O CAD E A GUERRA CIVIL NA UCRÂNIA – 31/03/2022 - Caminhando com o Mestre

Nosso Curso

LightBlog

NEWS

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

quinta-feira, 31 de março de 2022

O CAD E A GUERRA CIVIL NA UCRÂNIA – 31/03/2022

 



 

Saudações da Luz,

 

A questão humanitária antes do início de um conflito que gera uma guerra civil precisa ser vista com prioridade máxima, pois envolve diretamente a vida e a segurança da população civil que nada tem a ver com as disputas políticas e estratégicas da EU com a Rússia. Basta para isso analisar os casos ocorridos na antiga República da Iugoslávia que durou 10 anos, começou com o fim da URSS em 1991 e terminou em 2001.

 

Por trás destes conflitos e separações, estão a política e as questões étnicas-religiosas em que vários povos decidiram separar-se de um governo centralizado e tornarem-se repúblicas autônomas, livres e independentes, ocasionando então 3 ondas de guerras separatistas na Europa Central com o fim da República Socialista Federativa da Iugoslávia.

 

As guerras civis iugoslavas podem ser divididas em três grupos distintos de vários conflitos:

 

A primeira foi consequência da dissolução da Iugoslávia em 1991:

Guerra de Independência Eslovena (1991)

Guerra de Independência Croata (1991-1995)

Guerra da Bósnia (1992-1995)

Guerra Croata-bosníaca (1992-1994)

 

A segunda ocorreu em áreas povoadas por albaneses:

Guerra do Kosovo (1998-1999)

Conflito no sul da Sérvia (1999-2001)

Conflito na Macedônia (2001)

 

A terceira em razão da intervenção militar da OTAN:

Operações aéreas da OTAN contra a Sérvia:

Operação Força Deliberada (bombardeio sobre a República Srpska, 1995)

Operação Força Aliada (bombardeio sobre a Iugoslávia, 1999)

 

O resultado destas guerras foram:

Total de mortos: cerca de 130 000 – 140 000 pessoas.

Deslocados internamente (refugiados): cerca de 4 000 000 de pessoas.

 

A humanidade já tem conhecimento sobre as ocorrências de crimes contra a humanidade cometidas por quase todos os exércitos envolvidos nestes conflitos ao longo de uma década, onde a brutalidade, crueldade, estupros, tráficos de mulheres e crianças ocorreram com muita frequência, assim como ondas de execuções e assassinatos em massa causando o massacre de vilas inteiras por parte dos militares.

 

Portanto, a questão humanitária é fiscalizada atualmente com mais rigor, principalmente pela facilidade de acompanhar os eventos de perto a partir das gravações de vídeos nas redes sociais em tempo real. 


O que é preciso fazer é saber fazer a triagem entre o acontecimento verdadeiro e a propaganda militar e das milícias radicais envolvidas diretamente na violação dos direitos humanos básicos durante os conflitos de guerra. E essa façanha não é para qualquer pessoa, pois é necessário conhecimento sobre a arte da guerra e o histórico de cada país numa guerra. Principalmente, quem está envolvido diretamente por trás dos conflitos que geram uma guerra civil num determinado país.

 

E aqui, no caso da Guerra Civil Ucraniana, cuja origem iniciou-se com o Golpe de Estado em 2014 promovida pela EU e financiada pelos EUA, ficando claro que no atual contexto que envolve o conflito OTAN x Rússia, os seus principais mentores são os EUA e a EU. A Ucrânia e o povo ucraniano no caso, são meras peças neste jogo de xadrez geopolítico europeu com os “peões” que são descartados para a conquista de posições dentro do tabuleiro europeu.

 

Neste jogo de Domínio Global, temos de um lado o Ocidente e de outro lado a Ásia. De um lado os EUA é o “rei” e a EU a “rainha”. Do outro lado, a Rússia é o (rei) e a China (rainha). E neste jogo não há ideologia ou partido político e sim o jogo estratégico econômico/militar. As “torres” funcionam como as bases militares ou postos/territórios conquistados que precisam ser defendidos. 


Enquanto isso, o movimento dos “bispos” (diplomacia) é usado para desestabilizar o adversário, por isso seus movimentos são oblíquos e transversais, para causar a ilusão tendo sempre dois movimentos bem distintos ora numa situação e ora noutra de oposição. Jogam pelos dois lados do tabuleiro, na área preta ou branca.

 

Os “cavalos” são os exércitos que podem defender os territórios, atacar pelos flancos ou avançar para o combate direto, sempre saltando de uma posição para outra de forma estratégica, sendo usados sempre que há necessidade de forçar o recuo ou promover a reação do adversário.

 

A ONU é como os “bispos” no jogo do xadrez. E seus movimentos ocorrem de acordo com os interesses de cada lado. Quem está ganhando ou dominando o jogo tem mais apoio ou “privilégios” de barganha ou negociação.

 

A OTAN é usada como os “cavalos”, e é estrategicamente posicionada dentro do tabuleiro conforme ocorre o movimento de peças por parte da Rússia. Há que se formar alianças neste jogo estratégico a nível global. Então temos o G-7 (Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos) contra as pretensões do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), onde se disputa a hegemonia global na área econômica, financeira e militar.

 

No caso específico da Rússia, não há uma aliança a nível da OTAN e o único país europeu aliado à Rússia hoje é a Bielo-Rússia que faz fronteira com a Polônia e permanece até hoje com os seus laços alinhados com a Federação Russa, justamente porque foi um dos 3 países que participaram conjuntamente numa frente de independência da antiga URSS, formada pela Rússia, Bielo-Rússia e a Ucrânia em 1991.

 

O Golpe de Estado ocorrido na Ucrânia em 2014 quebrou esta aliança Euro-Asiática. Além da Rússia, outro país Euro-Asiático, a Turquia se alinhou à OTAN em 1952 ainda durante a “Guerra Fria”. 


Como a Turquia foi a capital do antigo Império Otomano e sofreu as maiores derrotas frente ao Império Russo no século XIX e XX entende-se a sua aliança na OTAN, mas assim a tendência dos valores turcos estará sempre na direção asiática, e por isso, provavelmente não se envolverá numa guerra aberta contra a Rússia no Mar Negro, onde os russos tem uma das suas maiores Frotas Navais. 


Em caso de uma guerra entre a OTAN contra a Rússia, a Turquia não poderá impedir o fluxo dos movimentos da Marinha Russa pelo Estreito de Bósforo em Istambul.

 

Caberá à Turquia, mesmo alinhada com a OTAN, manter a sua neutralidade no atual conflito bélico, assim poderá ser no futuro o juiz que decidirá os destinos das nações em conflitos. A sua posição estratégica dentro do tabuleiro global é por ser um país euro-asiático da mesma forma como a Rússia. 


E também, por ter sido um Império no passado, tem o legado e a experiência de arbitrar qualquer conflito a nível mundial. O Império Otomano foi um dos mais longevos da história da civilização humana, reinando por quase 7 séculos, do ano de 1299 a 1922 quando foi extinto no final da Primeira Guerra Mundial, da mesma forma como ocorreu com o Império Russo em 1918 com a execução da Dinastia Romanov.

 

Então, aqui fica registrado a sanha e a ambição de poder da OTAN na Europa.

 

E como sempre, os EUA estão envolvidos até o pescoço nas conspirações que ocasionam os Golpes de Estados em todas as nações do planeta. É uma herança do antigo Império Britânico que tantos males causaram no mundo, principalmente no Oriente Médio, na Índia e na China. Por isso, os EUA criaram a OTAN como o seu braço militar na Europa.

 

Assim dito, está manifestado a Verdade Crística.

 

Em Luz e Amor,

Paz na Terra!

Shima.

CAD/NA.

_______


APOIE


* Você pode contribuir com nossos trabalhos adquirindo nossos livros, cursos, clicando nos banners promocionais, compartilhando nossos artigos e recomendando os nossos trabalhos aos seus amigos ou se possível, considere fazer uma doação.
Gratidão profunda.

Para doar pelo Paypal, envie qualquer valor para o email: caminhandomestre@gmail.com

 


Ou se preferir pela Modalidade de pagamentos do WhatsApp:  +5512981379027 em nome da Renata.


#ShimaEUAPOIO - Doação por PIX para o BLOG: 


Chave PIX por email: caminhandomestre@gmail.com

ou através da chave por QRCode ao lado.






Já conhece nossos Livros? Saiba mais, clicando na opção PREVIEW.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PODCAST

Instagram - Conheça o Instituto Portia

NOSSAS PUBLICAÇÕES

Artigos por Temas

#ShimaEUAPOIO (1) 12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) Agenda Globalista (14) Águias (13) Alemanha (1) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Amazon (1) Amazônia (2) Annunakis (9) Anti-Crísticos (7) Apocalipse (2) Arábia Saudita (1) Arcanjo Miguel (7) Arcontes (1) Ashtar Sheran (20) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Bandeira Falsa (1) Biden (2) Blog (8) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (41) Bombojira (1) Brasil (51) Brava Gente News (1) BRICS (2) Bushido (1) CAC (1) CAD (98) canalizações (121) Censura (2) Chama Violeta (2) Chamado (7) China (13) Chonan (3) Cinturão de Balael (2) Clã (3) Colômbia (1) Comando Ashtar (23) Comunismo (130) Comunismo... (1) Conclave (4) Conservador (1) Conspiração Alien (9) CPI (2) Cristo (5) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) DCM (1) Decreto (4) Dekassegui (1) Desarmamento (1) Desfile Militar (1) Despertar (10) Destino das Nações (1) Dia da Vitória da Rússia (2) Djwhal Khul (2) Donbass (4) Draconianos (6) Dragões (15) Dragões Dourados (6) Dúvidas dos Leitores (18) EB (1) Ebooks (1) ECA (1) eclipse (1) Economia (24) El Morya (3) Eleições (15) Era de Aquário (2) Ergs (1) Escandinávia (1) Espanha (1) Estados Unidos (66) Estatuto Social (1) EUA (3) EuApoio (1) Europa (12) Europa Ocidental (2) Eventos (2) Exército Brasileiro (1) explosões solares (2) Expurgo (4) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Família (1) Felinos (1) Finlândia (1) Forças Armadas do Brasil (1) França (1) Fraternidade Negra (1) Gaia (17) Gatos (1) Geopolítica (18) GESARA (1) GFH (18) GM (5) Goiás (1) Governo Oculto (38) GPT (37) Grande Fraternidade Branca (4) Grande Reset (8) Greys (1) Guardiães da Luz (2) Guerra (2) Guerra na Ucrânia (2) Guerreiros da Luz (21) HEMK (1) HEMM (1) Hezbollah (1) História (17) Hong Kong (1) Hospital Espiritual (1) Illuminati (3) Império Otomano (15) Império Russo (15) Indonésia (1) Indústria Bélica (16) Instituto Portia (4) Intervenção Divina (1) Israel (2) Iugoslávia (15) Japão (9) Jornalismo (2) Jornalistas (1) Kindle (1) Kwan Yin (9) Lady Portia (3) Lar de São Francisco (2) Lei do Retorno (22) Livros (1) Lord Maitreya (15) Lúcifer (1) maçonaria (2) Maduro (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (17) Magos Negros (1) Mao (1) Maria Madalena (7) Mediunidade (4) Mestra Nada (35) Mestre Jesus (3) Mestre Kuthumi (1) Minhas reflexões (14) Monarquia (5) Morgs (2) Motociata (3) MPT (6) Não-Confederados (1) NBD (1) Nebadon (5) NESARA (1) Nibi (2) Nibiru (2) Nihon (1) Noruega (1) Nova Era (4) ONGs (1) ONU (5) Operação Brasil (78) Operação Donbass (2) Operação Resgate (25) Orações (2) Orbs (1) OTAN (66) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (43) Pai Quirino (1) Países da OTAN (2) Pandemias/Epidemias (15) Pátria (1) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (88) Plêiades (2) Pleiadianos (1) Polônia (1) Portais de Luz (22) Portugal (4) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (12) Projeção da Consciência (8) Projeciologia (5) Projeto Comunista (81) Projeto Era de Aquário (1) Publicações (2) Putin (23) Raça Ariana (1) Rebelião Luciferiana (3) Regime de Kiev (17) Reino Unido (18) Remote View (2) Reptilianos (3) Romênia (1) Rússia (74) Saint Germain (17) Sananda Kumara (14) Sara Kali (3) Servidores da Luz (1) Shakti Revista (1) Shima (144) Shima&Ree (4) Shiva (1) Síria (1) Sírius (1) Socialismo (93) Socialista (3) SP (1) Suécia (1) Taiwan (3) Taucetian (1) Taucetianos (1) Teia Crística (1) Telegram (1) Templos (1) TMD (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (7) Trabalho Escravo (1) Transição Planetária (111) Tribunal do Conselho Cármico (38) Turquia (15) Ucrânia (59) UE (3) UK (1) Umbanda (1) Umbral (3) União Europeia (2) União Européia (50) Universo (3) USAT (2) Venezuela (16) Vidas passadas (2) Visão Remota (7) Vladimir Putin (2) Wesak (2) Xopatz (4)

Nosso Curso

LightBlog

Páginas