CAD – A EXTINÇÃO DO BATALHÃO DE AZOV NA UCRÂNIA – 29/03/2022 - Caminhando com o Mestre

Nosso Curso

LightBlog

NEWS

CONHEÇA NOSSOS LIVROS - CLIQUE PARA VER A PRÉVIA DO LIVRO

Para ouvir o Artigo - Aperte o Play

Translate

terça-feira, 29 de março de 2022

CAD – A EXTINÇÃO DO BATALHÃO DE AZOV NA UCRÂNIA – 29/03/2022

 



 

Saudações da Luz,

 

As batalhas ocorridas na cidade de Mariupol, sede do Batalhão de Azov, estão em sua fase de limpeza total com as tropas russas caçando literalmente estes militares ucranianos neofascitas como criminosos de guerra.

 

A cidade de Mariupol tem sido o local dos mais intensos combates entre as tropas russas e o exército ucraniano. As zonas residenciais foram fortificadas com os prédios sendo utilizados como postos de combates, alojamentos de soldados, depósitos de armas e munições e as garagens ou os térreos servindo como estacionamentos de tanques e blindados.

 

Os parques dos prédios residenciais foram constantemente utilizados como bases das artilharias que disparavam contra os avanços das tropas russas, sendo por isso, bombardeadas por misseis numa precisão cirúrgica acertando os alvos militares. Os andares onde haviam reféns que serviam de escudos humanos foram preservados e permaneceram intactos aos bombardeios, sendo atingidos apenas os andares onde os militares usavam como postos de ataques.

 

Os serviços de inteligência russa nos campos de batalhas foram decisivos para localizar e identificar os alvos destes bombardeios. Os comandos especiais russos atuavam dentro de cada cidade, fazendo levantamentos e demarcando as áreas de risco para evitar a morte de civis, e esperando o momento em que a maior parte dos moradores deixavam suas residências para iniciar os bombardeios. Essas ações de inteligência evitaram a morte de milhares de civis ucranianos que eram usados como escudos humanos.

 

Na Ucrânia havia dois exércitos ucranianos, e a metade desta força militar era composta e integrada por neofascitas, mercenários estrangeiros originados de grupos terroristas, e, de militares dos EUA e dos países da OTAN, como Reino Unido, França, Espanha, Alemanha, Polônia e Romênia, com todos estes militares usando os uniformes do Exército da Ucrânia. A outra metade do exército era formado por tropas de soldados legitimamente ucranianos. Estes últimos foram os verdadeiros soldados da Ucrânia que lutaram bravamente, defendendo suas posições contra os avanços das tropas russas, mas sucumbiram diante do poderio militar da Rússia.

 

Ao se renderem estes soldados ucranianos tiveram o tratamento digno por parte das tropas russas, demonstrando o reconhecimento mútuo da fraternidade que unem estes dois povos. O mesmo não ocorria do lado do Batalhão de Azov com os prisioneiros, pois os soldados russos capturados eram violentamente agredidos, torturados, humilhados e tendo os olhos vendados para não identificar os seus agressores. Posteriormente, a maioria destes prisioneiros russos eram humilhados em praças públicas e expostos diante da rede social como troféu de caça. Muitos soldados russos foram executados e jogados em valas.

 

Tem sido por estas violações que os neofascitas do Batalhão de Azov ao sentirem a chegada das tropas russas, diante da derrota iminente que eles trocavam os seus uniformes por roupas civis e se debandaram para as filas de refugiados nos corredores humanitários para fugirem da Ucrânia. Milhares destes mercenários assassinos foram presos ao serem identificados pelas tropas russas.

 

O Presidente Putin determinou em razão do êxito da Operação Especial Militar na Ucrânia, que as cidades que estão sob o controle das tropas russas, cessem os bombardeios para preservar essas cidades de mais destruições, pois a vitória foi consumada, e a capital Kiev está agora sob o controle pleno das Forças Armadas Russas. As ações agora, restringem-se às buscas de depósitos de armamentos, da eliminação da resistência militar contra a presença das tropas russas nestas cidades e, principalmente, caçar os criminosos da Ucrânia.

 

Todas as cidades ucranianas que sofreram pesados bombardeios, serão reconstruídas pela Rússia. Apenas a cidade de Mariupol que está em ruínas, não terá este apoio russo até que todas as investigações, buscas e prisões sejam concluídas.

 

A ocupação de Odessa é parte do plano de garantias para a segurança militar da Rússia, portanto, é praticamente certa a perda da Ucrânia do seu acesso ao mar. O Porto de Odessa ficará sob o controle das tropas russas e será reintegrada à Federação Russa.

 

Tem sido pelos portos ucranianos de Odessa e de Mariupol que a OTAN e os “Senhores da Guerra” tem abastecido o mercado negro de armas na Ucrânia, e armado o Exército da Ucrânia com o poderio de fogo para um ataque contra a Rússia, incluindo o desembarque de misseis nucleares da OTAN e dos EUA.

 

A Criméia jamais sofreu uma invasão russa em 2014, porque a Rússia já tinha uma base naval estacionada ali desde a época do Império Russo, e havia um contrato firmado com o Governo ucraniano para a permanência das Forças Armadas Russas na Criméia. Então, quando ocorreu o Golpe de Estado na Ucrânia, as tropas russas simplesmente ocuparam todas as instalações da Criméia para conter a invasão do exército ucraniano. Não houve revoltas na Criméia porque a sua população sempre foi em sua maioria, de etnias russas.

 

As regiões a leste do Rio Dniepre estarão sob o controle e supervisão da Rússia, onde será estendido uma faixa de segurança territorial para eventuais futuras pretensões de instalações de bases da OTAN. As regiões a oeste do Rio Dniepre estarão sob contínua vigilância e monitoramento pela Inteligência Russa para evitar novas instalações que coloquem em risco a segurança territorial da Rússia. A região oeste da Ucrânia não sofrerá a Intervenção Militar Russa. Os bombardeios que ainda ocorrem visam somente os depósitos de munições, armas e equipamentos militares enviados pela OTAN e os EUA.

 

Como os ucranianos possuem as duas etnias, e para evitar mais conflitos separatistas e encerrar o movimento de russofobia na Ucrânia, o Presidente Putin poderá determinar as regiões do Leste da Ucrânia a partir do Rio Dniepre parte da Federação Russa, assim que os plebiscitos nestas regiões sejam realizados posteriormente. A parte oriental da capital Kiev ficará sob o controle da Administração Russa. Isso ocorre devido às intenções declaradas da OTAN de considerar a Rússia o inimigo nº 1 da Aliança Atlântica. O Evento de 2014 mostra a realidade dos métodos utilizados pela União Europeia para conquistar territórios.

 

A vitória da Rússia na Ucrânia criou um clima de otimismo colossal no povo russo que assistia aos crimes hediondos que ocorria na Ucrânia contra seus conterrâneos. A guerra na Ucrânia uniu o povo russo em torno das suas Forças Armadas, e agora, com as sanções econômicas aplicadas pelo Ocidente contra a Rússia, solidificou ainda mais o apoio da Nação ao Presidente Putin.

 

A Rússia é um país soberano, independente e autossustentável em sua economia, por isso, as diversas sanções econômicas aplicadas pelo Ocidente nunca surtiram efeitos. A Rússia é a 12ª Economia Mundial do planeta e tem seus parceiros comerciais e seus próprios aliados em todos os continentes. A potência militar, industrial e econômica que é a Rússia atual, jamais poderá ser abalada por interesses de corporações dos EUA ou da União Europeia.

 

É mais vantajoso para a Europa compartilhar das boas relações comerciais com a Rússia que é parte da própria Europa do que se unir aos EUA que somente pensa em sugar as economias europeias para manter os seus exércitos por todo o planeta. Todas as Bases Americanas ao redor do mundo são mantidas por estes acordos comerciais entre os EUA e a Europa. Sem a Europa, os EUA deixam de ser a potência militar que é atualmente. E a economia americana é mantida e sustentada pelos países da Europa. Essa é a verdade que precisa ser dita aos europeus.

 

Esse é motivo da guerra pessoal do Presidente Biden contra o Presidente Putin.

 

Tudo fora deste contexto é falácia.

 

O que aconteceu com a guerra na Ucrânia?

 

A União Europeia acaba de assinar um Acordo Comercial exclusivo com os EUA. Bingo. A Rússia foi varrida da Europa.

 

A Rússia venceu a guerra na Ucrânia. Isso era o óbvio e todos sabiam disto até o Presidente ucraniano Zelensky. Então, qual foi a estratégia do Presidente Biden? Mostrar para a União Europeia que somente os EUA é o seu aliado. A Ucrânia foi apenas um campo de batalhas para manipular as mentes e corações dos europeus sob uma possível ameaça russa na Europa. Havia verdade nesta acusação contra a Rússia? Não. Foi uma estratégia bem definida para manter o mercado europeu sob o controle dos EUA. Apenas isso.

 

Agora, a Europa Ocidental vai pagar o preço desta guerra. Enquanto isso, os EUA vão lucrar com os efeitos colaterais da guerra que implantou no Leste Europeu. Essa realidade ficou bem clara e, o caos ainda nem começou nos países da União Europeia. Tem a Lei do Retorno. O Mal causado com o povo ucraniano, a destruição de suas cidades, os milhões de refugiados, a ruína total da economia ucraniana e as milhares de vítimas que tiveram suas vidas ceifadas, tudo isso vai retornar como dívida cármica para a União Europeia. É a Lei Divina.

 

Nos EUA, teremos como efeito desta Lei do Retorno o impacto imediato sobre o Presidente Biden que terá que prestar contas do genocídio causado na Ucrânia e sua sanidade mental será questionada. A economia americana vai sofrer um abalo colossal com os eventos geológicos, climáticos e sociais que ocorrerão em todo o país. Então, vamos assistir os eventos do “tiro saiu pela culatra”, e o povo americano que elegeu o atual Presidente dos EUA receberão o seu quinhão na participação do Governo do Presidente Biden nos crimes contra a Humanidade que os EUA promoveram ao redor do planeta.

 

A Lei do Retorno na China

 

Como havia mencionado sobre a aplicação da Lei do Retorno na China no caso da pandemia, isso começou a ocorrer dentro do seu território. É o expurgo planetário acontecendo na China. Os efeitos a médio prazo da Lei do Retorno será a extinção plena do Partido Comunista da China, e o retorno das suas tradições milenares. O Governo de Taiwan possivelmente será aos poucos transferidos para Pequim, assumindo os destinos do povo chinês dentro do novo panorama global que será construído com a vitória da Rússia na Ucrânia contra a OTAN, a União Europeia e os EUA.

 

Assim é a Lei de Deus. É infalível.

 

Em Luz e Amor,

Paz na Terra!

Shima.

CAD/NA.


Leia mais:


POR QUE A RÚSSIA NÃO QUER INVADIR A UCRÂNIA – 09/02/2022

https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/02/por-que-russia-nao-quer-invadir-ucrania.html


Voltando ao ponto fundamental sobre a acusação de uma possível invasão russa na Ucrânia é importante a análise profunda sobre os aspectos estratégicos e táticos que movem uma ação militar desta envergadura. A maioria da população europeia não tem noção do que é uma guerra a nível continental e se deixam iludir pela falsa insinuação de que a Rússia quer promover uma invasão do território ucraniano, quando na verdade suas Forças Armadas apenas se posicionaram na linha de defesa ao longo da fronteira russa com os países que são membros da OTAN.


CAD – POR QUE A RÚSSIA INICIOU O BOMBARDEIO NA UCRÂNIA? – 24/02/2022

https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/02/cad-por-que-russia-iniciou-o-bombardeio.html


Os bombardeios realizados pela Rússia ocorridos nesta quarta-feira (24 Fev. 2022) visam apenas as instalações militares ucranianas usadas como bases da OTAN, onde estão estocados os armamentos e mísseis de curto e médio alcance para serem usados contra o território e as tropas russas.


Estes ataques russos são bombardeios cirúrgicos, já que o Regime de Kiev declarou guerra contra a Rússia ao aceitar ceder o seu território para as operações da OTAN e dos EUA criarem as bases militares para os ataques contra o território russo desde o ano de 2014. Com a ameaça real de um ataque maciço por parte das tropas da OTAN contra a Rússia, os bombardeios russos tem as características de ações preventivas de táticas semelhantes àquelas realizadas pelas Forças de Defesa Israelense contra os terroristas na Síria, Líbano e em Gaza.


Esta realidade está sendo constatada pelas explosões dos depósitos de armas e mísseis, que caracterizam o armazenamento de explosivos e armas de alta potência enviadas pelos EUA e pela OTAN à Ucrânia, e em quantidades superiores para uma guerra defensiva. Os ataques são ações preventivas para a segurança das tropas russas que estão atuando na Região de Donbass, após o reconhecimento do Presidente Putin da independência das Repúblicas Autônomas de Donetsk e Lugansk no Leste da Ucrânia.


CAD - INTERVENÇÃO RUSSA NA UCRÂNIA – 25/02/2022

https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/02/cad-intervencao-russa-na-ucrania.html


Pela primeira vez na história global, um Presidente Democrata dos EUA desiste de ir à guerra, simbolizando a mudança na política de intervenção internacional na soberania dos povos de outras nações. E o que aumentou a tensão OTAN x Rússia foram as manobras militares ocorridas no Leste Europeu no início do ano passado denominado de “Defender-Europe 21”, um dos maiores exercícios militares liderados pela OTAN na Europa em décadas, começou em meados de março de 2021 e durou até junho de 2021. Incluiu "operações quase simultâneas em mais de 30 áreas de treinamento" na Estônia, Bulgária, Romênia e outros países.


Por outro lado, a Rússia que tem sido taxada de vilã, surge para o resgate das tradições cristãs de um povo que foi o berço da Nação russa, e nesta intervenção militar na Ucrânia tem apenas o propósito de libertar o povo ucraniano da ditadura socialista da União Europeia e colocar a Lei e a Ordem no Estado ucraniano.


CAD – EUROPA, DESPERTE! - O QUE ESTÁ ACONTECENDO NA UCRÂNIA – 06/02/2022

https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/03/cad-europa-desperte-o-que-esta.html


A questão toda gira em torno da retaliação dos EUA contra os objetivos da Rússia, apresentada num discurso memorável em Munique no ano de 2007, onde o Presidente Putin apresentou uma série de propostas, planos e projetos russos para a Rússia e toda a Europa Ocidental. O caso, é que este discurso do Presidente Putin colocava os EUA do outro lado do Atlântico em risco no comércio europeu. E sem a Europa, os EUA deixam de ser a potência econômica do planeta. Até a estratégia de segurança nacional de cada Estado europeu foi apresentado pelo Presidente Putin de uma forma clara e transparente.


Com certeza, nem os EUA e nem a OTAN gostaram da ideia e muito menos do projeto russo. O carro chefe das exportações russas estava focado no fornecimento de energias, petróleo e gás. Isso causaria o desastre econômico nas pretensões norte americanas em seu comércio com a Europa Ocidental. Ficou claro isso. No ano seguinte, em 2008 o Presidente Putin sentou à mesa de negociações e apresentou a sua posição contra a instalação de mísseis nucleares ou antimísseis no Leste Europeu em antigos países do Pacto de Varsóvia, que afetaria a própria soberania e segurança da Rússia. A OTAN recusou qualquer negociação nesta direção.


Desde então, a OTAN se expandiu mais para o Leste e cercou todas as fronteiras russas com mísseis de ataques e baterias de antimísseis, com exceção de duas repúblicas, a Ucrânia e a Bielo Rússia. O Golpe de Estado na Ucrânia em 2014 mudou o panorama do jogo geopolítico no leste europeu, e o Presidente Putin tentou reverter o quadro político através de negociações, mas não foi aceito e nem ouvido. Deu no que deu. É bom lembrar que 5 anos depois de consolidado o Regime de Kiev a favor da OTAN, o Secretário Geral da Aliança Atlântica declarou publicamente a Rússia como Inimigo nº 1 da União Europeia. Aqui foi dado o sinal de uma futura invasão ao território da Rússia. Nos anos 2020 e principalmente no ano passado, 2021, a OTAN realizou manobras em larga escala nas fronteiras russas com as tropas de todos os países do leste europeu. Este foi o sinal de alerta para o Presidente Putin de que a invasão estava prestes a ocorrer.


No segundo semestre de 2021 em respostas às manobras militares da OTAN no leste europeu, o Presidente Putin determinou a realização em toda a fronteira russa mobilizando todo o seu potencial estratégico de defesa e ataque que perdurou até a invasão da Ucrânia agora em 24 de fevereiro de 2022. Este fato, foi ocasionado pela informação da invasão e ataque contra o território russo a partir da tomada da região de Donbass pelo exército ucraniano. No verão seria a vez de iniciar o ataque direto contra a Rússia. Foram 8 anos de preparativos e instalações de misseis nucleares em regiões do leste da Ucrânia.


MINHAS REFLEXÕES – A ATUAÇÃO DO CAD NA UCRÂNIA – 17/03/2022

https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/03/minhas-reflexoes-atuacao-do-cad-na.html


O que mais vai chocar é a realidade que irá tirar as máscaras das pessoas, principalmente do líder ucraniano Volodymyr Zelensky, Presidente da Ucrânia, que tem desfilado junto às vítimas desta guerra insana desencadeada por ele mesmo. Ver seu sorriso junto às vítimas nos hospitais é de estarrecer pela frieza com que faz a divulgação da guerra contra o Presidente Putin.


Na minha visão como comandante do CAD é lamentável assistir cenas tão frias, quando as próprias vítimas estão diante do seu próprio carrasco e o agradecem sem saber que esta personalidade foi o cúmplice dos próprios ataques contra as instituições que vitimaram crianças e inocentes, quando ele mesmo deu as ordens de bombardeios aos seus militantes neofascistas de sacrificarem os civis para colocar a culpa nas tropas russas.


Esses líderes e políticos europeus que aplaudiram o Presidente Zelensky, além de serem cúmplices da chacina do Regime de Kiev, são também os financiadores da crise e da ruína do povo ucraniano, e ainda se posam de humanitários e bons samaritanos, o que na realidade não são. São uma elite de parasitas que vivem do sangue alheio derramado.


O que tem ocorrido em Mariupol no litoral do Mar de Azov é crime contra a humanidade, e tem sido as ordens diretas do Zelensky para impedir a evacuação da população civil da cidade e de usar muitas pessoas que foram aglomeradas em prédios que foram usados como alvos para bombardeios russos. Essas pessoas foram mantidas reféns lá dentro enquanto as bombas caiam sobre elas. O CAD somente podia fazer os resgates destas vítimas.


SAIBAM O POR QUE OS EUA ESTÃO EM DESESPERO PELA INTERVENÇÃO RUSSA NA UCRÂNIA – 07/03/2022

https://www.ernesto-shimabuko.com/2022/03/saibam-o-por-que-os-eua-estao-em.html


A notícia divulgada hoje pela imprensa russa é baseada na verdade absoluta sobre a existência de laboratórios secretos na Ucrânia onde se desenvolvia experiências com armas químicas e biológicas para serem usadas numa guerra contra as tropas russas.


Alguns destes ataques com armas químicas foi flagrados numa operação do CAD na região de Donbass do outro lado da fronteira em território russo, realizados por comandos especiais dos EUA. Os soldados russos vítimas destes ataques foram resgatados pelo CAD e levados ao hospital espiritual do Comando Ashtar Sheran. Estes ataques ocorreram dias antes da Intervenção Militar Russa na Ucrânia.


A Verdade oculta da humanidade virá à tona, assim que as tropas russas assumirem o controle da Ucrânia, pois todo o território ucraniano vinha sendo usado como bases de experiências proibidas, e o Regime de Kiev acobertava todas essas atividades clandestinas. O uso de cobaias humanas tem sido registrado nas operações de resgates realizadas pelo CAD, onde o tráfico de mulheres e crianças tem sido chocantes em seus destinos finais.


_______

APOIE


* Você pode contribuir com nossos trabalhos adquirindo nossos livros, cursos, clicando nos banners promocionais, compartilhando nossos artigos e recomendando os nossos trabalhos aos seus amigos ou se possível, considere fazer uma doação.
Gratidão profunda.

Para doar pelo Paypal, envie qualquer valor para o email: caminhandomestre@gmail.com

 


Ou se preferir pela Modalidade de pagamentos do WhatsApp:  +5512981379027 em nome da Renata.


#ShimaEUAPOIO - Doação por PIX para o BLOG: 


Chave PIX por email: caminhandomestre@gmail.com

ou através da chave por QRCode ao lado.






Já conhece nossos Livros? Saiba mais, clicando na opção PREVIEW.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

PODCAST

Instagram - Conheça o Instituto Portia

NOSSAS PUBLICAÇÕES

Artigos por Temas

#ShimaEUAPOIO (1) 12 Atos (4) 12.12.12 (1) 2012 (4) África do Sul (3) Agenda Globalista (19) Águias (15) Alemanha (1) Aliança Cruzeiro do Sul (2) Amaterasu (1) Amazon (1) Amazônia (2) Annunakis (9) Anti-Crísticos (8) Apocalipse (2) Arábia Saudita (1) Arcanjo Miguel (7) Arcontes (1) Ashtar Sheran (20) Athena (1) Atlântida (1) Autoconhecimento (2) Bandeira Falsa (1) Biden (5) Blog (8) Bolhas de Luz (1) Bolsonaro (47) Bombojira (1) Brasil (67) Brava Gente News (1) BRICS (5) Bushido (1) Caboclo Tupinambá (1) CAC (1) CAD (101) canalizações (125) Censura (2) Chama Violeta (2) Chamado (9) China (20) Chonan (3) Cinturão de Balael (2) Clã (3) Colômbia (1) Comando Ashtar (23) Comunismo (137) Comunismo... (1) Conclave (4) Conservador (1) Conspiração Alien (9) CPI (2) Cristo (5) Cristo Maitreya (8) Curso (1) Data Limite (19) DCM (1) Decreto (4) Dekassegui (1) Democracia (1) Desarmamento (1) Desfile Militar (1) Despertar (10) Destino das Nações (1) Dia da Vitória da Rússia (2) Djwhal Khul (2) Donbass (4) Draconianos (6) Dragões (15) Dragões Dourados (7) Dúvidas dos Leitores (18) EB (1) Ebooks (1) ECA (1) eclipse (1) Economia (25) El Morya (3) Eleições (25) Era de Aquário (2) Ergs (1) Escandinávia (1) Espanha (1) Estados Unidos (67) Estatuto Social (1) EUA (9) EuApoio (1) Europa (15) Europa Ocidental (2) Eventos (2) Exército Brasileiro (1) explosões solares (2) Expurgo (4) Exu (2) Exu Caveira (1) Facebook (2) Família (1) Felinos (1) Finlândia (1) Forças Armadas do Brasil (1) Foro de São Paulo (1) França (1) Fraternidade Negra (1) G7 (2) Gaia (17) Gatos (1) Geopolítica (18) GESARA (1) GFH (18) Globalismo (2) GM (5) GO (2) Goiás (1) Governo Oculto (39) GPT (37) Grande Fraternidade Branca (4) Grande Reset (8) Greys (1) Guardiães da Luz (2) Guerra (3) Guerra na Ucrânia (2) Guerreiros da Luz (23) HEMK (1) HEMM (1) Hezbollah (1) História (17) Hong Kong (1) Hospital Espiritual (1) Illuminati (3) Império Otomano (15) Império Russo (15) Índia (3) Indonésia (1) Indústria Bélica (16) Instituto Portia (5) Intervenção Divina (1) Irã (1) Israel (4) Itália (1) Iugoslávia (15) Japão (11) Jornalismo (2) Jornalistas (1) Kindle (1) Kwan Yin (10) Lady Portia (3) Lar de São Francisco (2) Lei do Retorno (23) Livros (2) Lord Maitreya (15) Lúcifer (1) Lula (1) maçonaria (2) Maduro (1) Mãe Divina (5) Mãe Maria (19) Magos Negros (1) Mao (1) Maria Madalena (7) Mediunidade (4) Mestra Nada (35) Mestre Jesus (3) Mestre Kuthumi (1) Minhas reflexões (14) Monarquia (5) Morgs (2) Motociata (3) MPT (6) Não-Confederados (1) NBD (1) Nebadon (5) NESARA (1) Nibi (2) Nibiru (2) Nihon (1) Noruega (1) Nova Era (4) ONGs (1) ONU (6) Operação Brasil (88) Operação Donbass (2) Operação Resgate (25) Orações (2) Orbs (1) Oriente Médio (2) OTAN (70) Pai João de Angola (1) Pai João de Aruanda (2) Pai Micah (43) Pai Quirino (1) Países da OTAN (2) Pandemias/Epidemias (15) Pátria (1) Pearl Harbor (1) Pedras no Caminho (1) Plano Divino (89) Plêiades (2) Pleiadianos (1) Polônia (1) Portais de Luz (22) Portugal (4) Povo de Aruanda (8) Príncipe Planetário (12) Projeção da Consciência (8) Projeciologia (5) Projeto Comunista (84) Projeto Era de Aquário (1) Publicações (2) Putin (25) Raça Ariana (1) Rebelião Luciferiana (3) Regime de Kiev (17) Reino Unido (18) Remote View (2) Reptilianos (3) Romênia (1) Rússia (79) Saint Germain (17) Sananda Kumara (15) Sara Kali (3) Servidores da Luz (2) Shakti Revista (1) Shima (144) Shima&Ree (4) Shiva (1) Síria (1) Sírius (1) Socialismo (97) Socialista (3) Soros (1) SP (1) Suécia (1) Taiwan (6) Taucetian (1) Taucetianos (1) Teia Crística (1) Telegram (1) Templos (1) TMD (1) Toyohashi (1) Toyokawa (1) Trabalhadores da Luz (7) Trabalho Escravo (1) Transição Planetária (112) Tribunal do Conselho Cármico (42) Turquia (15) Ucrânia (60) UE (5) UK (1) Umbanda (1) Umbral (3) União Europeia (3) União Européia (50) Universo (3) USAT (2) Vaticano (1) Venezuela (16) Vidas passadas (2) Visão Remota (7) Vladimir Putin (2) Wesak (2) Xopatz (4)

Nosso Curso

LightBlog

Páginas