Falando de amor... - Caminhando com o Mestre

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

NEWS

Home Top Ad

LightBlog

Post Top Ad

LightBlog

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Falando de amor...



Falar sobre o amor nos leva a analisar o relacionamento a dois, pois não há como separar um tema do outro. Estão interligados. A única diferença que possa existir entre estes dois pontos está na questão entre sentir e viver. Sempre haverá uma escolha. Por qualquer razão, não importa quais serão os motivos ou interesses, uma decisão é tomada. A vida oferece várias opções, cabendo a nós mesmos decidirmos o que de melhor serve para cada um, respeitando sempre o sentimento da pessoa a quem se ama.

A felicidade não é algo a ser buscado fora de nós - como sempre digo isso -, porque é um estado de ser. Portanto, ser feliz deve ser a meta individual de cada pessoa, homem ou mulher. E isto só se consegue quando buscamos em nosso interior a força, a segurança, a motivação, alimentando constantemente a alegria de estarmos neste mundo para aprender a sentir e a viver. É uma oportunidade que recebemos e devemos cultivar um sentimento de profunda gratidão neste aspecto.

O meio em que vivemos, incluindo aqui os relacionamentos pessoais em todos os graus de convivência, é o campo da nossa experiência como almas peregrinas. Ninguém vem para este mundo “a passeio” e sim, para um aprendizado único em todo este nosso Universo. Somos todos, um privilegiado por estarmos neste planeta, porque aqui é um mundo de sensações, onde as nossas experiências alcançam diversos níveis de emoções. Os cinco sentidos físicos qualificam isso.

No amor terreno encontramos um dos aspectos fragmentados do Amor divino, que é a essência de toda a Vida manifestada. Ao analisar este sentimento tão profundo e sublime, encontramos o significado da realidade entre a energia feminina e a masculina – yin e yang -, que na sua síntese atrai para este plano físico a mais poderosa energia cósmica, fertilizando a Terra com a abundância da plena felicidade.

A dificuldade do ser humano de lidar com essa energia é porque ela foi ao longo do tempo modificada. Essa alteração foi ocasionada quando o medo foi estabelecido como um instrumento de domínio neste mundo. A energia do medo é completamente oposta à energia amorosa original. É densa a tal ponto que cristalizou na consciência física da humanidade. Criou-se então uma egrégora tão poderosa que escraviza as pessoas de uma forma desumana e cruel. A dor e o sofrimento são apenas o efeito desta energia maléfica.

Uma consequência dramática na vida do ser humano é o apego ocasionado pelo medo. O medo da perda. Basta refletir sobre isso e a resposta, para todos os dilemas da vida, surge como por encanto. Esse é o bloqueio para ser feliz. O amor puro e verdadeiro gera a cura.

Como assim, amor puro e verdadeiro?

É só não confundir “apego” e “paixão” com amor. O amor nos conduz à liberdade e não a qualquer forma de escravidão.

Uma reflexão sincera sobre a carência, a solidão, a sexualidade já nos coloca de frente ao próprio “espelho”. Precisamos de coragem para enfrentar um mundo de ilusões que criamos para nós mesmos.

O amor puro e verdadeiro é um ato de doação. Pode ser identificado em várias formas de relacionamento: amizade, maternal, filial, casal, devoção, grupal ou nacional. São muitas as variáveis. O fundamental nesse sentimento é que não há cobrança e nem abandono e sim uma profunda compreensão pela individualidade do ser humano e o seu livre arbítrio. Esse respeito existe quando há o discernimento prático adquirido ao longo das experiências de vida. É a maturidade.

No caso específico de uma relação a dois, uma atenção deve ser conferida nesta situação particular. Uma terceira pessoa envolvida pode ser danosa na vida conjugal, por isso é uma relação dual. E nem sempre isto é entendido desta forma. Uma família é constituída a partir do seu centro de equilíbrio que é baseada no desempenho de um casal. É a partir deste núcleo que a luz se irradia por toda a família. Sem essa união, tudo se fragmenta e se dispersa.

A vida de um casal deve ser constantemente alimentada pela cumplicidade, lealdade e parceria, sendo a prática do diálogo constituída como um hábito em sua rotina. O monólogo é um veneno, pois ninguém consegue “adivinhar o pensamento do outro” e somos movidos diariamente pelas imagens criadas pelo “espelho” do nosso subconsciente (tema para um próximo artigo).

Não há como definir os conflitos de um relacionamento a dois, sempre que existir uma terceira ou mais pessoas envolvidas - não importa o grau de relacionamento neste caso -, apenas sei por minha própria vivência e através da clarividência que além das aparências, coexistem ligações cármicas, contratos e interferências benévolas e/ou maléficas, cujas intenções carregam seus propósitos para esta vida em particular e, em muitos casos, os implantes energéticos em um dos quatros corpos do indivíduo, alteram toda a sua capacidade de exercer o seu livre arbítrio, podendo ser manipulado a bel prazer por alguém que muitas vezes está tão próximo de si mesmo, que não consegue acreditar nesta atuação maligna, cujo objetivo é afastar a vítima de sua missão de vida.

A inocência de um ser é muitas vezes contaminada pela ignorância e pela manipulação de pessoas inescrupulosas, por isso há muito tempo foi transmitida uma mensagem de alerta: “Orai e vigiai!”.

Paz!
Shima
(18.08.2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE...

PODCAST

Artigos por Temas

12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) Águias (11) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Annunakis (1) Anti-Crísticos (4) Apocalipse (2) Arcanjo Miguel (4) Ashtar Sheran (16) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Blog (4) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (2) Bombojira (1) Brasil (5) Brava Gente News (1) CAD (16) canalizações (84) Censura (2) Chamado (6) China (2) Chonan (2) Clã (2) Comando Ashtar (15) Comunismo (32) Conclave (4) Conspiração Alien (4) Cristo (4) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) Decreto (2) Despertar (7) Draconianos (3) Dragões (4) Dragões Dourados (3) Dúvidas dos Leitores (4) eclipse (1) El Morya (2) explosões solares (2) Expurgo (2) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Gaia (4) GFH (7) Goiás (1) Governo Oculto (9) GPT (12) Grande Fraternidade Branca (3) Guardiães da Luz (2) Guerreiros da Luz (15) Instituto Portia (2) Japão (2) Jornalismo (1) Kwan Yin (7) Lady Portia (3) Lei do Retorno (1) Lord Maitreya (12) Lúcifer (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (14) Maria Madalena (5) Mediunidade (4) Mestra Nada (20) Mestre Jesus (1) Minhas reflexões (5) Monarquia (2) Não-Confederados (1) Nebadon (1) Nibi (1) Nibiru (1) Operação Brasil (20) Operação Resgate (22) Orbs (1) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (21) Pai Quirino (1) Pandemias/Epidemias (5) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (45) Plêiades (2) Portais de Luz (21) Portugal (1) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (2) Projeção da Consciência (4) Projeciologia (2) Projeto Comunista (4) Publicações (1) Rebelião Luciferiana (1) Remote View (2) Rússia (1) Saint Germain (8) Sananda Kumara (7) Sara Kali (3) Servidores da Luz (1) Shakti Revista (1) Shima (141) Shima&Ree (2) Socialismo (5) Teia Crística (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (4) Transição Planetária (57) Tribunal do Conselho Cármico (22) Umbanda (1) Umbral (2) Universo (2) Venezuela (15) Vidas passadas (2) Visão Remota (4) Xopatz (1)

Post Bottom Ad

LightBlog

Páginas