0
 
Ilustração: David Gothard for Barron's.

Saudações da Luz,

A crise na Venezuela ultrapassou a esfera dos meios diplomáticos a partir do momento que o Governo Russo enviou tropas militares para manter o ditador Maduro no poder, revelando com essa ação a verdadeira intenção que possuem na América Latina, intenções confirmadas após a declaração russa da ocorrência de um acordo militar firmado com o ditador venezuelano.

Já é do conhecimento mundial a ocupação da Venezuela por militares cubanos desde o governo chavista que instituíram no país a agenda do Foro de São Paulo. Além de milhares de militares de Cuba há também a ocupação do território venezuelano por parte das milícias das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que controla o narcotráfico no continente.

Outra frente de intervenção estrangeira na Venezuela ocorre através do grupo Hezbollah do Líbano financiado pelo Governo do Irã que também está enviando ajuda militar direta ao ditador venezuelano desde segunda feira (08/04/2019), quando o Governo dos EUA declarou a Guarda Revolucionária do Irã (IRGC) como grupo terrorista internacional.

No dia 1º/04/2019 a China enviou ajuda e tropas militares para a Venezuela, configurando dessa forma a ocupação oficial por países estrangeiros do Estado da Venezuela, contrariando todas as Leis Internacionais da OEA e da ONU. Todas essas intervenções e ingerências estrangeiras em solo venezuelano tem o propósito de manter a ditadura naquele país.

Nesta terça-feira dia 09/04/2019 em reunião de emergência o Conselho Permanente da OEA, foi reconhecido como representante oficial - nomeado pelo Presidente Interino da Venezuela, Juan Guaidó -, o novo embaixador da Venezuela na OEA, que reconheceu o novo governo de transição como representação legítima do povo venezuelano.

Durante as manifestações de protestos do Movimento Liberdade realizadas pela oposição venezuelana em todo o país no sábado (06/04), o ditador deixou o Palácio de Miraflores e se refugiou num bunker, enquanto a população ocupava a praça na frente da sede do Governo. Em face dos sinais de rebelião dentro das Forças Armadas Venezuelanas houve a chegada de tropas estrangeiras comunistas.

O fato da Rússia e da China vetarem todas as propostas de resoluções pacíficas na ONU para esta crise sinaliza a tendência do regime comunista de querer manter o poder pela força e pela guerra armada que geraram os massacres, verdadeiros genocídios. Isso vem ocorrendo há um século em todo o mundo. A tomada de poder dos Estados onde o movimento comunista está presente é marcada pelo sangue de muitos inocentes.

Mesmo com a aprovação da maioria dos membros do Conselho de Segurança da ONU, nenhuma proposta ou resolução sobre o caso da Venezuela passa sem o acordo da Rússia e da China, por isso a ONU não tem eficácia para solucionar a crise venezuelana e deixa de ser um organismo internacional para a pacificação de muitos conflitos em nosso planeta. Isto é fato consumado, até mesmo com as comprovações de crimes contra a Humanidade promovidos pelo ditador venezuelano.

O número de refugiados da Venezuela para os países vizinhos já ultrapassa os 3 milhões de pessoas e desde a chegada das tropas russas, chinesas e agora iraniana, milhares de pessoas estão saindo as pressas de suas casas e buscando refugio na Colômbia, Brasil e em outros países da América do Sul como Equador, Peru, Chile, Paraguai e Argentina.

É lamentável ver que este desfecho pode levar a um conflito mundial entre as grandes potências militares, tem o envolvimento direto do Brasil visto que quando os ex-presidentes brasileiros Lula e Dilma enquanto estavam ocupando os seus cargos ajudaram a eleger Hugo Chaves e Nicolas Maduro para a Presidência da Venezuela além de terem patrocinado a fundação do Foro de São Paulo.

Não há como ficar na omissão com o sofrimento e a dor do povo venezuelano, já que os brasileiros elegeram os dois Governos de esquerda no Brasil. Somos também responsáveis diretos e indiretos por esta crise na Venezuela. Os alertas e avisos foram feitos no passado.

A situação pode sair do controle, já que os países do Bloco Ocidental estão reagindo contra os movimentos comunistas e islâmicos na Europa e nas Américas. As eleições que tem ocorrido ultimamente no Ocidente mostram o despertar da consciência dos povos destas nações sobre o perigo vermelho e a onda de refugiados que ocasionam em todo o planeta. A virada para a Direita na Europa não significa uma vitória sobre o movimento comunista, mas sim o início de um imenso conflito em escala global.

Não tem como apagar das memórias o ciclo de um século implantado nas consciências humanas sobre a mentira e a ilusão do comunismo. A consequência disto é um confronto entre duas ideologias no qual se criaram duas vertentes religiosas mundiais contra os povos judaicos cristãos, o comunismo e o islamismo. Na atual conjuntura mundial estas duas vertentes são resultados da Revolução Bolchevique em 1917 e o fim do Império Otomano em 1922 que gerou o movimento do Califado Islâmico que é comandado pelo Irã desde 1979.

A simples análise sobre o tamanho do genocídio em escala mundial desde o início destes dois movimentos passa pelas duas Guerras Mundiais e todas as revoluções e conflitos a nível planetário. As revoltas e golpes de estados por vias armadas são características destes movimentos revolucionários.


Ucrânia, Taiwan e Israel

Os casos atuais mais contundentes ainda envolvem a Rússia x Ucrânia, Irã x Israel; e China x Taiwan, que refletem na Europa, Oriente Médio e Ásia e que agora se estendeu no continente americano devido a Venezuela, onde os 3 países se envolveram diretamente num conflito regional com consequências globais, demostrando que os erros do passado não surtiram efeitos e nenhum aprendizado ocorreu.

O significado sobre quem comanda o extermínio da Raça Humana no planeta está na simbologia por trás de todos estes eventos que é o “Olho Que Tudo Vê” no topo da Pirâmide utilizada pelas sociedades secretas negativas que existem há milhares de anos, desde os tempos atlantes. Este Símbolo tem um significado profundo e o fato de ter apenas “um olho” se relaciona ao conhecimento oculto que na espiritualidade é conhecido como o 3º olho que atua pelo chakra frontal.

A Humanidade em sua maioria vê apenas pelos dois olhos físicos e é daí que surge o domínio e a escravidão humana na Terra. O indivíduo só vê os contornos da ilusão e do falso holograma. Assim desvirtuaram a verdade e uma expressão passou a ser usada para condicionar a consciência humana em uma direção - a da negação. A expressão “ver para crer” é uma palavra de comando para a cegueira e a negação da verdade absoluta.

Através desta negação jogaram a ciência contra a espiritualidade apenas para separar o que era Uno em sua essência primordial, a Ciência Sagrada. Assim, apenas a elite do topo da Pirâmide é possuidora dos conhecimentos ocultos, espirituais e ancestrais da Humanidade. Sabemos que a ciência terrestre da forma como é fundamentada não pode provar o que é de origem espiritual, a base de todo o conhecimento humano, planetário e cósmico.

Com esta premissa, a opressão contra os princípios da cristandade é realizada pelos 3 Blocos que atuam abertamente contra os povos judaicos cristãos e nesta investida procuram criar o ‘culto’ ao ateísmo que é a marca latente nos Impérios Intergalácticos não confederados e que atuam em todos os setores de governos em várias nações do planeta.

O mais poderoso deste Bloco é o Grupo Bilderberg que atua nos bastidores de todos os governos terrestres e em praticamente todos os setores da sociedade planetária junto com outras organizações secretas e tentam implantar a Nova Ordem Mundial. Eles são os Cabeças de todos os acontecimentos políticos, militares, econômicos e sociais do planeta atuando contra o propósito divino da Humanidade.

O 2º Bloco atua no Movimento Comunista e tem na Rússia e na China os principais executores das revoluções sociais em todas as regiões do nosso planeta. É o braço armado para promover o genocídio e o extermínio da Raça Humana, realizando a tomada de poder em várias nações e subvertendo a Ordem e a Lei. Pelas Mãos destróem os santuários sagrados e promovem o ateísmo nos povos conquistados.

O 3º Bloco é conhecido como o Califado Islâmico que é centralizado atualmente nas ações do Governo Iraniano. Sua origem remonta na fundação da fé Islâmica que foi depois difundida e implantada durante o Império Otomano. A “guerra santa” contra o Ocidente é uma das principais bandeiras deste grupo. A destruição dos povos judaicos cristãos é a meta e objetivo do Califado Islâmico que mostra o seu poder desde o Século VII quando invadiram a Europa. No ocultismo atuam como o Coração, pois seus fiéis acreditam verdadeiramente naquilo que pregam, a de serem os Justiceiros.

Por isso as Questões nos casos da Ucrânia, Taiwan e Israel se relacionam diretamente aos objetivos destes 3 Blocos que geram guerras, cobiças e destruições. Os eventos do último século antes, durante e após as duas grandes guerras mundiais esclarecem o que ocorreu por trás dos bastidores destes conflitos e revelam os interesses ocultos por trás de cada acontecimento nacional, regional e global.

A Ucrânia é na verdade o berço da nação russa assim como a Inglaterra foi a origem da formação do EUA. A nação ucraniana é profundamente cristã e teve a consciência como um povo livre despertado após a Queda do Muro de Berlim. Da mesma forma, Taiwan representou a atual nação chinesa antes da tomada de poder em 1950 pela revolução armada comunista que foi criada na antiga URSS. O Estado de Taiwan abriga os remanescentes que sobreviveram do genocídio comunista na China e o regime do antigo governo. O caso de Israel é que a existência do Estado judaico impede e bloqueia toda e qualquer hegemonia islâmica no Oriente Médio. Israel é o único “oásis” no meio do deserto, onde a cegueira foi implantada nos tempos da civilização sumeriana criada pelos Anunakkis.

No plano da consciência física os 3 Blocos incorrem no erro de julgamentos ideológicos e geopolíticos e massacram a sociedade humana da Terra, sem considerar os princípios crísticos do qual toda e qualquer pessoa encarnada tem sua ligação espiritual.

Na base de fundamentação de todos os planos de conquistas e instalação de poder na Terra que visam a destruição da sociedade humana, não tem alicerces crísticos, portanto não pertencem ao Plano Divino estabelecido pela Hierarquia Espiritual da Humanidade.

Há que se refletir sobre a revelação que fiz sobre a “Conspiração Alien” publicada em vários artigos neste Blog Caminhando com o Mestre, porque os Mentores por trás das Cabeças, das Mãos e do Coração que dirigem os movimentos revolucionários são contraditórios e não condizem com a realidade que buscam criar no mundo. Não há como implantar uma unidade mundial sustentada na segregação, separatividade e destruição do núcleo familiar que é a base de toda a Família Humana na Terra.

Por esta razão, todos estes movimentos negativos são fadados ao fracasso ao longo de sua história. A verdade fala por si mesma.

O caso da Venezuela hoje pode ter um final feliz.

As consciências humanas e a sociedade em todas as nações estão acompanhando este evento e analisando os comportamentos de todos os governantes envolvidos na crise que assola todo um povo que nada mais deseja do que viver em paz e prosperidade.

A grande mentira criada e difundida pelo movimento comunista com a atuação dos outros dois Blocos ficou evidenciada nas últimas semanas. Não há como tapar o sol com a peneira.

Então é por isso que digo que a Venezuela não é o Vietnam e nem a Síria.

O bom discernimento é observar o antes, o durante e o depois de cada acontecimento.

Todo efeito tem sua causa e toda causa tem sua origem em algum fato.

Toda ação gera uma reação.

O que é bom é bom, o que é ruim é ruim. Simples assim.

Em Luz e Amor,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

(*) NO BRASIL - Hoje no Congresso Nacional após uma marcante renovação dos parlamentares é possível ver e observar como atuavam os partidos de esquerda durante as votações de Projetos em benefício do povo brasileiro, porque continuam cometendo os mesmos erros do passado, cujos interesses são ditados pela Internacional Comunista contra a Soberania Nacional.


Postar um comentário

 
Top