14) Lúcifer (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (16) Maria Madalena (5) Mediunidade (4) Mestra Nada (31) Mestre Jesus (3) Mestre Kuthumi (1) Minhas reflexões (10) Monarquia (2) Motociata (3) MPT (4) Não-Confederados (1) Nebadon (3) Nibi (2) Nibiru (2) Nova Era (2) ONGs (1) Operação Brasil (45) Operação Resgate (24) Orbs (1) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (28) Pai Quirino (1) Pandemias/Epidemias (14) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (54) Plêiades (2) Pleiadianos (1) Portais de Luz (22) Portugal (2) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (6) Projeção da Consciência (7) Projeciologia (4) Projeto Comunista (29) Publicações (2) Rebelião Luciferiana (3) Remote View (2) Reptilianos (1) Rússia (3) Saint Germain (14) Sananda Kumara (9) Sara Kali (3) Servidores da Luz (1) Shakti Revista (1) Shima (143) Shima&Ree (4) Sírius (1) Socialismo (38) Socialista (1) SP (1) Teia Crística (1) Telegram (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (6) Transição Planetária (80) Tribunal do Conselho Cármico (29) Umbanda (1) Umbral (3) Universo (3) USAT (1) Venezuela (15) Vidas passadas (2) Visão Remota (7) Wesak (2) Xopatz (1)

Nosso Curso

LightBlog

Páginas