A ARROGÂNCIA DOS EUA CAUSA O COLAPSO ECONÔMICO NA EUROPA – 08/02/2022 - Caminhando com o Mestre

Nosso Curso

LightBlog

NEWS

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

quarta-feira, 9 de março de 2022

A ARROGÂNCIA DOS EUA CAUSA O COLAPSO ECONÔMICO NA EUROPA – 08/02/2022


Saudações da Luz,

 

O Governo do ex-Presidente Trump foi marcado pelo seu equilíbrio e sensatez nas questões internacionais, mantendo o planeta em estado de paz. E aqui está uma das revelações que o mundo precisa se conscientizar: Por que os EUA entram ou criam uma guerra, quando sua economia entra em colapso ou então quando suas ambições comerciais além do Atlântico sofrem revezes?

 

A intervenção militar russa na Ucrânia demarcou o fim do mundo unipolar sob o domínio dos EUA. As potências emergentes surgem do Bloco Econômico do BRICS (Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul) que representam 40% da população mundial. A queda da Tríplice Aliança (EUA/EU/OTAN) ocorre em função da Lei do Retorno, que está levando os EUA ao colapso econômico social após as crises causadas pela pandemia da peste chinesa e agora, com a guerra declarada contra a Rússia.

 

Nenhum Governo dos EUA conseguiu a façanha que o atual Presidente Joe Biden alcançou no seu primeiro ano de mandato, abrir duas frentes de guerras contra as outras duas potências mundiais do planeta. Em sua arrogância, ameaçou tanto a Rússia que deu no que deu: a guerra na Ucrânia. Agora, o mesmo Presidente Norte Americano ameaça a China com sanções econômicas pesadas. Ou o povo americano tira o atual Presidente dos EUA do poder, ou a Nação Norte Americana irá sucumbir numa nova guerra civil em seu próprio território.

 

Da mesma forma como aplicou e ordenou ao mundo que cumpram as sanções econômicas determinada pelo Governo dos EUA contra a Rússia, ou então essas nações terão retaliações por parte dos EUA. Essa é a arrogância e o desespero do Governo dos EUA. O povo norte americano está cansado de guerras, mortes e destruições. O próprio país está dividido. Da mesma forma como os EUA dividiu o mundo, essa mesma energia manifestada no planeta tende a retornar aos seus criadores.

 

E é isso que vem ocorrendo em todo o mundo, os efeitos irreversíveis da Lei do Retorno.

 

O colapso econômico na Europa ocorre por seguir a doutrina dos EUA em sua política expansionista, em detrimento da colaboração e parceria entre os Estados Europeus. O medo implantado pela política internacional dos EUA na Europa surtiu seus efeitos ao dividir os europeus entre uma escolha: a Rússia ou os EUA. A Rússia também é um Estado europeu e a Europa perdeu esse referencial. A guerra na Ucrânia tem o mesmo padrão das guerras no Oriente Médio e no norte da África, o petróleo e gás. Todas essas guerras e invasões foram criadas e patrocinadas pelos EUA.

 

Na Lei do Retorno, a Verdade Crística se manifesta de forma contundente. O primeiro impacto conhecido como “efeito bumerangue” já afeta todo continente europeu. É bate e volta. A conspiração dos EUA contra a Rússia deu nisso. É fato. É uma guerra comercial.

 

O Presidente Biden já declarou a guerra militar contra a Rússia em 21/02/2022. E se o Presidente Putin também declarar a guerra militar contra os EUA, como fica?

 

A Rússia tem sim aliados poderosos. A diferença entre os EUA e a Rússia, é que os aliados dos americanos se fundamentam na corrupção, deslealdade, submissão e traição, enquanto os aliados russos são forjados em almas guerreiras, leais, livres e soberanas.

 

E a Verdade que está aflorando na crise atual, vai expor a máscara sinistra dos EUA em sua política de dominar o mundo a qualquer custo e a qualquer preço. Portanto, vamos assistir as próximas cenas da série – O Fim da Europa e da OTAN -, quando a Rússia declarar guerra contra os EUA. O Presidente Joe Biden já declarou a sua guerra contra a Rússia no dia 21/02/2022, conforme relatei no artigo:


 

ALERTA DO CAD – A DECLARAÇÃO DE GUERRA DO PRESIDENTE BIDEN CONTRA A RÚSSIA – 21/02/2022

https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/02/alerta-do-cad-declaracao-de-guerra-do.html

 

O Presidente Putin ligou para o Presidente Biden, avisando sobre o desastre eminente causado pelas ações da OTAN na região de Donbass e exigindo a rendição imediata de todos os militares da OTAN que se infiltraram naquela região. A resposta do Presidente Biden foi: “Isso é uma ameaça?”, no que o Presidente Putin respondeu: “Não, é uma constatação dos fatos!”.

 

(...)

 

Ao declarar que suas agências de inteligência descobriram os planos de ataques terroristas contra cidades importantes da Rússia, o Presidente Biden se revelou como o Mentor deste plano sinistro e também, que o Governo dos EUA ia iniciar estes ataques contra o território russo a partir dos atos terroristas executados por militares dos comandos especiais da OTAN.

 

Neste ato, o Presidente Biden apenas disse o que, como, onde e quando vai começar estes ataques contra a Rússia.

 

Foi a declaração de guerra feita pelo Presidente dos EUA contra a Rússia.

 

Para um bom entendedor, poucas palavras bastam. As atitudes apenas comprovam os fatos.

 

Todas as negociações oferecidas pelo Presidente Putin são barradas pelo Governo dos EUA e pelo Secretário Geral da OTAN.

 


A VERDADE QUE PRECISA SER DITA AO MUNDO

 

Na Assembleia Geral da ONU ocorrida no dia 02 Mar. 2022 houve a aprovação de 141 países contra a Rússia, 35 abstenções, 5 a favor do Presidente Putin e 12 ausências. Embora, a votação tenha sido esmagadora contra a invasão russa na Ucrânia, os votos representam apenas 34,7% da população mundial, e os aliados da Rússia totalizam 61,7% da humanidade, mesmo com a ausência de 3,7% que no contexto atual, revela não estar contra a Rússia.

 

Portanto, se há democracia na Assembleia da ONU, a aprovação de sanções contra a Rússia representa apenas 2.698,8 bilhões de cidadãos do planeta que tem uma população total de 7.929,9 bilhões de pessoas. Então, como é possível que 34,6% da população mundial (2.698,8 bilhões de pessoas) tenha força moral e ética para impor uma sanção que não foi aprovada pelos outros 65,4% de cidadãos do planeta (5.231,1 bilhões de pessoas)?

 

Até mesmo nesta proporção de 34,6% de pessoas, com certeza a metade delas tem paixão pela Rússia. Então como fica o caso dos EUA que tem uma população de apenas 329,5 milhões de cidadãos, ou 4,1% da população mundial, determinar e decretar a forma e o nível de sanções contra a Rússia no plano global? A Assembleia da ONU deu por acaso este poder ditatorial aos EUA?

 

E por que os EUA, jamais sofreu qualquer penalidade ou sanções por seus crimes de guerras, invasões de países por todo o planeta, destruições de cidades e vilas com bombardeios, promoção de golpes de Estados, interferências nas soberanias de dezenas de países, e o genocídio de centenas de milhões de civis pelo mundo afora? Onde está a coerência dos fatos apresentados contra a Rússia? Só existe um lado da moeda?

 

Desde o ano de 2007 o Presidente Putin apresentou a sua proposta econômica, militar e comercial da Rússia e sua integração com o mercado global, principalmente com a Europa. No ano seguinte, reuniu-se com a OTAN que fechou as portas para a Rússia no que se referia ao direito internacional de assegurar a sua proteção e segurança em suas fronteiras nacionais. Então, o Presidente Putin passou 15 anos tentando negociar com a União Europeia e a OTAN, mas a Rússia foi banida da condição de Estado Europeu e fora dos negócios da União Europeia.

 

Todas as negociações bilaterais realizadas pela Rússia com seus parceiros europeus foram bloqueadas pelo Parlamento Europeu.

 

Por fim, a União Europeia promoveu o Golpe de Estado na Ucrânia em 2014 derrubando do poder o Governo Pró-Russo naquele país, desencadeando uma onda de massacres contra as populações de etnias russas, causando o genocídio de milhares de pessoas ao longo dos últimos 8 anos. Essa tragédia promovida pelo Regime de Kiev foi financiada pelos EUA e a OTAN ao longo de quase uma década. E a Assembleia da ONU não discutiu isso? Não colocou estes fatos constatados na pauta dos debates? Por quê?

 

Por que hoje, o mundo ocidental está censurando a imprensa russa? Temos somente uma versão dos fatos que vem ocorrendo lá na Ucrânia? O que na verdade a União Europeia, a OTAN e os EUA estão tentando esconder? De onde surgiu o Batalhão de Azov formados por mercenários pagos pelo Regime de Kiev para exterminar as populações de etnias russas no sul da Ucrânia? E o massacre de Odessa em 2014, a Europa calou-se? Não viu nada?

 

Sabemos que não foi o povo ucraniano que derrubou o Presidente Viktor Yanukovych, e sim manifestantes enviados da União Europeia, e quem começou o tiroteio contra a população não foi a polícia e sim, as milícias neofascistas infiltradas nas manifestações que usaram o “modus operandi” de ataques com “snipers” contra alvos civis, que foi o estopim da revolta da população contra o Governo.

 

O Golpe de Estado ocorrido em fevereiro de 2014 foi promovido pela União Europeia após o Presidente ucraniano suspender as negociações do Acordo de Associação da Ucrânia com a União Europeia no final de novembro de 2013. Em apenas 3 meses a União Europeia executou a derrubada do Presidente Victor Yanukovych do poder, onde a metade da população ucraniana era contra a adesão à EU.

 


Opinião pública sobre o Euromaidan

 

De acordo com pesquisas de dezembro de 2013 (por três pesquisas de opinião diferentes) entre 45% e 50% dos ucranianos apoiaram o Euromaidan, e entre 42% e 50% se opuseram. O maior apoio para o protesto pode ser encontrado em Kiev (cerca de 75%) e oeste da Ucrânia (mais de 80%). Entre os manifestantes Euromaidan, 55% são do oeste do país, com 24% da região central da Ucrânia e 21% do leste.

 

De acordo com uma pesquisa de janeiro de 2014, 45% dos ucranianos apoiaram os protestos e 48% dos ucranianos desaprovavam o Euromaidan.

 

(Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Euromaidan)

 

Portanto, não houve um plebiscito nacional ucraniano sobre a questão do Acordo de Associação na União Europeia, já que a metade da população foi alijada desta votação. Para se ter uma ideia da popularidade do Presidente Victor Yanukovych na sua eleição para o mandato de 2010/2015, em relação ao segundo colocado, é possível entender o desespero da União Europeia com a vitória dele que foi eleito pela maioria dos ucranianos de etnias russas.

 

No primeiro turno das Eleições de 2010, o candidato Victor Yanukovych, atingiu a marca de 35,33% dos votos e foi para o segundo turno em primeiro lugar, numa disputa com 5 candidatos à Presidência.

 



A candidata Yulia Timoshenko pró-União Europeia ficou em segundo lugar no primeiro turno com 25,05% dos votos.

 



 

Na disputa final no segundo turno, o candidato Victor Yanukovych venceu as eleições presidenciais com 48,95% dos votos contra a segunda colocada Yulia Timoshenko que teve 45,47% dos votos válidos.

 



 

O interessante a se observar sobre os eleitores ucranianos é que a Ucrânia é dividida entre duas etnias majoritárias, os ucranianos nativos e os ucranianos russos, conforme ficou demonstrado neste mapa dos resultados finais da eleição presidencial de 2010. As regiões em azul praticamente representam a população de etnias russas e o vermelho os ucranianos nativos. O detalhe a ser analisado é a proporção destas duas etnias que estão bem mescladas por todo o território ucraniano, conforme se pode ver nos índices de votação em cada região.

 

A partir destes dados é revelador o fato de ter ocorrido uma interferência externa nas manifestações e movimentos populares em 2013 e 2014 que culminou com o Golpe de Estado na Ucrânia a favor da União Europeia. Na alegação do Parlamento Europeu que se deve respeitar a vontade do povo ucraniano fica evidente e flagrante a inverdade em que a metade da Nação, são cidadãos pró russos, e como se pode afirmar com certeza que a vontade do povo ucraniano é na realidade a sua adesão à União Europeia se os fatos dizem o contrário?



Então, onde está a causa que culminou com a Intervenção Militar Russa na Ucrânia?

 

O caminho que nos leva a esse desfecho militar por parte do Presidente Putin, pode ser revelado através do conteúdo publicado aqui no Blog Caminhando com o Mestre:

 


CASO NORD STREAM 2 – O SEGUNDO MOTIVO DA GUERRA DA OTAN CONTRA A RÚSSIA – 25/02/2022

 

Então, a OTAN precisa invadir a Rússia e tomar o poder reinstalando na Federação Russa o antigo regime soviético agora sob a ditadura Pan-Europeia. É um jogo intrincado onde o poder econômico e a força militar se juntam, não sendo acaso a nomeação do atual Secretário Geral da OTAN para comandar o Banco da Noruega devendo assumir no novo cargo em dezembro de 2022.

 

(https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/02/caso-nord-stream-2-o-segundo-motivo-da.html)

 

Os EUA, o maior interessado na Ucrânia, e a OTAN em expandir suas bases de mísseis até as fronteiras russas, estão envolvidos até o pescoço nesta crise ucraniana desde o ano de 1991, após o fim da antiga URSS.

 

O CAD desvendou um plano de ataque e invasão à Rússia em 3 fases que seria iniciado no final do mês de fevereiro de 2022 com o bombardeio intenso sobre as Repúblicas Autônomas na região de Donbass e sua anexação definitiva com a Ucrânia. 

Nesta fase, a Ucrânia “cederia” a Criméia à Rússia e então, o Regime de Kiev poderia ser aceito como membro da OTAN numa manobra rápida já planejada nos bastidores da União Europeia. Depois, com a derrota russa para a OTAN, a Ucrânia teria de volta a Criméia.

Como nos últimos 8 anos, o Regime de Kiev já havia estabelecidos acordos com os EUA e a OTAN para uso do território da Ucrânia, então várias bases militares para uso da Aliança Atlântica já vinham sendo instaladas no leste ucraniano, incluindo silos subterrâneos de lançamento de mísseis balísticos e antimísseis.

 

A segunda fase seria desencadeada no mês de junho no início do verão, quando a OTAN possivelmente iniciaria o seu ataque nas fronteiras russas em larga escala com a invasão massiva a partir da Polônia e Romênia, tendo como ponta de lança nesta invasão, a Ucrânia que agora seria a aliada da OTAN. Esta guerra contra a Rússia nesta segunda fase ocorreria entre o mês de junho até o final de setembro (2022), quando o atual Secretário Geral da OTAN deixaria o seu cargo.

 

Este seria o fator global para se criar o caos econômico/financeiro em todo o planeta, sendo possível nesta terceira fase, implantar o Grande Reset onde o Sistema Financeiro Mundial estaria arruinado, sendo possível implantar um novo sistema e uma nova ordem mundial. 


Por isso o atual Secretário Geral da OTAN foi nomeado para comandar o Banco da Noruega a partir de dezembro de 2022, sendo que neste banco está a maior reserva de ativos da Europa e dos EUA.

 


Por que a Ucrânia?

 

Por questões históricas e também geoestratégica no campo econômico e militar. A Ucrânia além de ter uma das maiores redes de gasoduto russo na Europa, é também conhecida como o “Corredor Ucraniano”, onde os exércitos de Napoleão, do Império Alemão na primeira guerra e de Hitler na segunda guerra invadiram a Rússia. E a melhor época para uma campanha militar contra a Rússia é o verão. Esse era o plano.

 

Para os EUA, o seu maior interesse é o gasoduto russo. Pois da mesma forma como se mantém na liderança do comércio do petróleo (vejam as guerras no Oriente Médio), agora é a vez de abocanhar o gasoduto russo que é o segundo maior produtor do planeta.

 



São 30 países europeus contra apenas 2 países da Europa, uma covardia, senão um ato de extermínio explícito contra a Rússia e sua aliada a Bielorrúsia.

Ou esses 30 países não tem peito de encarar num jogo aberto e transparente a Rússia em campo no 1x1.

 

E é bom lembrar que a Rússia saiu das ruínas e das cinzas em 1991, enquanto toda a Europa estava bem desenvolvida e estabilizada economicamente, com diversos países se destacando entre as 10 melhores em PIB mundial.

 

Ou a Europa Ocidental fracassou em seus projetos, ou perdeu a coragem e iniciativa do trabalho honesto e digno. A Rússia resgatou a sua dignidade, a sua soberania, a sua independência, e levantou toda a Nação e o seu povo a se orgulhar do seu país e de serem russos. Essa é a alma do povo russo, amam a sua pátria.

 

Onde está o cidadão italiano? O português, o francês, o alemão, o polonês, o grego, o belga, o inglês, o escocês, o norueguês, o sueco, o finlandês, o búlgaro, o romeno, o húngaro? Quando se pergunta a nacionalidade, dizem que são europeus, da União Europeia. Percebem que perderam suas identidades nacionais? Até na Ucrânia, uma parte do seu povo perdeu suas raízes e agora querem ser “pan-europeu”. Isso é identidade nacional?

 

Nenhum destes 30 países pode tomar decisões em benefício do seu povo, pois tudo é em favor da União Europeia, dane-se os nativos. A economia é para a União Europeia. Os governos nacionais perderam sua independência e a sua soberania. Até a OTAN manda nos assuntos internos da segurança nacional de cada país. 


Qualquer rebeldia ou oposição às decisões da União Europeia é motivo de ameaça e retaliações com sanções econômicas e intervenção militar da OTAN. Nenhum país pode tomar iniciativa ou promover mudanças econômicas, sociais ou comerciais e até financeiras sem o aval do Parlamento Europeu. Não há mais uma Nação na Europa com características, tradições históricas, ou culturas ancestrais. Tudo isso foi abolido. Os povos nativos da Europa se tornaram apenas etnias: italiana, português, espanhol, francês, etc.

 

Em breve já não terão mais o seu território nacional e perderão suas raízes no futuro próximo. Dividirão o seu país que se transformará apenas em Distritos, onde conviverão com outras etnias: árabes, orientais, africanas e assim, serão apenas cidadãos do Estado, da União Europeia.

 

Essa é a reflexão que deve ser feita por todos os povos do mundo.

 

As tropas russas estão atuando na Ucrânia para preservar a vida dos ucranianos e ao mesmo tempo, vem coletando provas e documentos que revelam os atos criminosos do Regime de Kiev que tem outros casos graves como a produção de armas biológicas e químicas, além da produção de urânio para uso em armas nucleares.

 

Essa realidade é do conhecimento do Presidente Putin que sabe tudo o que tem ocorrido dentro da Ucrânia, pois todas as antigas instalações da URSS foram herdadas pela Ucrânia, incluindo as bases militares subterrâneas construídas pelos russos na Guerra Fria.

 

Se o Presidente Putin declarar guerra contra os EUA, então a OTAN levará a União Europeia ao desastre total. A Rússia tem cartas na manga e não utiliza nem 10% do seu potencial militar na Ucrânia. Mantém toda a estrutura de retaguarda em prontidão para uma possível guerra em larga escala contra a OTAN e os EUA.

 

O Urso estava hibernando e ousaram acordá-lo. Agora, é tentar parar um Urso enfurecido. De caça virou caçador.


Em luz e amor,

Paz em Cristo!

Shima.

CAD/NA



- Veja mais:









_______


APOIE


* Você pode contribuir com nossos trabalhos adquirindo nossos livros, cursos, clicando nos banners promocionais, compartilhando nossos artigos e recomendando os nossos trabalhos aos seus amigos ou se possível, considere fazer uma doação.
Gratidão profunda.

Para doar pelo Paypal, envie qualquer valor para o email: caminhandomestre@gmail.com

 


Ou se preferir pela Modalidade de pagamentos do WhatsApp:  +5512981379027 em nome da Renata.


#ShimaEUAPOIO - Doação por PIX para o BLOG: 


Chave PIX por email: caminhandomestre@gmail.com

ou através da chave por QRCode ao lado.






Já conhece nossos Livros? Saiba mais, clicando na opção PREVIEW.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

PODCAST

Instagram - Conheça o Instituto Portia

NOSSAS PUBLICAÇÕES

Artigos por Temas

#ShimaEUAPOIO (1) 12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) África do Sul (3) Agenda Globalista (19) Águias (15) Alemanha (1) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Amazon (1) Amazônia (2) Annunakis (9) Anti-Crísticos (8) Apocalipse (2) Arábia Saudita (1) Arcanjo Miguel (7) Arcontes (1) Ashtar Sheran (20) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Bandeira Falsa (1) Biden (5) Blog (8) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (47) Bombojira (1) Brasil (67) Brava Gente News (1) BRICS (5) Bushido (1) Caboclo Tupinambá (1) CAC (1) CAD (101) canalizações (125) Censura (2) Chama Violeta (2) Chamado (9) China (20) Chonan (3) Cinturão de Balael (2) Clã (3) Colômbia (1) Comando Ashtar (23) Comunismo (137) Comunismo... (1) Conclave (4) Conservador (1) Conspiração Alien (9) CPI (2) Cristo (5) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) DCM (1) Decreto (4) Dekassegui (1) Democracia (1) Desarmamento (1) Desfile Militar (1) Despertar (10) Destino das Nações (1) Dia da Vitória da Rússia (2) Djwhal Khul (2) Donbass (4) Draconianos (6) Dragões (15) Dragões Dourados (7) Dúvidas dos Leitores (18) EB (1) Ebooks (1) ECA (1) eclipse (1) Economia (25) El Morya (3) Eleições (25) Era de Aquário (2) Ergs (1) Escandinávia (1) Espanha (1) Estados Unidos (67) Estatuto Social (1) EUA (9) EuApoio (1) Europa (15) Europa Ocidental (2) Eventos (2) Exército Brasileiro (1) explosões solares (2) Expurgo (4) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Família (1) Felinos (1) Finlândia (1) Forças Armadas do Brasil (1) Foro de São Paulo (1) França (1) Fraternidade Negra (1) G7 (2) Gaia (17) Gatos (1) Geopolítica (18) GESARA (1) GFH (18) Globalismo (2) GM (5) GO (2) Goiás (1) Governo Oculto (39) GPT (37) Grande Fraternidade Branca (4) Grande Reset (8) Greys (1) Guardiães da Luz (2) Guerra (3) Guerra na Ucrânia (2) Guerreiros da Luz (23) HEMK (1) HEMM (1) Hezbollah (1) História (17) Hong Kong (1) Hospital Espiritual (1) Illuminati (3) Império Otomano (15) Império Russo (15) Índia (3) Indonésia (1) Indústria Bélica (16) Instituto Portia (5) Intervenção Divina (1) Irã (1) Israel (4) Itália (1) Iugoslávia (15) Japão (11) Jornalismo (2) Jornalistas (1) Kindle (1) Kwan Yin (10) Lady Portia (3) Lar de São Francisco (2) Lei do Retorno (23) Livros (2) Lord Maitreya (15) Lúcifer (1) Lula (1) maçonaria (2) Maduro (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (19) Magos Negros (1) Mao (1) Maria Madalena (7) Mediunidade (4) Mestra Nada (35) Mestre Jesus (3) Mestre Kuthumi (1) Minhas reflexões (14) Monarquia (5) Morgs (2) Motociata (3) MPT (6) Não-Confederados (1) NBD (1) Nebadon (5) NESARA (1) Nibi (2) Nibiru (2) Nihon (1) Noruega (1) Nova Era (4) ONGs (1) ONU (6) Operação Brasil (88) Operação Donbass (2) Operação Resgate (25) Orações (2) Orbs (1) Oriente Médio (2) OTAN (70) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (43) Pai Quirino (1) Países da OTAN (2) Pandemias/Epidemias (15) Pátria (1) Pearl Harbor (1) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (89) Plêiades (2) Pleiadianos (1) Polônia (1) Portais de Luz (22) Portugal (4) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (12) Projeção da Consciência (8) Projeciologia (5) Projeto Comunista (84) Projeto Era de Aquário (1) Publicações (2) Putin (25) Raça Ariana (1) Rebelião Luciferiana (3) Regime de Kiev (17) Reino Unido (18) Remote View (2) Reptilianos (3) Romênia (1) Rússia (79) Saint Germain (17) Sananda Kumara (15) Sara Kali (3) Servidores da Luz (2) Shakti Revista (1) Shima (144) Shima&Ree (4) Shiva (1) Síria (1) Sírius (1) Socialismo (97) Socialista (3) Soros (1) SP (1) Suécia (1) Taiwan (6) Taucetian (1) Taucetianos (1) Teia Crística (1) Telegram (1) Templos (1) TMD (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (7) Trabalho Escravo (1) Transição Planetária (112) Tribunal do Conselho Cármico (42) Turquia (15) Ucrânia (60) UE (5) UK (1) Umbanda (1) Umbral (3) União Europeia (3) União Européia (50) Universo (3) USAT (2) Vaticano (1) Venezuela (16) Vidas passadas (2) Visão Remota (7) Vladimir Putin (2) Wesak (2) Xopatz (4)

Nosso Curso

LightBlog

Páginas