CORONAVÍRUS - A GUERRA DE PODER - 01/03/2020 - Caminhando com o Mestre

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

NEWS

Home Top Ad

LightBlog

Post Top Ad

LightBlog

Ouça o Artigo, Aperte o Play

domingo, 1 de março de 2020

CORONAVÍRUS - A GUERRA DE PODER - 01/03/2020


Saudações da Luz,

Retorno ao convívio de vocês, meus amados leitores, depois de um longo recolhimento espiritual no período do Carnaval e, também, de muitas missões, encontros e reuniões nos Conselhos Siderais, no TCC (Tribunal do Conselho Cármico) e no Conclave Universal onde ocorreram surpreendentes mudanças com um acontecimento inédito dentro da Criação e que afetará definitivamente a Vida em nosso orbe terrestre.

Antes, porém, vamos falar sobre o Caso Coronavírus que tem se sido o maior acontecimento no início desta nova década.

O que ocorre na verdade por trás desta pandemia que começou na China está relacionada à guerra de poder que tenho mencionado muito nos artigos sobre o caso da Venezuela e nestas publicações foram feitas revelações sobre as potências comunistas do planeta e o que estava realmente em jogo no caso da influência geopolítica no Caribe. Portanto, o Caso Coronavírus soa mais como uma retaliação e se confirma como um ataque biológico contra o aumento da influência econômica/militar da China para impedir o avanço em domínios de outro Partido Comunista.

Afinal, quem ganharia com a queda econômica da China?

O atual Governo dos EUA não atua nesta linha genocida e isto é um fato mais do que comprovado. E atos genocidas como no Caso do Coronavírus tem todo o padrão e método utilizados por forças anticrísticas.

A finalidade deste evento é promover a  redução populacional numa estratégia de se  criar dois blocos oponentes até a  destruição de um deles. Por isso, está  ficando cada vez mais evidente os motivos  dos movimentos revolucionários que vem  ocorrendo desde o século passado que já  promoveram duas grandes guerras mundiais e  inúmeras outras pelo planeta inteiro.

Os métodos e estratégias se repetem e como  nas outras vezes, a Humanidade fecha os  olhos para acordar no meio do pesadelo.

Como já mencionei, a Guerra Espiritual  recomeçou em nosso planeta e faz parte dos  eventos planetários ligados ao expurgo da  Humanidade.

Da mesma forma como revelei que é um  “Holograma”, então é possível criar outro  no lugar para que desta forma a Humanidade  possa prosseguir na jornada de forma mais  natural. O que está acontecendo é que a  maioria das pessoas está omissa e não quer  ver o que se passa à sua volta.



A China tem seus problemas internos e enfrenta um movimento de levante popular em Hong Kong que não tem nada a ver com democracia e é uma manipulação de massa criada para desestabilizar o Estado Chinês que tomou outra direção que contraria as bases do marxismo/leninismo. O maoísmo foi enterrado em 1978 com a morte de Mao Tsé Tung. Mas é o Partido Comunista Chinês que domina e governa o Estado.

Ao revelar a Lei da Reencarnação promovida  pelo Tribunal do Conselho Cármico é  importante frisar também a atuação de  algumas personalidades contraditórias sob a  visão humana, porque dentro da  Espiritualidade cada um tem sua missão  pessoal, nacional e planetária. Atuam  independente da perspectiva mundial, pois  suas visões estão além da linha do  horizonte e neste caso, são chamados de  Estadistas e como mencionei sobre a  existência de dois Governos, aqui fica  evidenciada a diferença no Governo de uma  Nação quando se encontra a influência de um  Partido dominante e o de um Governante  eleito.

Por trás desta disputa, há a influência  direta da área militar que se manifesta  através de duas vertentes chamadas de Linha  Dura e outra de Conservadora. Essa  existência é ocasionada pela dualidade onde  a batalha entre Bem e Mal prevalece. Na  questão militar a influência geoestratégica  é fundamental para a sobrevivência do poder  militar de uma nação. É o resultado das  vitórias e derrotas no campo de batalhas.

Não há estabilidade política sem a  contenção militar das forças inimigas. Para  qualquer regime, a oposição é uma ameaça.

No caso da Rússia e da China há que se  entender suas raízes ancestrais antes de  julgar o momento presente, no qual as duas  Nações passam por um período de  transformações profundas no nível nacional  que acabam por influenciar outras nações. A  queda de Mikhail Gorbatchov em razão da  disputa de poder interno impediu o resgate  da Nação Russa como estava previsto pela  Mãe Maria. Em função disto a China tomou  outro rumo para manter a estabilidade do  regime e progrediu no campo econômico.

A Rússia seguiu o caminho do Stalinismo  enquanto a China inovou na filosofia  Confuncionista. No pano de fundo está o  resgate de cada soberania, como povo e  nação. Há que se aguardar que os novos  Ciclos se fechem e se abram para que as  consciências nacionais de cada povo possam  se adaptar à Nova Era. Os danos causados  pelo Comunismo ainda repercutem na vida de  cada uma destas Nações, porque há a  interferência direta do Partido Comunista  que influencia diretamente as ações de cada  Governante.

Neste ângulo de visão é preciso compreender  que a entidade humana encarnada tem suas  limitações e pode se desviar do caminho  tanto para o Bem como para o Mal e é isso  que precisa ser vigiado, observado e  acompanhado. O presidente Putin da Rússia e  o presidente Xi Jinping da China carregam  um fardo praticamente insustentável diante  do desafio de manter um regime Comunista,  mesmo que a Rússia seja hoje um Estado  multipartidário possui a herança criada  pelo Comunismo. A Rússia levará outro  século para alcançar o seu estado original  e ancestral destruído pela Revolução  Bolchevique ao derrubar a Dinastia Romanov  do Império Russo.

Já na China, existe a manutenção de suas  tradições milenares e isso influencia  diretamente a doutrina comunista que é  adaptada à sua ancestralidade. O regime  Comunista da China passa por profundas  transformações em função do seu crescimento  econômico desde que aderiu ao mercado  liberal, ficando a questão política presa  ao seu passado de guerras e interferências  estrangeiras promovidas pelas potências  europeias no século XIX que destruíram a  Dinastia Qing, a última Dinastia Imperial  da China.

O Caldeirão Chinês – Trata-se de uma Nação  formada por povos multirraciais cujas  tradições e culturas são muitas vezes um  barril de pólvora dentro do regime  Comunista. O Guardião deste povo milenar é  na verdade a Ordem dos Dragões Dourados que  deixaram o legado do conhecimento e da  sabedoria primordial da Criação Divina. E  junto com a Ordem dos Dragões Azuis da  Atlântida formam uma Linhagem Crística.



Sobre o Comunismo é comum ocorrer a guerra de poder entre suas vertentes e alas radicais, por isso até hoje, não conseguem implantar o domínio sobre a Humanidade como sempre tentaram através dos tempos. Através do Socialismo conseguiram unificar suas próprias divergências e estratégias e praticamente conquistaram toda a Europa atual. Se for necessário nessa guerra de poder, dizimar toda a população de uma nação, farão isso.

Mas o que tem a ver o Caso Coronavírus com esta guerra de poder?

É apenas um movimento numa peça do Jogo de Xadrez... Conter o adversário.

E qual seria a causa principal desta guerra de poder?

Vamos analisar então o Caso da Venezuela para entender o desfecho do que vem ocorrendo na China hoje.

Na época alertamos sobre o envio de tropas chinesas na Venezuela que poderia desencadear até uma terceira guerra mundial.

No dia 01/04/2019 a China enviou ajuda e tropas militares para a Venezuela,  configurando dessa forma a ocupação oficial  por países estrangeiros do Estado da  Venezuela, contrariando todas as Leis  Internacionais da OEA e da ONU. Todas essas  intervenções e ingerências estrangeiras em  solo venezuelano tem o propósito de manter  a ditadura naquele país.



Aqui temos a questão da expansão militar chinesa no Continente Americano que é um reduto secular do Partido Comunista Russo (leia-se Internacional Socialista) e isso quebrou os laços de confiança. Então, neste caso, abriu-se um precedente para um "ataque" que é normal dentro da esquerda mundial. Destrói-se a oposição não importa quem seja, seguindo o manual de Lenin.

Com o conhecimento desta estratégia e na análise da conjuntura atual do que vem  ocorrendo na Venezuela, juntando os cacos  das informações espalhadas pela Internet é possível o entendimento completo do caos  que acontece neste país Sul Americano.

É preciso antes de tudo pegar um mapa da  região do Caribe, que engloba todo o  Continente das três Américas e verificar  onde as revoluções comunistas concentraram  suas forças. Se refletirem onde tudo  começou tem-se o ponto focal que se  transformou na semente do que viria a ser no futuro toda a América Latina e com que  finalidade foi implantado o Comunismo deste  lado do Ocidente. Cuba sedia esta base e, o  Foro de São Paulo revela a agenda criada  pela Internacional Comunista.

Do outro lado deste conflito fica evidente  quem ou o quê é o alvo principal de todos  os ataques de destruição que serão  implementados no golpe final desta guerra  total em 3 fases ou ciclos já que duas já  ocorreram, a primeira e segunda guerra  mundial. Tudo é um plano só. Uma Agenda  apenas. Destruir o alicerce da civilização  Ocidental é conquistar o mundo e o planeta  todo. Essa é a verdade por trás de todos os  planos sinistros já implantados há mais de  dois séculos no mundo inteiro.

Se perceberem as Ilhas do Caribe tendo Cuba  na cabeça de comando, é possível  identificar o Cinturão que se forma no Mar  do Caribe. Ao sul tem-se a Venezuela que  fecha a Ala Sul deste projeto. O México  desde o início tem sido um importante  território para possibilitar que seja  realizada uma invasão no território norte- americano (USA), por isso o narcotráfico é  difícil de ser combatido neste país, assim  como na Colômbia. A fragmentação da família  e da sociedade começa pelo caminho das  drogas. Um plano maligno.

E a maior prova da destruição de uma  civilização milenar foi a da China que ruiu  pela disseminação do ópio e pela corrupção  que surge a partir desta contaminação, tudo  bem arquitetado pelo Império Draconiano.

Dentro desta visão do Mar do Caribe é  possível vislumbrar a maior cobiça por  parte de russos e chineses, o Canal do  Panamá.



A partir desta informação é possível entender o nível de conspiração que ocorre em toda a América Latina e porque os EUA são alvos prediletos de ataques por parte do Comunismo/Socialismo que assola todo o Continente Americano, inclusive em solo norte americano como tem ocorrido ultimamente desde a posse do Presidente Trump. O que está em jogo é o domínio global e a Europa está prestes a sucumbir com a tomada de poder na Pensínsula Ibérica.

O foco principal é a tomada de poder em todo o Continente Americano.

Se analisarmos o quadro global sobre a  questão geopolítica e estratégica mundial  disputado pelas potências do planeta como  os EUA, a Rússia e a China, fica  evidenciado que o Caso da Venezuela possui  uma dimensão ainda maior quando se entra no  jogo o Califado Islâmico (Irã) que junto  com o Comunismo desencadeia conflitos,  revoltas e tomadas de poder no mundo  inteiro.

Estes dois blocos internacionais já  declararam sua guerra de destruição contra  o Ocidente e os EUA/Israel. E por trás de  todos estes eventos há o bloco dos mentores  e financiadores da Nova Ordem Mundial que  atuam através destes dois movimentos  revolucionários.

Este é o fato relevante na crise  venezuelana, a guerra espiritual destes  blocos contra o Ocidente Judaico Cristão. E  todo o Continente Americano (Norte,  Central, Sul e o Caribe) são povos  cristãos.

Aqui fica a revelação decisiva sobre o  envolvimento das potências comunistas do  planeta sobre a realidade humana na Terra.  É possível enveredar no caminho da  destruição da Humanidade sendo eles  entidades humanas?

Quem será o maior beneficiado na extinção  de uma parte da Humanidade?

A Rússia e a China estão cientes de que a  intervenção na Venezuela abre o precedente  de um novo conflito em larga escala que há  muito tempo a sociedade humana vem  trabalhando para evitar que aconteça. Se a  Humanidade quer a Paz, então de quem é o  interesse para que ocorra uma nova guerra  mundial?

O EUA é o guardião do Continente Americano  por vínculo e afinidade. Esta condição foi  herdada por um propósito divino através do  Mestre Saint Germain, Diretor e Avatar da  Nova Era.



Ao refletirmos sobre os dois maiores Partidos Comunistas do mundo, o Russo e o Chinês, conclui-se que o mundo atual foi dividido em dois hemisférios de influência, o oriental e o ocidental. E todos os dois tem problemas fronteiriços com o Califado Islâmico, pois muitos povos destas regiões estão em conflitos e os levantes separatistas são duramente reprimidos pelos governos dos dois Estados.

Basta analisar os vetos impetrados por estes dois países no Conselho de Segurança da ONU e compreende-se os interesses implícitos conduzidos pelos Partidos Comunistas destas duas nações. O fato da China alcançar sua expansão econômica em quase todos os países do hemisfério ocidental implica na vitória da política comunista chinesa sobre a russa. Até aí, tudo bem, pois a Rússia busca sua estabilização econômica e sua influência neste campo diante do mundo.

Ao avançar na questão geopolítica militar na região do Caribe, a China mexeu num vespeiro que poderia acarretar consequências graves e o Caso Coronavírus é uma arma biológica, criada em laboratório e dificilmente poderá ser contida por vacina, pois é fabricada para causar um nível de genocídio de tal poder que é impossível de ser vencida pelos meios convencionais da medicina tradicional e é por isso que essa nova pandemia soa mais como um ato de retaliação nesta guerra de poder. É o ato extremo quando acordos de bastidores são rompidos.

As Américas dentro da doutrina comunista pertencem à esfera do Partido Comunista Russo, assim como toda a Europa.

Por isso o jogo foi levado para o Mar do  Caribe e envolveu a Venezuela, porque Cuba  é peça fora do jogo devido ao acordo no  final da crise dos mísseis em 1962, onde  ficou estabelecido a retirada destes  mísseis por parte dos russos e os EUA se  comprometeram em nunca mais invadir a ilha  cubana e nem instalar mísseis na Turquia.

(...)

A agenda sinistra planejada para a América  Latina naufragou e a solução do Caso da  Venezuela vai definir os destinos das  nações comunistas ainda existentes no  continente das Américas.

Dentre todos estes eventos ocorridos nos  últimos dois séculos é possível visualizar  claramente a finalidade de dominação  planetária por apenas um dos Blocos; da  mesma forma como promovem a guerra de poder  entre eles, no final o embate poderá  ocorrer entre os 3 blocos. O único elo que  unificam as três forças é a frente criada  contra os EUA. Depois disso simplesmente  vão se digladiar entre si.



A Europa é carta marcada. Assim que o Socialismo concluir o domínio dos povos europeus será a vez da atuação do Califado Islâmico que promoverá a mudança religiosa em todo o Continente e aqui jaz a incógnita sobre o futuro da Comunidade Européia, pois haverá duas forças antagônicas entre si, o Socialismo Europeu e o Califado Islâmico. O exemplo do radicalismo na África onde os cristãos são decapitados é um alerta para a Europa. Nesta fase, nem a Otan e nem os EUA poderão intervir em razão de estarem concentrados na defesa e sobrevivência de suas instituições e apenas o Reino Unido está em condições de sobreviver a esse novo holocausto.

A omissão da Humanidade proporciona o  avanço das forças do Mal em todo o planeta.  Omitir-se é uma escolha pessoal, é um ato  de livre arbítrio. Assim foi nas duas  primeiras ondas e está ocorrendo também  agora. A guerra espiritual acontece no  plano físico e é isto que a Humanidade  precisa ver e entender.

Se este livre arbítrio da Humanidade  (omissão) prevalecer, resta apenas a ação  do Cavalo Amarelo que tem a missão de  promover o expurgo planetário. Neste ponto,  nada mais se pode fazer. A Lei do Retorno  será aplicada.



E no momento atual da globalização a questão geopolítica envolve a arte da guerra e nisso, os militares das grandes potências estão atentos.

O caso dos militares é mais complexo em  parte porque a influência e a doutrina  comunista nega outras realidades e foca  suas ações apenas na “guerra de poder” e  isto condiciona a solução de casos que  seriam de fácil resolução para o campo da  ideologia do Partido Comunista e do  radicalismo que vem do Irã, transformando a  questão geopolítica como o fim em si mesmo  ignorando o aspecto humanitário.



A questão da China é atuar de forma avassaladora pelos quatro cantos do planeta no plano econômico. A visibilidade chinesa em cada país é colossal com suas estruturas se expandindo numa dimensão que será impossível de ser batida no corpo a corpo, a não ser que esse processo seja interrompido drasticamente por um evento financeiro que abale toda a estrutura econômica da China e é isso que estamos assistindo agora com o Caso Coronavírus.

Se a situação não fosse tão grave não veríamos a construção de dois hospitais gigantescos serem levantados em pouco tempo, em dias ou semanas como foi no caso agora, divulgado mundialmente pelas mídias. Somente esta atitude por parte do Estado Chinês demonstra claramente que eles sabem com o quê e com quem estão lidando e terão que enfrentar daqui em diante. A guerra de poder foi declarada e invadir o território ocidental nas Américas foi o estopim desta nova guerra entre os Partidos Comunistas. É uma guerra de titãs.

O Socialismo que expressa o aspecto social  do Comunismo amplia e implanta dentro da  sociedade a negação da fé cristã e prega o  ateísmo aberto e nesta difusão cria a  desagregação da unidade familiar, porque o  caos é um dos instrumentos para arrebanhar  seus seguidores e promover as mudanças  radicais que necessitam para a tomada de  poder de um Estado. O caos é o Mal  disseminado e criado pelo Comunismo. E toda  a origem do caos tem uma assinatura  energética que revela a mente criadora.

Mas porque a Fé Cristã é alvo deste tipo de  ataque e destruição?

A Fé Cristã é uma crença primordial contida  na memória ancestral da Raça Humana. E não  há poder humano na face deste planeta capaz  de vencer o poder da Fé. Por isso o Mal até  hoje não conseguiu ter sua vitória  consumada e nem sustentada aqui na Terra. A  Fé Cristã é o maior escudo planetário  contra toda e qualquer força negativa e tem  o poder de conter este Mal.

E essa Luz é do conhecimento da Treva.

Por isso depois da Revolução Bolchevique  criaram e infiltraram dentro da Igreja a  Teologia da Libertação de cunho Socialista.  Pegou.

Atacando a Igreja por dentro podem destruir  o que resta da Fé Cristã. E foi isso que  aconteceu, seus males perduram até os dias  atuais. Façam uma viagem analítica sobre  toda a Europa. Reflitam sobre tudo o que  ocorreu na América Latina. A Treva atua na  sombra. Onde a Luz deixa de brilhar, a  Treva se expande. Por essa razão digo  sempre que a existência e o movimento da  Sombra devem ser estudados.



A China tem sua atuação na linha de frente através da economia de mercado enquanto a Rússia atua na implantação da ideologia comunista em todo o hemisfério ocidental. Mas o poder militar da China atualmente ultrapassa qualquer potência no Oriente e sua ambição no Caribe e no Canal do Panamá é algo a ser investigado mais profundamente, pois várias forças disputam o domínio em toda essa região da América Central e a única potência capaz de impedir este avanço e domínio é os EUA.

Aqui vale a pena refletir sobre os objetivos já divulgados sobre a criação e as pretenções do Foro de São Paulo e a conclusão fica clara e transparente.

O Brasil passou por essa experiência e deu  um basta no Comunismo em 2018.

O Presidente norte americano Trump é o  responsável por manter o Escudo Planetário  contra o Mal na Terra, como o Primeiro  Ministro israelense Netanyahu tem a missão  de evitar a destruição do último reduto  judaico cristão no Oriente Médio. No  Brasil, o Presidente Bolsonaro carrega  agora o fardo de resgatar a soberania da  nação brasileira de suas tradições cristãs  e dar o suporte necessário para a proteção  da cultura Ocidental na América do Sul.

Portanto, o Papa Francisco, o Presidente  Trump, o Primeiro Ministro Netanyahu e o  Presidente Bolsonaro devem promover a  defesa e segurança global para evitar a  própria destruição da Humanidade terrestre,  hoje ameaçada de extinção, caso não sejam  tomadas as ações necessárias para a  contenção do Mal.



A visão dos governantes da Terra precisa estar focada na construção das corretas relações humanas onde haja respeito mútuo e a não ingerência na soberania de cada nação.

O Socialismo passa por uma transição a nível planetário após mais de um século de tentativas de proporcionar a “revolução” dos povos nativos, onde foi manifestado. E como tenho revelado em meus artigos, este regime não tem como dar certo por ser justamente um sistema alienígena negativo, no qual a meta final é a extinção da Humanidade terrestre.

É preciso que hoje, as potências ocidentais e orientais reflitam de forma autêntica sobre suas interferências diretas nas vidas de povos e nações que formam a família humana na Terra. Sem reconhecer as tradições e culturas ancestrais de cada nação não há como estabelecer o equilíbrio geopolítico neste planeta, impondo aos povos nativos interesses escusos e desumanos que tem ocasionado guerras e extermínio.



A China nas últimas décadas rompeu com a Doutrina Marxista/Leninista e implantou a sua própria doutrina que é alicerçada no Confuncionismo e aqui temos uma linha ancestral crística, o que torna o Estado Chinês o grande inimigo dos interesses dos Partidos Comunistas do Ocidente.

O regime socialista é um mecanismo de doutrinação através do qual se aplica um processo de destruição de qualquer crença nativa, na sequência cria-se o espírito de separatividade, gerando conflitos intermináveis até que o sentimento de nacionalismo seja completamente varrido das mentes e corações, transformando o sentido de liberdade em escravidão e submissão. Como nos Universos Crísticos do Pai Micah, o conceito de Família é a célula máter da nossa civilização cósmica e universal, este se torna o primeiro alvo de ataque devastador por parte das forças trevosas.

(...)

As ações destes três blocos anticrísticos são sustentadas e difundidas através da energia do Medo, atuando através de atentados, ameaças, terrorismo, assassinatos e execuções daqueles que consideram seus inimigos mortais. Não existe qualquer diferença entre estes blocos e suas intenções, pois contrariam em todos os aspectos as atitudes morais, éticas e tradicionais da família cristã, humana e divina. Os movimentos revolucionários se iniciam a partir destes três blocos.

O primeiro bloco sempre planeja e orquestra o Plano Sinistro. O segundo bloco cria as Leis de dominação e a Doutrina de ocupação. O terceiro bloco Julga e Aniquila o que para eles é o Mal para o Sistema.

O alvo de extinção é sempre o mesmo e torna-se o único réu nesta interminável guerra de conquista e poder.



Por mais absurdo que possa ser, a Rússia até hoje tenta sair da egrégora do Comunismo, pois o seu povo é cristão em sua essência e raiz. Mas como mudar depois de mais de 70 anos de doutrinação? Quantas gerações só conhecem a ideologia comunista e nasceram nela? Até mesmo o Partido Comunista da Rússia tem um dilema, pois seus dirigentes são russos e patriotas. Há gerações que viveram toda uma vida dentro desta ideologia como se fosse uma verdade absoluta... Como mudar de um dia para outro? É impossível. Aqui está o grande dilema do Presidente Putin e do Partido Comunista Russo.

A China como já mencionei em artigos anteriores, despertou sobre este Mal após a morte de Mao e mudou a sua política aos poucos com a determinação de resgatar os valores ancestrais. Embora seja conduzido pelo Partido Comunista Chinês, os seus membros são cidadãos chineses e buscam resgatar a Doutrina Confuncionista que foi fundada nos alicerces do Taoísmo, a religião original da China. Pelo fato de ser uma nação de dimensão continental e em razão das guerras milenares, não há como mudar um sistema que se sustenta em um poder central, como sempre ocorreu nos reinos anteriores, os que governaram a nação chinesa. Esse é o dilema do Partido Comunista da China, fazer esta transição sem causar revoltas ou revoluções.

Tanto a China quanto a Rússia como povo e nação querem paz, mas o Movimento Comunista Global impede e dificulta estas aspirações.



Então como foi mencionado no início deste artigo, os encontros realizados no plano interno (espiritual) estão diretamente ligados aos eventos planetários com as ações desencadeadas por Gaia (Espírito da Terra) e de outro lado pelas reações e resistências das forças anticrísticas que estão propagando o Mal pelo orbe terrestre visando a destruição em massa da Humanidade terrestre com uso de artefatos químicos e biológicos.

A atenção da Hierarquia Espiritual está sendo direcionada principalmente aos locais e regiões onde estão os avatares e entidades que encarnaram para construírem a nova civilização humana na Terra. Uma série de pandemias foram projetadas pelas forças anticrísticas e no ano de 2019 seriam iniciados o processo de propagação de novas doenças criadas em laboratório  com evolução a nível global no ano de 2020.

A disseminação deste Mal também ocorreria no Brasil em 2016 e 2017 e foi contida pelas ações do GPT, CAD e Comando Ashtar durante a Intervenção Divina em nosso país, o que culminou na mudança de Governo após as prisões e banimentos das forças alienígenas negativas em solo brasileiro, onde o atual Presidente da República foi eleito após o pedido de intercessão do povo brasileiro ao Pai Micah e à Mãe Maria.

Em muitos artigos publicados ao longo dos anos de 2015 e 2016 relatei a minha tristeza pela perda das oportunidades oferecidas pela Hierarquia Espiritual na preparação dos Servidores da Luz que poderiam atuar diretamente na cura durante a série de pandemias que seriam afloradas no mundo e que poderiam salvar milhões de vidas humanas e que, lamentavelmente desistiram dessa missão crística em nosso planeta.

Durante esta guerra umbralina, inúmeros cientistas que trabalharam também na descoberta de curas e vacinas foram alvos de ataques umbralinos e foram afastados de suas missões humanitárias. Esses cientistas foram entidades enviadas pela Hierarquia Espiritual e tinham a missão de produzir a cura dessas novas doenças, mas tiveram suas vidas devastadas de todas as formas, vítimas das ações nefastas das indústrias farmacêuticas que operam no mundo, aliadas às forças anticrísticas.



As doenças e epidemias que desencadeiam os  desencarnes em escala global é outro  processo do expurgo planetário, já que  essas questões estão relacionadas à  contaminação da psicoesfera do planeta  através dos pensamentos e emoções humanas  de baixas vibrações. Aqui, há a ajuda da  matriz de controle que potencializa tudo  isso a partir da somatização destas  energias negativas. Em sua maioria, os  casos de implantes negativos atuam neste  processo.


Como tenho dito: fácil é jogar pedras, mas encarar a verdade dói. Este será o dilema da Humanidade. Julgar pelas aparências é ver apenas a superfície e o contorno da sombra. As causas são profundas e o medo impede de tocar na ferida. A famosa “lei de Gerson” não tem fundamento hoje porque se tornou uma doença incrustada nas entranhas da personalidade humana. Por isso o expurgo será doloroso e infalível.

E não pensem que é fácil governar o Brasil...  São 76% o nível de contaminação comunista no país atualmente, por isso o Presidente Jair Bolsonaro tem dificuldades de conduzir a Nação e mesmo assim, prossegue firme e determinado a combater o Mal.

Até o Papa Francisco tem o seu dilema, pois o Vaticano é outro reduto comunista com 96% de infiltração da esquerda global, principalmente no Banco do Vaticano. Como pode uma personalidade crística suportar tamanha pressão? Ou o que tentam difamar ou semear dúvidas sobre o Pontificado do Papa Francisco não é o mesmo método que aplicam contra o nosso Presidente?

Perceba a fonte de onde parte os ataques contra as personalidades crísticas em todo o planeta e verão a semelhança na metodologia usada por seus militantes e divulgada pela mídia socialista. Simples de se ver e identificar. Até o mega financiador das grandes mídias e das organizações não governamentais é a mesma pessoa e ele sabe o porquê faz isso. A ignorância das pessoas é que ajuda o Mal a proliferar e assim, potencializa dolorosamente a limpeza planetária. Tirar o lixo da rua quando já está incrustado no chão, não sai apenas com uma vassoura, mas precisa ser arrancada de forma dura, dilacera até o pavimento. Essa é a verdade que precisa ser conhecida.

O Mal do Comunismo é semear a mentira como uma verdade absoluta durante um período de três gerações, depois disso, não há o que fazer para mudar a mente dessas pessoas que somente conheceram a doutrina maligna da esquerda mundial. E até depois do desencarne é complicado fazer os resgates dessas pessoas, pois perderam a fé e a crença no plano espiritual. Tornam-se lixos astrais e devem ser levados ao Reservatório Universal onde serão dissolvidos.

Ao longo de um século apenas, quantos cidadãos humanos se perderam no comunismo?

E quantos genocídios foram praticados pelos comunistas?

Os fatos falam por si mesmo.

O Bem e o Mal caminham longe um do outro, por isso as margens são opostas e levam a destinos diferentes.

Esta é a minha reflexão.



O Coronavírus como arma na Guerra de Poder


Na série sobre a Conspiração Alien revelei que a Revolução Bolchevique criou o maior mecanismo de dominação dos povos de várias nações do planeta. O povo russo e o povo chinês, foram os mais afetados por essa doutrinação e revolução comunista. Ocorre porém como disse anteriormente, que a guerra de poder entre os partidos comunistas envolve até o genocídio em massa da população de um país, conforme seus interesses, e a briga entre os comunistas chegam às entranhas com atos de traições, mentiras e difamações.

O caso da China hoje, com a onda de contaminação através de vírus, não é uma ocorrência da natureza e sim, que se usam artefatos de destruição de massa, como armas químicas, biológicas e nucleares para destruir toda uma nação em razão da sua influência global no nível econômico, militar e político. Este vírus (coronavírus) foi criado em laboratório assim como muitos outros e o mais letal tem sido o ebola. A própria tradição crística da raça humana condena o uso destas armas que causam o genocídio.

Portanto, as ações neste nível são realizadas por entidades das forças anticrísticas, ou como é dito, pelo mal da Humanidade, com intenções ocultas e sinistras.

O Estado Chinês é conduzido por lideranças que ainda tentam sair do comunismo, mas não é possível desfazer de todo o mal que foi implantado na década de 50 e somente no final dos anos 70 é que a China optou por outro caminho mais tradicional e busca em seus esforços internos, resgatar a sua ancestralidade que é alicerçada no Taoismo. A Deusa da Misericórdia venerada pelo povo chinês é a Mestra Kwan Yin, Chama Gêmea do Lord Maitreya. Na mesma intensidade em que Mãe Maria é o ícone sagrado do Ocidente, Kwan Yin o é em todo o Oriente.

Mas como foi revelado no ano passado, começou o Expurgo do Mal não apenas no Brasil mas em todo o planeta e o Comunismo será varrido do orbe terrestre já que a Terra é um planeta crístico e a Humanidade também. Em qualquer nação cristã, a maioria de sua população é crística, mas são reféns de sua inocência diante do mal que inflige o medo e o temor contra qualquer oposição às forças anticrísticas. O indivíduo crístico foi criado para o bem, de conduta pacífica e extremamente amorosa, por isso, não acredita que o mal é capaz de causar sua própria destruição.

Muito há que ser revelado sobre o Estado Chinês, mas no momento não é possível em função da guerra de poder que ocorre a nível global entre comunistas e socialistas, e isso envolve até o caso em Hong Kong com interferências estrangeiras que ocultam suas verdadeiras intenções.

A China é uma potência mundial hoje não pelo comunismo, mas pela sua opção de seguir o caminho tradicional da sua cultura ancestral que é crística em sua essência. Basta olhar onde a China está agora e identificar a questão geopolítica global e os interesses ocultos por trás dos bastidores que movem o xadrez planetário. Aqui a intenção é parar a China e essa ação não vem do Governo do Presidente Trump com toda a certeza, mas é oriunda do Mal que contamina toda a Humanidade.



Aos Filhos da Luz, o Pai Micah pede que mantenham a conexão com os seus Eus Superiores através do coração e que sigam a máxima "Orai e Vigiai", então confie que nenhum mal lhe atingirá.

Em Luz e Amor,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

LightBlog

Páginas